sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Prefeita Gleide Santos sorteia as primeiras 1.500 casas do maior programa habitacional popular da história de Açailândia. No total serão 3 mil casas populares.

minha casa2
Momento em que a prefeita Gleide Santos dá o pontapé inicial do sorteio eletrônico de 1.500 casas populares…


Sob a responsabilidade da prefeita Gleide Santos (PMDB), o programa MINHA CASA, MINHA VIDA, inscreveu mais de 5 mil famílias de baixa renda, na cidade de Açailândia. As unidades habitacionais já estão em fase de conclusão e brevemente serão entregues às famílias sorteadas.
Ontem, quinta-feira (28), uma multidão de cerca de 7 mil pessoas, entre inscritos e outros que foram somente para torcer por seus parentes, lotaram as arquibancadas do Estádio Municipal e a cada rodada de sorteio uma emoção tremenda saia do coração de homens e mulheres que não tinham uma casa pra morar – muitas mulheres passaram mal, desmaiaram, mas imediatamente foram atendidas por uma ambulância da prefeitura – Tudo em meio a emoção de estar ganhando um lar que é só seu e de sua família.
“Valeu muito a pena me inscrever no programa e acordar cedo para ter esta notícia que mudará muito a minha vida. Até então, eu e meus três filhos estávamos morando de favor. A felicidade é tão grande. Agradeço imensamente prefeita Gleide por se lembrar da gente, pelo seu esforço para garantir uma moradia digna aos que realmente precisam”, era basicamente o que se ouvia dos ganhadores.
O programa Minha Casa Minha Vida é resultado de uma parceria entre a prefeitura de Açailândia e os governos federal e estadual. Para se inscrever, a família tinha que se enquadrar no seguinte perfil: receber até três salários mínimos; possuir tempo de moradia no município de no mínimo, dois a três anos; e não ter imóvel próprio. Fora os requisitos nacionais exigidos pelo governo federal.
minha casa3
minha casa4
Cerca de 7 mil pessoas lotaram o Estádio Pedro Maranhão…
O sorteio eletrônico realizado pela empresa Positiva Online, aconteceu em 5 etapas distintas: os primeiros contemplados foram os idosos, com direito a 5% (75 casas) do total de 1.500. Em seguida foi a vez das pessoas deficientes, com direito a 10% (350 casas). O restante foi dividido em dois subgrupos: 956 casas para as pessoas que se enquadraram no maior número de requisitos exigidos e 309 casas para os inscritos que preencheram o menor número, ou seja, que menos pontuaram. Por último aconteceu, de forma eletrônica também, o sorteio de 600 suplentes que irão aguardar, e caso haja alguma eliminação dos sorteados nas etapas anteriores, será chamado na sequencia do sorteio o suplente para preenchimento da vaga com direito a uma casa do programa.
“Estamos garantindo a satisfação e a dignidade de muitas famílias carentes, um projeto vindo do coração de Deus para nosso município. Sinto-me honrada em poder contribuir pra uma qualidade de vida melhor para nosso povo, um governo que tem possibilitado a excelência em nossa cidade”, disse a Secretária de Assistência Social, Zetinha Sampaio.
“Este é um dia marcante para o nosso município, pois estamos aqui realizando, de forma democrática e sem apadrinhamentos políticos, o sorteio das primeiras casas do maior programa habitacional popular da história de Açailândia. Com muito esforço e planejamento, começamos a transformar o sonho da casa própria em realidade, garantindo a satisfação e a dignidade de muitas famílias carentes. Isso é cidadania”, afirmou a prefeita Gleide Santos, ao discursar para cerca de 7 mil pessoas que acompanharam a realização do sorteio.
A coordenação do programa alerta que os sorteados deverão comparecer à unidade do SEMAS, “Secretaria de Assistência e Promoção Social”, portando os documentos pessoais. A relação de todos os contemplados nesta primeira etapa pode ser consultada na Secretaria Municipal Assistência e Promoção Social e também no site oficial da prefeitura (www.acailandia.ma.gov.br).
minha casa6
A emoção estampada nos olhos da prefeira Gleide Santos…
Ao final do sorteio, emocionada, a prefeita Gleide Santos falou à imprensa: “A casa própria, nós sabemos, é um sonho de toda pessoa, de toda família, e um sonho nem sempre é fácil de realiza-lo. O Minha Casa Minha Vida garante, sim, a realização desse sonho. Por isso é gratificante todo o esforço concentrado do governo federal, do governo do Estado e de toda a nossa equipe da prefeitura de Açailândia”, disse.
“Quero dizer só mais uma coisinha: a casa própria é muito mais que um espaço de alvenaria. A casa própria é onde a gente constrói relações afetivas. A casa própria é um lar. E o que é um lar? É uma casa cheia de afetos, vida e emoção. É isso que é uma casa. E tenho certeza que foi Deus que me proporcionou esse momento, de estar também proporcionando, em nosso governo, tanta emoção e felicidade”, finalizou emocionada a prefeita Gleide Santos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário