sexta-feira, 31 de outubro de 2014

TV Amapá desmenta fraude contra Sarney


JoseSarneyvota

O senador José Sarney foi alcançado ontem por um documento da TV Amapá, repetidora da Rede Globo e membro da Rede Amazônica de Televisão. O motivo da declaração da empresa foi um vídeo que circula na Internet desde o início da semana. A empresa deixa claro: “Declaro para todos os fins que não é autêntico o vídeo atribuído a esta emissora.
Trata-se, na verdade, de uma montagem fraudulenta”. O que a TV Amapá esclarecia ao próprio Sarney diz respeito a um vídeo espalhado como vírus pela rede mundial de computadores. Nele, tentam fazer parecer que o senador votara em Aécio Neves (PSDB) nas eleições de domingo, o que é absolutamente mentiroso.
Sarney não só votou na presidente Dilma (PT) como vibrou com a sua vitória no Maranhão, a maior votação proporcional do país, com quase 80% dos votos. E no Amapá também a petista teve expressiva votação.
O vídeo manipulado baseou-se em imagens feitas pelos profissionais da emissora amapaense, destacados para cobrir, de forma jornalística, o voto do ex-presidente, como das demais autoridades que exerceram seu direito de voto no estado. A fraude contra Sarney, além de covarde, mostrou-se criminosa, típica do clima de campanha que se instalou no Maranhão nas eleições, criticado pelo próprio Sarney.
E teve o objetivo de indispor o senador com a presidente, o que não logrou êxito diante do agradecimento da própria Dilma pela votação alcançada no estado. A fraude agora é desmontada oficialmente, com a declaração da emissora amapaense.
Coluna Estado Maior/O Estado

Nenhum comentário:

Postar um comentário