sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Radialista que ridicularizou ex-governadora é mais um nomeado para “boquinha” na Secom


dupla de jesiael 1024x775 Radialista que ridicularizou ex governadora é mais um nomeado para boquinha na Secom
Jeisael Marx e Leandro Miranda, infiltrados na confraternização de despedida da ex-governadora

Alguém ainda lembra dos agentes, infiltrados na festa de despedida da ex-governadora Roseana Sarney, em dezembro do ano passado? A dupla brega Miranda & Marx, se deslocou a mando do Comando Comunista de Nigrinhagem, para fotografar, filmar e expor ao ridículo a então chefe do Executivo.
Eram eles, Leandro Miranda, dono do blog escalado para fazer o serviço sujo da tropa dinista, o Marrapá, e o radialista e locutor de comerciais Jeisael Marx, envolvido no escândalo da mídia ilegal pagas às rádios para fazer propaganda eleitoral antecipada de Flávio Dino, investigado pela Polícia Federal. Mesmo com a vitória de Dino, os dois foram pautados para invadir a festa de despedida da ex-governadora, na Residência Oficial de Veraneio, no Calhau, e promover balbúrdias, em uma demonstração ridícula de que pertenciam a um grupo político que prima pela baixaria e desconhece qualquer noção de respeito e civilidade.
As imagens de Roseana Sarney dançando no palco foram filmadas e distribuídas por eles e circularam os aplicativos Whats App de todo o Estado, com mensagens agressivas e chulas.
Ambos fizeram o servicinho com a promessa de receberam gorda quantia de patrocínio para seus quiosques de comunicação. Jeisael é dono de uma empresa chamada Groove Records, localizada no bairro do Angelim e presta, há anos, serviços às oligarquias municipais.
boquinha Radialista que ridicularizou ex governadora é mais um nomeado para boquinha na Secom
Mas a esperteza do Comando Maior Comunista foi maior. O radialista, por exemplo, não foi contemplados com a sonhada verba de 50 mil reais mensais da Secom. Saiu mais barato nomeá-lo para o cargo de Assessor Júnior DAS-2, com um salário mixuruca, que não cobre nem as despesas básicas para quem se submete a ser usado como penetra e espião.
Jeisael de Jesus Pacheco é mais um profissional da imprensa maranhense, contemplado com uma “boquinha”,  pelos serviços sujos prestados ao Estado. Veja ao lado no Diário Oficial do Estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário