domingo, 6 de julho de 2014

Weverton Rocha está com sua eleição praticamente garantida para deputado federal

Para quem estava torcendo contra a eleição de Weverton Rocha (PDT), pode acabar ficando decepcionado, após o resultado final das eleições de outubro. Pois toda uma articulação foi feita, visando garantir a vitória do ex-secretário de Esporte e Juventude do governo Jackson Lago.

Após o PDT perder o direito da indicação da vaga de vice-governador e primeiro suplente, o partido conseguiu construir uma coligação extremamente favorável para a disputa de deputado federal. Coligados com o PTC e PROS, os pedetistas devem eleger Weverton Rocha e mais um para a Câmara Federal.

De acordo com as contas de Weverton Rocha, ele seria o primeiro colocado na coligação, pois ele faz os seguintes cálculos, segundo aliados repassaram:

Weverton com 60 mil votos, Deóclides com 50 mil votos, Julião Amim com 30 mil votos, Edson Vidigal com 30 mil votos, Rosangela Curado com 25 mil e Leonardo Sá com 15 mil votos. Somados eles representam 215 mil votos, o que representa uma vaga e a outra pode ser obtida através de mais votos ou com a sobra.

Estes seriam apenas os seis principais candidatos do PDT, uma vez que o partido deve apresentar mais sete nomes e totalizar 13 no total, sem contar ainda com os candidatos do PROS e do PTC.

O PDT pode ter ficado sem nenhuma representação na majoritária e ter saído muito menor nesta eleição do que entrou, mas pelo menos Weverton aparentemente deve atingir seu objetivo, garantir sua eleição e a imunidade parlamentar.

Falta só combinar com o povo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário