quinta-feira, 24 de julho de 2014

Comunistas são culpados pelo caos na educação em São Luis

Não há como negar. São responsabilidades dos comunistas o caos que se encontra na Educação e Infraestrutura de São Luís. As duas principais pastas, são controladas por membros do partido de Flávio Dino.
A indicação do professor Geraldo Castro para Secretaria Municipal de Educação e de Antonio Araújo para pasta de Infraestrutura, foi imposição de Flávio ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior.
A capital maranhense vive um inferno astral, com professores da Rede Municipal de Ensino com dois meses em greve e sem previsão de encerramento.
Os educadores reivindicando reajuste salarial e uma série de outros benefícios, que até o momento não foram atendidos pela Prefeitura. Com isso, centenas de alunos ficam seus aulas, com mais de 85% dos professores sem retornarem ás salas.
Diante da crise, o secretário-comunista de Educação não move uma palha para solucionar o problema. Pelo contrário, prefere agir como faz o juiz Flávio Dino, ingressando na Justiça para obrigar os educadores a retornarem as salas, se não terão o ponto cortado, sob pena de responder por desobediência a decisão judicial.
Secretário Antonio Araújo
Secretário Antonio Araújo
Assim como na Educação, a Infraestrutura da cidade a situação é muito pior. São Luís virou uma catástrofe, com as ruas e avenidas proliferando buracos. O atual secretário-comunista Antonio Araújo nada tem feito para solucionar esse grave problema, que a população tem reclamado constantemente.
Será lamentável se a população que acreditou no sentimento de mudança em 2012, repetir o mesmo erro nas eleições de outubro deste ano.
É preciso refletir e analisar com bastante atenção o seu candidato, para não passar 4 anos se lamentando pelo erro cometido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário