terça-feira, 15 de julho de 2014

Sinrural aponta saldo positivo na 46ª Expoimp



Cerca de 90 mil pessoas visitaram o Parque de Exposições Lourenço Vieira da Silva nos nove dias de festa

A Exposição Agropecuária de Imperatriz registra, a cada ano, um crescimento em número de negociações. Na 46ª edição da Expoimp, o Sindicato Rural de Imperatriz (Sinrural) indica a movimentação de R$ 30 milhões para comercialização de animais, máquinas, implementos agrícolas e aquisição de veículos. A maior feira agropecuária da região Tocantina aconteceu de 5 a 13 de julho.
Seja em competições ou em leilões, a nova classificação sanitária do Maranhão, como zona livre da aftosa com vacinação, possibilitou a participação de um maior número de animais. Criadores e expositores de outros estados marcaram presença nos nove dias de festa, que encerrou no domingo (13). Confira os resultados de cada evento que fez parte da agenda da Expoimp:
Rodeio – De acordo com a comissão organização do rodeio, cerca de 8 mil pessoas estiveram presentes na grande final do evento, sábado (12). Dos 40 inscritos na competição, oito chegaram à final na categoria ‘Boi’. Somente cinco participantes se classificaram na categoria ‘Cavalo’.
Depois de uma disputa acirrada e uma demonstração de domínio e técnica, os peões Thiago da Silva Santos e José Gomes da Silva conquistaram o cinturão da vitória, nas respectivas categorias. Os campões levaram R$ 20 mil em dinheiro como prêmio. Eles ainda garantiram vaga para a disputa da maior festa de peão do boiadeiro do País, Circuito Barretos, que acontece no mês de agosto em São Paulo.
Leilões - Qualidade dos animais e preço acessível. Estas foram as principais características dos leilões realizados no Tatersal Rafael Almeida Ribeiro. Ao todo, aconteceram sete leilões durante a 46ª Expoimp. A organização é da KM Leilões, que confirma a participação de compradores e vendedores de vários Estados. “O leilão oportuniza a realização de bons negócios, além do melhoramento genético do rebanho bovino. Isso faz aumentar a produtividade”, destaca Karlo Marques. A seguir, o resumo de cada leilão, com o número de animais comercializados por dia:
- Leilão de Gado Leiteiro Palate: Foram leiloados 110 animais, das raças Gir e Girolando;
- 12º Leilão Pec-Sêmen Alta Genetics de Bezerros: Bezerros da raça Nelore e animais de 19 fazendas de Imperatriz e região receberam lances. Ao todo, 1003 cabeças de animais em 30 lotes;
- 3º Leilão Comitiva da Amizade: As quinze fazendas que compõem a Comitiva da Amizade leiloaram 63 animais, entre cavalos, éguas e jumentos.
- 4º Leilão Nelore Produção Vale do Mutum: Distribuídos em 37 lotes, foram comercializados 157 animais;
- Leilão Mangalarga Marchador: Os cavalos vendidos durante o leilão vieram dos estados do Ceará, Pará, Piauí, Goiás, Rondônia e Tocantins. Os lances foram feitos por criadores do Maranhão, Minas Gerais, Pará, Tocantins, Rondônia e São Paulo. Durante o evento 33 lotes foram leiloados, sendo 26 animais (17 machos e 9 fêmeas), as coberturas de três reprodutores e 4 embriões de matrizes.
- Leilão Fazenda Arco-Íris e convidados: O leilão teve a participação das fazendas Arco-Íris, Igarapé e Liliani. Totalizando 29 lotes (um embrião e 28 animais da raça Nelore), neste certame foram comercializados touros, novilhas e produtos de transferência genética.
- 10º Leilão Tabapuã Vale do Mutum e convidados: Os animais que compuseram os 51 lotes da raça Tabapuã (47 machos e 4 fêmeas) são de fazendas do Maranhão, Tocantins, Minas Gerais e de São Paulo.
Informação - A agenda da exposição não é apenas um momento de fazer negócios, mas de aquisição e troca de conhecimentos. Pensando nisso, o Sindicato promoveu, em parceria com o Sebrae, um ciclo de palestras e oficinas. Foram cinco dias de apresentações, com temas voltados para empreendedores, produtores rurais e estudantes.
Shows – De acordo com o Sinrural, cerca de 90 mil pessoas estiveram no Parque de Exposições Lourenço Vieira da Silva. O público prestigiou a diversidade de shows e gêneros musicais. Pela primeira vez, um grupo de rock se apresentou na Expoimp. A atração de abertura, na noite do primeiro sábado do evento (5), foi a banda Detonautas. No encerramento da festa (12), Eduardo Costa atraiu 13 mil pessoas para a arena de shows. O valor máximo cobrado na bilheteria foi R$30 (trinta reais).
Pista de Julgamento - A Pista de Julgamento tem como objetivo premiar os melhores representantes das raças Nelore, Tabapuã e Mangalarga Marchador. Ao todo, 216 amimais participaram do concurso.
Nelore: No total 63 animais, 35 fêmeas e 28 machos. Gilson de Sousa Kyt foi escolhido como o melhor criador. Para o primeiro lugar na categoria expositor, Igarapé Agropecuária Ltda.
Tabapuã: Foram 60 animais inscritos, sendo 30 machos e 30 fêmeas. Estiveram presentes expositores dos Estados do Maranhão, Tocantins, Pará, Goiás, São Paulo e Minas Gerais. Como melhor expositor, Fazenda Ponta da Serra. A Agropecuária Vale do Mutum ganhou na categoria melhor criador.
Mangalarga Marchador: Foram inscritos 93 animais desta raça, representando os estados do Maranhão, Tocantins, Pará, Ceará, Sergipe e Amapá. O melhor expositor foi João Regis Dalla Maestri. Já para melhor criador, o título ficou com Severino Ramos de Moura.
Torneio Leiteiro - O 17° Torneio Leiteiro potencializou a produtividade de cada bovino inscrito na competição. Ao todo, trinta animais participaram da disputa. Os inscritos representam os estados do Maranhão, Tocantins, Ceará e Pernambuco. Entre os prêmios, um tanque resfriador de leite, uma ordenhadeira mecânica, kits para tratamento de animais e quantias em dinheiro, nos valores de R$ 1.000,00 e R$ 500,00. Os produtores que conquistaram o topo do pódio receberam o tradicional banho de leite.
Veja a lista completa com as categorias dos animais vencedores em cada competição no site do Sinrural: www.sinruralimperatriz.com.br. Não deixe de conferir as galerias com fotos da 46ª Expoimp.



Nenhum comentário:

Postar um comentário