terça-feira, 31 de março de 2015

Igreja Católica inicia programação da Semana Santa


A Semana Santa se aproxima e com ela a programação da Igreja Católica para os fiéis. O momento encerra o período da quaresma e chama os cristãos para uma reflexão sobre a história de Jesus Cristo. Na igreja Santa Teresa d’Ávila, as celebrações se iniciaram com a Procissão de Ramos no domingo.
A programação segue na quinta-feira, 02 de Abril, com a Missa dos Santos Óleos na Catedral de Fátima às 08h30min. Depois, Missa do Lava Pés às 19 horas e Adoração ao Santíssimo Sacramento no salão paroquial a partir das 21 horas.
Em Santa Teresa d’Ávila, na sexta-feira Santa, ocorre a celebração da Paixão do Senhor às 15 horas. À noite, às 19 horas, os cristãos são convidados também a estarem presentes no ritual considerado um dos mais marcantes, a encenação da Paixão de Cristo, que será apresentada no pátio da igreja. Em seguida, haverá Procissão com a representação de Jesus morto.
No sábado Santo haverá a Vigília Pascal a partir das 19 horas, onde os cristãos se reúnem em missa e orações para aguardar a volta de Jesus Cristo. No domingo de Páscoa, os católicos celebram a Ressurreição de Cristo. As missas nas paróquias acontecem em horários normais.

Hildo Rocha prestigia aniversário de Vargem Grande e anuncia destinação de emendas para o município


O deputado federal Hildo Rocha participou de solenidades alusivas ao aniversário de 77 anos de emancipação de Vargem Grande, comemorado domingo (29). Durante pronunciamento, o parlamentar agradeceu o apoio que recebeu das lideranças políticas e da população do município, na eleição de 2014, e anunciou que destinará recursos de emendas parlamentares para pavimentação de ruas, ainda este ano, e para a construção do estádio de futebol, em 2016.

O deputado ressaltou que irá se empenhar para que o Governo Federal libere os recursos para a conclusão dos postos de saúde que estão com as obras paralisadas em consequência de pendências técnicas e burocráticas.  

Municipalismo
Hildo Rocha voltou a defender a bandeira do municipalismo. “Praticamente todos os municípios brasileiros, especialmente os menores, passam por dificuldades decorrentes de distorções contidas no Pacto Federativo da constituição de 1988”, declarou.

“Hoje, os municípios são obrigados a oferecer diversos serviços sem ter os recursos suficientes. Por isso, temos que construir um novo Pacto Federativo”, ressaltou.

Reconhecimento
O prefeito Edvaldo Nascimento lembrou que logo no início do mandato de Hildo Rocha, participou, em Brasília, da reunião da Bancada maranhense com os prefeitos do PMDB e presenciou a postura do deputado em defesa dos municípios. “Eu vi o Hildo Rocha levantar a bandeira do municipalismo. Isso é bom. Esse movimento está crescendo e vai se fazer justiça nesse país”, declarou.

O prefeito argumentou que as coisas acontecem é nos municípios e por esse motivo a maior parte dos recursos deveria ficar com as prefeituras. “As pessoas precisam de médico, de ambulâncias, de medicamentos, de boas escolas, de pavimentação, de ruas melhoradas é nos municípios. Quem paga os impostos é o povo que vive nos municípios”, alegou Nascimento.

Participaram da solenidade: o deputado estadual Fábio Braga; e os Secretários municipais, Charles Mariano (Saúde); Waldemir Correia (Administração); Matias Barros (Comunicação); Antônio Mota (Meio Ambiente); e Madalena Barros (Adjunta de Educação).

O presidente da Câmara, vereador Aurélio do Luizão; os vereadores Mundim; Conceição Oliveira; Terlin Pires; Batista Lages; Chico do Zé Pedro; e os ex-prefeitos Miguel Fernandes, de Vargem Grande; Jones Braga, de Nina Rodrigues; também prestigiaram o evento.

segunda-feira, 30 de março de 2015

Hospital em Buritirana

Neste sábado(28), o deputado Leo Cunha (PSC) esteve em Buritirana, e juntos com o prefeito Vagtonio Brandão(PR),  vereadores e secretários, visitaram  várias obras no município, entre elas, as instalações do Hospital municipal de Buritirana. Obra orçada no valor de R$2.019.000,00 (dois milhões e dezenove mil reais). o Hospital encontra-se em fase de conclusão, onde alguns equipamentos já estão no local a serem instalados, pelo Estado, a fim de atender a população de Buritirana e dos povoados vizinhos. Semana passada , o deputado e o Prefeito, reuniram em São Luís com a secretaria de Saúde, quando ambos solicitaram providências para inauguração e pleno funcionamento deste hospital para servir o povo. " Vou continuar lutando junto ao governo Flávio Dino, para viabilizar os outros convênios pendentes  no estado para atender ao município de Buritirana ". Disse Leo Cunha.

RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL APRESENTADO EM AUDIÊNCIA PÚBLICA
Vila Nova dos Martírios – A Prefeitura de Vila Nova dos Martírios foi à Câmara Municipal na terça-feira (17), e apresentou em Audiência Pública o Relatório de Gestão Fiscal, o qual fora apresentado pelo Contador Marcelo Rodrigues Chaves acompanhado do Ex-Contador do Município, Itamar Batista da Cruz.
Segundo os Relatórios apresentados o Município arrecadou no exercício, um montante no valor de R$ 22.375.459,63, da qual se obteve uma Receita Corrente Líquida no total de R$ 21.674.518,90 e um gasto com Despesas de Pessoal de R$ 11.679.266,19, o que equivale a 53,88% da RCL, cumprindo o inciso III do artigo 20 da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

quinta-feira, 26 de março de 2015

Hildo Rocha apresenta requerimento em defesa dos trabalhadores da indústria guseira


Em pronunciamento no plenário da Câmara Federal, terça-feira (24) o deputado Hildo Rocha manifestou apreensão com a crise vivenciada pelas indústrias de ferro-gusa instaladas no Maranhão que está ocasionando a demissão de trabalhadores do setor. O parlamentar citou o caso da Margusa, localizada no município de Bacabeira, que atua no Estado há 17 anos. “A empresa desligou as maquinas, fechou as portas e está demitindo 360 empregados”, argumentou. 

Rocha argumentou que para cada emprego, na indústria de gusa, são gerados cinco indiretamente. “Portanto, estamos falando de 1.800 pais ou mães de famílias desempregados, o impacto é muito forte na economia maranhense”, destacou. 

Crise
O Estado é o segundo maior produtor de ferro gusa do Brasil. 100% da produção maranhense tem como destino a exportação. Diferente de Minas Gerais que tem o mercado interno como principal comprador. Segundo o parlamentar, a atividade está ameaçada por causa da desvalorização da moeda chinesa, principal comprador da produção maranhense. 

Mas, o fator determinante para a crise do setor, é o descumprimento, por parte do Governo Federal da legislação do reintegra. Desde o final do ano passado o tesouro nacional não está devolvendo o valor do PIS/COFINS arrecadado conforme estabelece a legislação do reintegra”, declarou.

Rocha alertou que a crise já se aproxima da cidade de Açailândia com a possibilidade do fechamento de mais quatro empresas: Gusa Nordeste; Viena; Siderúrgica Pindaré; e Siderúrgica Guarani. 


Providências
O parlamentar encaminhou, aos ministros, Armando Monteiro, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior; e Joaquim Levy, da Fazenda, requerimento solicitando providências para a regularização do problema evitando, assim, que mais 11.000 mil famílias venham a ser prejudicadas.

Aço verde
Outra ação apontada por Hildo Rocha, para ajudar no fortalecimento da indústria guseira maranhense, é o apoio do Governo Federal na conclusão da Aciaria Nordeste. “Quando entrar em operação, a empresa irá adquirir parte do ferro-gusa produzido no Maranhão. Será a primeira indústria do mundo a produzir o aço verde”, afirmou.

Considera-se “verde” o aço produzido com a utilização de carvão vegetal obtido de madeira originária de reflorestamento, em substituição ao carvão mineral que é mais poluente e mais agressivo ao meio ambiente.

Iniciativa sustentável reaproveita água e economiza mais de 30% no consumo


Com o investimento em sistema de tratamento próprio, a Motoca evita o desperdício de mais de 12 mil litros de água por dia
O último fim de semana foi marcado por campanhas sustentáveis em comemoração ao Dia Mundial da Água, afinal, a atual crise hídrica do país chama atenção de toda a população para a importância da preservação.
Em Imperatriz, ideias e práticas que ajudem na redução do consumo desse bem natural têm sido cada vez mais procuradas. Um grande destaque é o sistema de reaproveitamento de água da Motoca, que economiza mais de 30% no consumo hídrico mensal por meio do desenvolvimento de um próprio sistema de tratamento.
“A Motoca é reconhecida como uma das principais empresas que colocam em prática hábitos sustentáveis. O tratamento de água foi um dos investimentos realizados pela concessionária para contribuir diretamente com impactos positivos no nosso ambiente e gera resultados diariamente”, conta o auxiliar de manutenção, Ricardo Pereira, responsável por todo o processo de tratamento de água da Motoca.
Inaugurada em abril de 2014, a Estação de Tratamento de Água (ETA) entrou em operação em agosto do mesmo ano. Em sete meses operando, a empresa já economizou cerca de 2 milhões de litros de água, o equivalente ao consumo de mais de 9 mil residências.
Toda a água utilizada nos boxes de lavagem e da oficina na concessionária é tratada e reaproveitada. “O processo inicia ainda nos boxes de lavagem das motos. Por um sistema de escoamento, essa água desce para uma caixa separadora, que separa a água do óleo e areia. A partir daí, vai para o tanque de água de bruta, depois segue para a ETA, onde a água é tratada, e retorna novamente para os boxes de lavagem para ser reaproveitada”, explica Ricardo.
Com esta iniciativa, mais de 12 mil litros de água são poupados do desperdício diariamente.
Sustentabilidade – Entre outros hábitos, a Motoca implementa na rotina do colaborador, e nos princípios ambientais da empresa, a prática da coleta seletiva e a destinação correta de todo o óleo de veículos que iria para descarte.
“O que iria para o lixo vai para o projeto Ecocemar, que faz a reciclagem do material e ainda nos permite doar bônus na conta de energia para instituições filantrópicas. Já o óleo, vai para uma empresa especializada em refinaria, que aproveita o material para fazer sabão ou para reutilizá-lo”, explica o auxiliar de manutenção, Ricardo Pereira.
Atualmente, a concessionária faz o teste de produtos de limpeza biodegradáveis para a higiene das motos, que possibilita a qualidade na saúde do colaborador e na preservação do meio ambiente.
Assessoria de Imprensa

PREFEITO VAGTONIO BRANDÃO HUMANIZA SUA GESTÃO


Prefeito Vagtonio Brandão investe no maior patrimônio "O SER HUMANO"
Com foco na valorização do ser humano, através da melhoria do atendimento ao munícipe, a prefeitura de Buritirana ministrará o curso “Qualidade no Atendimento público”.
A capacitação será aberta a todos servidores vinculados a prefeitura. O curso será ministrado por profissionais qualificados.
O objetivo do curso segundo o Prefeito Vagtonio Brandão, é padronizar o atendimento de todos os setores da prefeitura, bem como ter colaboradores mais motivados e comprometidos com as questões públicas, melhorando o processo de comunicação.
As vagas são ilimitadas e os interessados em participar devem entrar em contato na Secretaria onde é lotado.
O encontro abordará temas diversos e dará início dia 27/03/2015 e se estenderá até o dia 29/03/2015.
.
Conforme o prefeito Vagtonio Brandão o foco principal da capacitação é a valorização do ser humano, com ênfase na qualidade de vida e de trabalho dos profissionais. “Quanto mais suporte proporcionamos a nossa equipe, mais motivados eles ficam”.
Como resultado, Vagonio Brandão espera que a capacitação seja revertida em qualidade no atendimento ao buritiranense. “É preciso mudar de uma vez por todas a má imagem do atendimento de órgãos públicos”, finalizou..

quarta-feira, 25 de março de 2015

Expresso Açailândia é a terceira melhor avaliada em pesquisa da ANTT


A empresa Expresso Açailândia que atua no transporte interestadual rodoviário de passageiros foi a terceira melhor avaliada no Índice geral de satisfação dos passageiros interestadual do Maranhão, e a primeira empresa genuinamente maranhense. Em pesquisa realizada pela ANTT - Agencia Nacional de Transportes e Terrestres.
A ANTT diz que o levantamento é realizado em todas as regiões do País e é importante para verificar quais os principais problemas enfrentados nas viagens e com o atendimento dado pelas empresas. A partir do resultado da pesquisa, serão criadas ações de fiscalizações e de operação específicas ao que foi relatado pelos passageiros.
Segundo a direção da empresa, a Expresso Açailândia vem procurando Prestar um serviços de transporte de passageiros, interestadual rodoviário de qualidade, garantindo conforto e segurança aos clientes, proporcionando, assim, um atendimento eficaz às necessidades de locomoção da população.
Uma das preocupações que a empresa tem hoje, para oferecer uma melhor experiência segura de viagem, é quanto ao preenchimento correto do bilhete de passagem contendo todos os dados pessoais do cliente para que ele seja identificado e amparado pelo seguro em caso de acidentes, danos ou perdas de bagagens ou qualquer outra situação.
A Expresso Açailândia se preocupa com a responsabilidade social procurando cumprir rigorosamente a legislação, que enfatiza que a empresas prestadora de transporte rodoviário devem reservar 2(dois) assentos gratuitos, em cada ônibus e quando os dois lugares já estiverem preenchidos conceder desconto mínimo de 50% no valor da passagem para ocupação dos demais assentos.
Para garantir o acesso todos os colaboradores estão comprometido com a orientação, informando que os idosos devem estar com os documentos necessários que são a carteira do idoso, que pode ser adquirida nas secretárias Municipais de Assistência Social ou congêneres, e outro documento de identificação com foto.
IMG-20150314-WA0007

Campanha da Fraternidade é divulgada durante sessão da Câmara Municipal

Raimundo Primeiro

No final dos trabalhos legislativos desta terça-feira, 24, o vereador José Carlos Soares Barros (PTB), presidente da Câmara Municipal, falou sobre a presença de coordenadores da Campanha da Fraternidade em Imperatriz na Casa de Leis, durante “Tribuna Popular”, solicitada pelo vereador Carlos Hermes (PCdoB), destacando a importância que o evento tem para a sociedade, já que seus objetivos permanentes são despertar o espírito comunitário e cristão do povo de Deus, comprometendo, em particular, os cristãos na busca do bem comum.
José Carlos Soares observou, a propósito, que os objetivos do vereador Carlos Hermes foram atingidos, tendo em vista que a exposição feita pelos coordenadores da Campanha da Fraternidade em Imperatriz conseguiu fazer com que os parlamentares e populares presentes aos trabalhos da manhã de ontem, da Câmara Municipal, entendessem a real finalidade da ação, desenvolvida há 53 anos pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).
Agora em 2015, a Campanha da Fraternidade tem como tema “Fraternidade, Igreja e Sociedade” e como lema “Eu vim para servir”, visando aprofundar, à luz do Evangelho, o diálogo e a colaboração entre a Igreja e a sociedade, propostos pelo Concílio Vaticano II, uma série de conferências, como serviço ao povo brasileiro, para a edificação do Reino de Deus, identificando as questões desafiadoras na evangelização da sociedade e estabelecendo parâmetros e indicadores para a ação pastoral.
“Atendemos ao pedido feito pelo vereador Carlos Hermes e, assim, ficamos felizes com a vinda, aqui na ‘Tribuna Popular’, dos membros da Igreja Católica parando sobre a Campanha da Fraternidade. Estamos mostrando, desta forma, que a Casa está cumprindo com o propósito de trazer, cada vez mais, a participação dos vários setores da sociedade. Um tema importante, com certeza”, reforçou.
O vereador José Carlos Soares aproveitou para lembrar que sua formação religiosa é católica, assinalando ter “nascido e crescido na Paróquia São Francisco de Assis”, localizada na rua Luís Domingues (praça Brasil), na região central de Imperatriz. “Os meus filhos, também, receberam educação religiosa, através da Igreja São Francisco”.
Da sessão com “Tribuna Popular” da Câmara Municipal participaram o padre Antonio José, da Paróquia Santa Inês, situada no bairro Santa Inês, e Eduardo Camberiba. “É importante o envolvimento de todos, pois sem a participação do povo, dos leigos e das leigas, a campanha não acontece”, afirmou Eduardo Camberiba, acrescentando que as ações da Campanha da Fraternidade estão acontecendo desde o início do ano e a Coordenação já tendo visitado os 13 municípios que integram a Diocese de Imperatriz.


ENTREVISTA
Padre Antonio José: “Nos próximos dias, as ações serão intensificadas”

Membro da Comissão Coordenadora da Campanha da Fraternidade 2015 em Imperatriz, o padre Antonio José, da Paróquia Santa Inês, localizada no bairro Santa Inês, fala sobre os trabalhos que estão acontecendo e o que será colocado em prática nos próximos dias, com a finalidade de atingir os objetivos traçados pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). A seguir, confira entrevista na íntegra.

Qual o objetivo de vocês?
Padre Antonio José – O nosso objetivo é fazer com que a nossa mensagem chegue aos diversos setores da comunidade de Imperatriz, por meio da proposta de Cristo, através da Campanha da Fraternidade, afirmando: ‘que Igreja e sociedade possam ficar juntas, aprofundando o Evangelho com diálogo’. Trata-se um serviço em prol da sociedade brasileira, em atendimento ao próprio Reino de Deus.
E sobre as ações? Como os trabalhos estão acontecendo?
Padre Antonio José – O trabalho é no sentido de que a Campanha da Fraternidade seja levada para os vários setores da sociedade. Um dos objetivos é, principalmente, a Reforma Política. Estamos colhendo assinaturas nas comunidades, nas paróquias. Queremos uma reforma eficaz.
E sobre o encontro com os vereadores?
Padre Antonio José – Fomos muito bem recepcionados pelos vereadores de Imperatriz. Que a mensagem de Cristo, ilumine os corações deles [vereadores] e que eles possam contribuir ainda mais com a sociedade, que grita por ruas melhores, educação de qualidade; o direito de ir e vir, como diz a Constituição Brasileira.
Qual o ponto máximo da Campanha da Fraternidade?
Padre Antonio José – A Campanha acontece durante o ano todo, mas sua intensidade ocorrerá agora, nos próximos quarenta dias. No próximo domingo, teremos o Domingo de Ramos e a Coleta da Solidariedade, por meio da qual arrecadamos, visando o desenvolvimento dos projetos da campanha, aprovados e apoiados anualmente, em níveis local, regional e nacional.  (Raimundo Primeiro)

terça-feira, 24 de março de 2015

Governo atende Léo Cunha e recupera ponte

O Secretário de Infraestrutura Clayton Noleto, atendendo solicitação do deputado Leo Cunha, mandou construir a ponte da MA-119 que liga os municípios de Paulo Ramos e Lago da Pedra. No local tinha sido aberta uma cratera devido as fortes chuvas que caíram na região levando a ponte existente.
O prefeito de Paulo Ramos, Dr.Tanclêdo Lima, reconhecendo o empenho do deputado em resolver este problema junto ao governo, enviou uma mensagem: “Deputado Leo Cunha, você que recebeu uma votação expressiva em nosso município (3.768 votos), quero em meu nome e do povo ao qual represento agradecer pelo seu empenho junto ao governo do estado, na pessoa do secretário da SINFRA, senhor Clayton Noleto pela forma como atenderam nossa solicitação de providenciar a recuperação do acesso interrompido entre Paulo Ramos e Lago da Pedra, com a construção da ponte, que permitiu o acesso entre os dois municípios nesta tarde de domingo (22), a referida rodovia já foi liberada para trafego de veículos”. Frisou.
O deputado Leo Cunha, agradeceu também ao Governo do Estado pelo empenho e dedicação em resolver esta situação: “Na história de Paulo Ramos nunca um governo foi tão atuante como nestes três dias, quando o secretário de Infraestrutura, mandou executar esta importante obra em caráter emergencial, para tirar nosso povo do isolamento, quero parabenizar o governador Flávio Dino, pelo grande trabalho que seu secretário Clayton Noleto vem desenvolvendo nesta pasta, vou continuar lutando para levar as obras necessárias ao desenvolvimento deste importante município Maranhense”. Assinalou.

Projeto de Lei de Hildo Rocha será debatido na TV Câmara


O deputado federal Hildo Rocha (PMDB/MA) foi o convidado especial do Programa Palavra Aberta, da TV Câmara, que foi ao ar na terça-feira, 24, às 8h15, com reprise às 21h15. A entrevista teve como pauta o Projeto de Lei 630/2015, apresentado pelo parlamentar maranhense, que prevê o acréscimo de mais um item de segurança nos carros fabricados no Brasil.

Segundo Hildo Rocha, quando o Código de Trânsito Brasileiro – CTB – foi editado, apenas alguns equipamentos tornaram-se obrigatórios para todos os veículos, como cinto de segurança e o encosto de cabeça.
Rocha explicou que ao regulamentar a questão, por meio da Resolução 14/98, o Conselho Nacional de Trânsito – CONTRAN – vem ampliando os itens de segurança. A proposta do parlamentar prevê a inclusão de barras antiesmagamento para proteção dos passageiros, nos casos de capotamento.

O Programa Palavra Aberta, da TV Câmara, é espaço em que os parlamentares federais, debatem propostas que tramitam no Congresso Nacional. O programa dá uma ampla visão da diversidade de temas que são tratados no parlamento brasileiro. O convite formulado ao deputado Hildo Rocha é mais um reconhecimento ao empenho e à dedicação do parlamentar maranhense.

segunda-feira, 23 de março de 2015

Origem de R$ 426 mil no caixa de campanha ameaça mandato de Waldir Maranhão

Ministério Público questiona origem de R$ 426 mil gastos por vice-presidente da Câmara em campanha e apura se dinheiro saiu da Lava Jato

Do Estadão
Apontado pelo doleiro Alberto Youssef - um dos alvos centrais da Operação Lava Jato - como beneficiário do esquema de corrupção na Petrobrás, o deputado Waldir Maranhão (PP-MA), vice-presidente da Câmara, não consegue explicar a origem de R$ 426 mil que entraram no caixa de sua campanha em 2010. A afirmação é do Ministério Público Federal no processo em que pediu a cassação do mandato obtido pelo político naquele ano. Se for condenado, ficará inelegível por oito anos.
O Ministério Público no Maranhão disse que a inconsistência nas contas eleitorais do vice da Câmara pode ter ligação com o esquema investigado na Lava Jato - segundo os investigadores, recursos desviados da estatal abasteceram campanhas eleitorais. Mas o órgão ressalva que ainda não possui dados para comprovar a relação.
O Estado teve acesso à íntegra da ação, que corre em segredo de Justiça. Os documentos mostram que o deputado foi instado a retificar sua prestação de contas pela Justiça Eleitoral maranhense. Mesmo após as correções, o Tribunal Regional Eleitoral decidiu reprovar suas contas e aprovar a quebra de seus sigilos bancário e fiscal.
Maranhão diz que o dinheiro era proveniente de recursos próprios. Mas chamou atenção das autoridades o fato de ele ter declarado, no mesmo ano, patrimônio líquido de R$ 16,5 mil (dinheiro em espécie), muito menos do que doou para si. Em um primeiro momento, o vice da Câmara justificou dizendo que "esqueceu de declarar o valor em espécie de R$ 200 mil".
Afirmou ainda que financiou sua campanha com seu salário de deputado federal, à época fixado em R$ 16,5 mil mensais. Em outro momento, acrescentou que contava com dinheiro da venda de sua casa - R$ 550 mil, em 4 de agosto de 2010. O valor seria recebido em três parcelas, sendo a última para outubro daquele ano. A Justiça rejeitou as explicações e reprovou as contas.

Divergência

O juiz José Carlos Sousa Silva, relator das contas, escreveu que "não foi apresentada justificativa aceitável" para a divergência dos rendimentos. "Não é razoável acreditar que tenha economizado a totalidade de seus ganhos", diz um dos pareceres do Ministério Público apresentados ao TRE.
Após a reprovação, foi iniciado o processo de cassação do mandato, ainda em 2011. Nas alegações finais, apresentadas em 9 de janeiro de 2015, o Ministério Público afirmou que a quebra dos sigilos de Maranhão não permitiu ter "elementos que comprovem a transação imobiliária" e os extratos bancários "não registram movimentação financeira em quantia que justifique a venda". A Procuradoria ainda destacou o fato de Maranhão ter omitido o negócio de sua prestação de contas e não ter apresentado a escritura de compra e venda.

Recursos

Diversos recursos apresentados pela defesa do político contribuíram para retardar o julgamento. O próprio TRE afirmou, em nota enviada à reportagem, que "há uma série de incidentes e recursos utilizados pela defesa do parlamentar que redundaram nesse 'atraso' na prestação jurisdicional".
A demora beneficia o deputado. No início de 2015, sua defesa pediu que a ação fosse extinta sem que a cassação fosse apreciada pelo TRE. O argumento é que a cassação perdeu sentido, pois o mandato questionado acabou em 31 de janeiro, um dia antes de o maranhense assumir novo mandato (para o qual foi eleito em 2014) e ser escolhido 1.º vice-presidente da Câmara.
O TRE e o Ministério Público no Maranhão afirmaram que a ação precisa ser julgada mesmo com o mandato encerrado porque, se condenado, o deputado pode ficar inelegível. Segundo o TRE, o caso deve ir a plenário até abril. Os dois órgãos explicaram que Maranhão pôde ser candidato em 2014 e obter um novo mandato porque a reprovação das contas de eleições anteriores não o impede de obter a certidão de quitação eleitoral.
Em 6 de março deste ano, o Supremo Tribunal Federal aceitou abrir inquérito para investigar Maranhão por formação de quadrilha no âmbito da Lava Jato. Entre os políticos investigados no Supremo, a maioria é do PP. Maranhão foi citado por Youssef como um dos políticos de legenda "cuja posição era de menor relevância dentro do partido e que recebiam entre R$ 30 mil e R$ 150 mil por mês".

Surpresa

O deputado Waldir Maranhão afirmou, por meio de sua assessoria de imprensa, que as explicações que tem para dar sobre o caso são as que constam do processo e não tem nada a acrescentar. Disse ainda ter ficado surpreso com a inclusão de seu nome entre os políticos envolvidos na Lava Jato e está à disposição das autoridades.

Governo do Maranhão já gastou mais de R$ 2,1 milhões em diárias

O novo governo do Maranhão, eleito sob esperança fundada em aparências, não conseguiu se diferenciar da gestão anterior e desembolsou dos cofres públicos, em menos de três meses, o total de R$ 2.179.380,86 no pagamento de diárias a servidores do Executivo estadual.
Pasta comandada por Áurea Prazeres lidera gastos com pagamento de diários no governo Dino
Divulgação Mestra em gastos Pasta comandada por Áurea Prazeres lidera gastos com pagamento de diários no governo Dino
A Secretaria de Estado da Educação (Seduc), comandada pela professora Áurea Prazeres, é a campeã nos gastos do dinheiro do contribuinte maranhense. Ao todo, foram consumidos o total de R$ 568.919,00 apenas em viagens dentro do estado, e mais R$ 37.738,00 em viagens no país, mas fora do estado.
Os dados dos gastos do governo Flávio Dino nos meses de janeiro, fevereiro e nos 22 dias do mês de março com pagamento de diárias são do próprio Portal da Transparência.
As outras unidades do estado que lideram os gastos com diárias, dentro do estado, são a Polícia Civil, com R$ 289.728,00; o Viva Cidadão, órgão onde o vice-presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), emplacou o sogro, com R$ 250.354,00; o Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial (Inmeq), com R$ 165.532,43; e a Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), que fecha o top five da lista com R$ 85.789,00.
A demora na atualização do site orçamentário, porém, torna os valores divulgados pelo secretário de Transparência e Controle, Rodrigo Lago, defasados. Gastos de uma viagem feita aos Estados Unidos pelo secretário adjunto de Educação, Milton Campelo, e de uma técnica da Seduc, por exemplo, ainda não foram incluídos no portal, embora a dupla já tenha retornado ao Maranhão há mais de três semanas.
Segundo a Lei 8.112/90, a “Lei dos Funcionários Públicos”, todos os servidores que efetuem deslocamentos por motivo de trabalho têm o direito a diárias e passagens. A diária é a verba que paga despesas como alimentação, estadia e deslocamento no local da viagem.

Quem apostou perdeu

Da coluna Repórter Tempo
Quem apostou que com o fim do seu mandato senatorial o ex-presidente José Sarney mergulharia no anonimato dos “sem prestígio” e, angustiado, se dedicaria apenas à literatura, perdeu. Ao contrário do que lhe foi prognosticado por muitos, inclusive por cultuados analistas políticos da chamada grande imprensa, Sarney está politicamente vivo e, agora sem as obrigações do mandato na Câmara Alta, se movimenta com desenvoltura nos bastidores da política nacional, transformado que está numa espécie de conselheiro máster da presidente Dilma Rousseff, com o objetivo de tirar o governo da enrascada política em que se meteu por causa do cenário econômico de crise.
Ao mesmo tempo, Sarney se mantém ativo nas searas políticas do Maranhão e do Amapá, onde continua como principal referência dos grupos que seguem a sua orientação.
Aos 85 anos, Sarney está fisicamente bem e com a lucidez na plenitude, resultado de uma vida quase monástica e intelectualmente dedicada à política e à literatura.
Leia também
Dilma destaca o legado de Sarney…
O prestígio de Sarney…
Agora sem mandato, ele cultiva, mais do que nunca, a sua máxima preferida, segundo a qual a política só tem porta de entrada, daí sua movimentação no circuito Brasília-São Luís-Macapá.
No plano nacional, o ex-presidente da República está atuando intensamente como interlocutor da presidente Dilma, com quem conversou pelo menos três vezes nas últimas duas semanas, e oráculo do PMDB, que o mantém em posição de proa, principalmente nos momentos de crise.
Nos bastidores de Brasília, é corrente que a cúpula do PMDB não dá um passo sem ouvi-lo, a começar pelo presidente do Senado e do Congresso Nacional, senador Renan Calheiros (PMDB-AL).
Sarney mantém um frequente canal de conversas com o ex-presidente Lula, que também o consulta, independente de o momento ser ou não de crise.

domingo, 22 de março de 2015

As ações do Deputado Hildo Rocha em favor dos municípios maranhenses


É inegável o esforço que o Deputado Hildo Rocha tem feito para apresentar resultados práticos e dar respostas satisfatórias para as demandas da população maranhense. Para alcançar esses objetivos, o parlamentar mantém uma rotina de trabalho que ocupa todos os espaços da sua agenda de compromissos.

Esta semana, Hildo Rocha recebeu em seu gabinete prefeitos, prefeitas, secretários e secretárias municipais que foram a Brasília em busca de benefícios para os municípios que representam; participou da instalação da Comissão Especial do Pacto Federativo, da qual é membro titular; esteve presente em todas as sessões deliberativas da Câmara Federal, se reuniu com o presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, Antonio Idilvan de Lima Alencar; teve audiências com Kátia Abreu, Ministra da Agricultura, e com o Ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas.

Parcerias
No encontro com o Ministro Gabas, Hildo Rocha reivindicou melhorias para as instalações físicas da agência do INSS de Lago da Pedra, e providências para suprir a falta de médicos peritos naquela cidade e também no município de Urbano Santos. “O Ministro disse que foi encaminhada, ao Congresso Nacional, uma MP (Medida Provisória) que prevê a formalização de parcerias para que médicos dos municípios possam exercer a atividade de peritos do INSS”, declarou Hildo Rocha.

Novas agências
O Ministro garantiu que as agências do INSS já iniciadas serão todas concluídas ao longo deste ano. Quanto à instalação de agências nos municípios de Buriticupu, Cantanhede e Itapecuru-Mirim, Carlos Eduardo Gabas informou que serão construídas em 2016.

Pendências
No encontro com o presidente do FNDE, Hildo Rocha tratou sobre pendências referentes aos municípios de Bom Jardim, Buriticupu, Miranda do Norte e Urbano Santos.

No ministério da Agricultura, acompanhado de membros da Bancada Federal maranhense, Hildo Rocha participou de reuniões que serviram para definir encaminhamentos reivindicações de interesse do Estado do Maranhão.


Sexta-feira (20); em São Luis, Hildo Rocha se reuniu com o Superintendente do Banco do Nordeste e produtores rurais de Barra do Corda para discutir acerca de demanda da categoria junto à instituição financeira. À noite na Associação dos Moradores do Bairro Fé em Deus, acompanhado do Deputado Estadual Eduardo Braide, participou de reunião promovida pelo Fórum Comunitário do PAC Rio Anil que teve como pauta projetos elaborados pelo Instituto de Desenvolvimento Humano e Proteção Ambiental e questões referentes ao PAC Rio Anil.

Atuação parlamentar
Hildo Rocha é membro titular de duas comissões: Desenvolvimento Urbano e do Pacto Federativo e suplente nas Comissões de Justiça e de Finanças e Tributação. Em menos de dois meses de atuação no parlamento, Hildo Rocha já fez treze pronunciamentos, apresentou quatro projetos de leis, fez três requerimentos parlamentares e participou das reuniões das Comissões.

Soma-se a essas atividades, a presença em todas as sessões deliberativas; audiências com o vice-presidente Michel Temer; com o Diretor de Infraestrutura Rodoviária do DNIT, Luis Guilherme Rodrigues; com o Ministro da Pesca, Helder Barbalho; e as visitas que fez aos municípios de Urbano Santos, Barra do Corda, Presidente Dutra, Bom Jardim e Miranda do Norte.
 

sexta-feira, 20 de março de 2015

Imperatriz e Açailandia terá revisão eleitoral por biometria


Os juízes eleitorais de Imperatriz e Açailândia, juntamente com os chefes de cartórios, se reuniram nesta terça-feira, 17 de março, com o juiz auxiliar Sebastião Bonfim (presidência), o diretor Gustavo Campos (geral) e o secretário Wagner Sales (Tecnologia da Informação) para discutirem os preparativos para a revisão do eleitorado dos dois municípios pela biometria. 
A realização da biometria nesses municípios dependerá da parceria de lideranças políticas e da imprensa que prestarão apoio na mobilização dos eleitores. “O êxito deste recadastramento biométrico também dependerá do esforço do poder público local”, acrescentou Bonfim. Este ano, o Tribunal Superior Eleitoral estabeleceu como meta cadastrar 1 milhão e 600 mil eleitores a mais com dados biométricos para o pleito de 2016 no Maranhão. 

Para tanto, o TRE traçou cronograma de implantação nos municípios com os maiores colégios eleitorais. De acordo com cronograma apresentado pelo secretário de Tecnologia da Informação, a ação em Imperatriz e Açailândia ocorrerá em duas etapas e levará 6 e 4 meses, respectivamente, entre o recadastramento voluntário e a revisão obrigatória, com data de início dos trabalhos ainda a ser determinada pelo TRE-MA. A notícia foi recebida com entusiasmo pelos magistrados e servidores das zonas, que se comprometeram a não medir esforços para a concretização do projeto.

Fábio Braga pede sinalização da Rodovia que interliga Vargem Grande a Coroatá


Fábio Braga (PTdoB
Fábio Braga (PTdoB)

O deputado Fábio Braga (PTdoB) protocolou indicação na Assembleia Legislativa, já encaminhada ao secretário de Estado de Infraestrutura, Clayton Noleto, pedindo, em caráter de urgência, a sinalização horizontal e vertical da MA-020, entre Vargem Grande e Coroatá.
Na indicação, o deputado Fábio Braga esclarece ao secretário Clayton Noleto que o serviço de sinalização é muito importante, porque MA-020 é uma rodovia intermunicipal que registra um intenso tráfego de veículos leves, pesados, motocicletas e pedestres. Que nesse período chuvoso fica ainda mais perigoso, sem as devidas sinalizações.
Para Fábio Braga, a MA-020 é importante porque possibilita o abastecimento de produtos para o comércio dos municípios da Mesorregião Leste Maranhense, onde residem milhares de famílias, que enfrentam transtornos pela falta da sinalização da rodovia.
Fábio Braga disse que aposta na sensibilidade do secretário Clayton Noleto, que orientado pela determinação do governador Flávio Dino de recuperar a malha viária, atenderá o pleito da população da Mesorregião Leste Maranhense.

Weverton apresenta emendas que altera regras dos benefícios da Previdência Social

O deputado Weverton Rocha (PDT) apresentou, na Câmara Federal, quatro emendas para as Medidas Provisórias 664 e 665 que, respectivamente, estabelecem novas regras para as concessões do auxílio doença e pensão por morte (664/2014), seguro desemprego e do abono salarial (665/2014).
Weverton solicita, através da emenda 039 da MP 664, que a pensão por morte seja estendida até os 24 anos de idade, em vez de 21 anos, caso este seja ainda estudante de nível superior. O parlamentar justifica a medida. “Essa configuração é a mesma utilizada para o Imposto de Renda, no que condiz aos dependentes dos contribuintes”, explicou.
Weverton Rocha (PDT)
Weverton Rocha (PDT)

A terceira emenda, também da MP 664, sugere que a pensão por morte devida ao cônjuge, companheiro ou companheira, deva ser vitalícia, salvo, se a idade do beneficiário for igual ou inferior a 29 anos. “O nosso entendimento é que a destinação de pensão não vitalícia deva se restringir a beneficiários que estejam inseridos em faixas etárias inferiores a 29 (vinte e nove) anos. Entendemos que à medida que se avança na idade, torna-se cada vez mais difícil à colocação ou recolocação no mercado de trabalho, razão pela qual a emenda preserva a condição de vitaliciedade para o restante da população”.
Na Medida Provisória 665/2014, Weverton apresentou a Emenda 00139, que assegura o recebimento de abono salarial anual, para quem recebe até dois salários e contribui para o PIS – Programa de Integração Social ou PASEP – Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público, em um prazo de 60 dias, em vez de seis meses ininterruptos, como na proposta original, o que prejudicaria a percepção do benéfico àqueles trabalhadores da construção civil e agricultores que formalizam contratos por tempo determinado inferiores a seis meses.
O pedetista pretende, ainda, com a Emenda da 0140 da MP 665, corrigir a dificuldade proposta pela MP original, quanto ao recebimento do seguro,principalmente, aos jovens. Segundo o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), cerca de 30% deles serão atingidos diretamente pela medida, sobretudo ao se elevar de 6 para 18 meses o tempo de trabalho necessário para a concessão do seguro desemprego no caso da primeira solicitação. A proposta da emenda é alterar o recebimento do benefício, com um escalonamento que proteja os jovens em diferentes faixas etárias:
a) a seis meses anteriores à data da dispensa, quando da primeira solicitação forem jovens até 24 anos;
b) a pelo menos dez meses à data da dispensa quando jovens de 25 a 29 anos na primeira solicitação;
c) a pelo menos doze meses a partir de 30 anos na sua primeira, segunda e demais solicitações.
A emenda propõe aumento nas sanções administrativas para o empregador que infrigir a legislação. As multas serão de R$ 10 mil a R$ 100 mil. “Com a emenda saneamos a Medida Provisória, fazendo com que a mesma cumpra seu papel proposto sem prejudicar os jovens trabalhadores” ressaltou o parlamentar maranhense. O deputado aguarda a instalação das Comissão que cuidará da análise dessas emendas.

Imperatriz irá se transformar na capital política do Maranhão


 
Encontro está sendo promovido pela Famem com o apoio do prefeito Sebastião Madeira.
Encontro está sendo promovido pela Famem com o apoio do prefeito Sebastião Madeira.

Imperatriz irá se transformar, no próximo dia 27, na capital política do estado, sendo palco de importante debate sobre a situação dos municípios.
É desta forma que representantes da classe política estão avaliando o encontro entre prefeitos, prefeitas e membros (deputados federais e senadores) da Bancada Maranhense em Brasília, que acontecerá nas dependências do Aracati Officer, no Centro do município.
Também irão participar deputados estaduais; vereadores; representantes do primeiro escalão do Governo Federal, como diretores da Caixa Econômica Federal e do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT); além do governador Flávio Dino (PC do B).
O encontro – promovido pela Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), em parceria com a Bancada Maranhense e com o apoio do prefeito Sebastião Madeira (PSDB) – será a primeira atividade da versão 2015 do “Município em Foco”, projeto desenvolvido pela entidade municipalista que visa congregar os gestores públicos maranhenses para discutir e elaborar políticas públicas eficientes e adequadas para cada uma das regiões do estado.
Também integra um rol de ações da Famem e da Bancada que visam manter um canal permanente de diálogo entre os agentes da classe política no sentido de discutir e acompanhar permanentemente as proposições de interesse dos municípios que estão tramitando no Congresso Nacional.
“Será um dia histórico, tenho certeza, no qual praticamente todos os agentes da classe política maranhense estarão juntos, na segunda maior cidade do estado e principal da Região Tocantina, discutindo as problemáticas que afligem os municípios, dentre elas temas ligados a mobilidade urbana [situação das rodovias estaduais e federais], convênios e outros.
Além disso, será um marco porque será a primeira vez, depois de anos, que todos os membros da Bancada Federal estarão no município. Imperatriz e a administração municipal se sentem honradas em estar apoiando este grande evento”, afirmou Sebastião Madeira.
Sistemática – O presidente da Famem, prefeito Gil Cutrim (São José de Ribamar), explicou que o encontro terá uma sistemática leve com o objetivo de dar voz a todos os participantes. “Faremos a abertura, às 9h, apresentando, de forma sucinta, a atual situação econômica dos municípios e as principais reivindicações dos mesmos.
Em seguida, abriremos espaço para os participantes, inclusive os representantes do Governo Federal que serão questionados sobre vários assuntos. Será uma grande plenária com foco exclusivo nos assuntos de interesse das cidades”, disse ressaltando que novas versões da reunião também serão realizadas em outras regiões do Maranhão ao longo deste ano.
Ele lembrou que no mês passado esteve em Brasília, acompanhado de cerca de 40 prefeitos, oportunidade na qual entregou aos membros da Bancada documento contendo várias proposições (projetos de lei) de interesse dos municípios e que estão tramitando na Câmara e Senado Federal.
Já o coordenador da Bancada Maranhense em Brasília, deputado federal Pedro Fernandes (PTB), ressaltou a importância deste primeiro encontro como mecanismo para fortalecer os laços entre todos os agentes da classe política em torno dos municípios e de suas populações.
Textos, fotos, artes e vídeos do Imirante.com estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do site em qualquer meio de comunicação sem autorização do Imirante.com. O objetivo é proteger o investimento que o Imirante faz na qualidade de seu jornalismo. Para compartilhar esse conteúdo, por favor enviar um e-mail para: imirante@mirante.com.br

Governo edita MP sobre renegociação de dívidas dos clubes de futebol


Clubes beneficiados deverão cumprir uma série de contrapartidas, como transparência nas contas e investimentos nas categorias de base e no futebol feminino.
Esporte - Geral - Selo futebol
Após acordo prévio com deputados, o governo federal editou uma medida provisória para renegociação de dívidas dos clubes e modernização do futebol. O texto permite o pagamento das dívidas em 120 ou 240 meses, desde que os clubes atendam a uma série de contrapartidas.
Para aderir ao programa de refinanciamento, os clubes precisarão:
  • publicar demonstrações contábeis padronizadas e auditadas;
  • pagar em dia as obrigações tributárias, previdenciárias e trabalhistas, inclusive o chamado direito de imagem;
  • gastar, no máximo, 70% da receita bruta com o futebol profissional;
  • manter investimento mínimo permanente nas categorias de base e no futebol feminino;
  • respeitar todas as regras de transparência da Lei Pelé (Lei 9.615/98);
  • não antecipar receitas previstas para mandatos futuros, a não ser em situações específicas;
  • adotar um cronograma progressivo de redução do deficit, que deve ser zerado até o ano 2021.
O clube que descumprir essas regras perderá as condições de refinanciamento das dívidas e ainda poderá ser rebaixado de divisão.
Responsabilidade fiscal
Ao anunciar a medida provisória nesta quinta-feira, a presidente Dilma Rousseff ressaltou que a responsabilidade fiscal será fundamental para que o futebol se torne "financeiramente saudável".
"O nosso futebol necessita com urgência de um programa de modernização da gestão e de responsabilidade fiscal. Por isso, acredito sinceramente que o futuro do nosso futebol depende da aprovação desta legislação que temos a honra de submeter ao exame do Congresso Nacional", afirmou a presidente.
Uma renegociação mais simples das dívidas dos clubes de futebol chegou a ser aprovada pelo Congresso, no fim do ano passado, na Medida Provisória 656/14, mas essa parte do texto acabou vetada por Dilma.
Discussão no Congresso
A nova MP foi previamente discutida com deputados da comissão especial da Câmara que aprovou no ano passado um projeto de renegociação de dívidas dos clubes, conhecido como Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte ou Proforte (PLs 5201/13 e 6753/13). Esse projeto está pronto para votação no Plenário da Câmara.
Segundo o deputado Vicente Candido (PT-SP), a nova MP reproduz parte das mudanças que os deputados sugeriram no projeto e terá acréscimos, sobretudo em relação a novas fontes de recursos, alteração na concepção do desporto educacional e restrição do papel do empresário na comercialização de jogadores.
"No linguajar do futebol, [a MP] foi apenas um chute inicial. A bola, agora, volta para o Congresso Nacional, que já tem bastante acúmulo [de discussão]. Cabe agora ao Congresso procurar enriquecer essa medida. Nós temos aqui o projeto do Proforte, que tem uma emenda global e será, praticamente, o texto desta medida provisória já combinado com o governo”, disse Vicente Candido.
O deputado informou que, após a votação do tema, será formado um “grupo permanente de monitoramento, análise e confecção de mais política para o esporte brasileiro”.
Reestruturação
Relator do projeto e autor de emenda ao texto, o deputado Otavio Leite (PSDB-RJ) ressaltou o caráter suprapartidário da busca por uma solução para os problemas do futebol.
"Esse é um jogo que está para lá de depois da prorrogação. Nós estamos lutando, não é de hoje, para que se ofereça ao Brasil uma lei estruturante para o futebol, que permita aos clubes sair do atoleiro financeiro e que, ao mesmo tempo, imponha aos clubes muitas obrigações de responsabilidade fiscal, enfim, de gastar de acordo com o tamanho da perna para não acumular dívidas absurdas como sempre acumulam", disse Otavio Leite.
Há várias versões para o tamanho da dívida dos clubes de futebol. O número mais divulgado gira em torno de R$ 4 bilhões.

Íntegra da proposta:

Reportagem – José Carlos Oliveira
Edição – Pierre Triboli

Hildo Rocha reivindica melhorias no atendimento do INSS no Maranhão

 O deputado aproveitou o encontro para se informar sobre a tramitação dos projetos de instalação de agências do INSS em Buriticupu, Cantanhede e Itapecuru-mirim.

“O Ministro disse que foi encaminhada, ao Congresso Nacional, uma MP (Medida Provisória) que prevê a formalização de parcerias para que médicos dos municípios possam exercer a atividade de peritos do INSS”, comemorou Hildo Rocha.

Novas agências
O Ministro garantiu que as agências do INSS já iniciadas serão concluídas ao longo deste ano. Quanto à instalação de agências previstas para Buriticupu, Cantanhede e Itapecuru-Mirim, Carlos Eduardo Gabas informou que serão construídas em 2016.

A audiência teve a participação de Iracema Vale, prefeita de Urbano Santos e Clesiane Sousa, Secretária de Saúde do município; José Gomes, prefeito de Buriticupu, e Betel Santana, Secretária de Educação também participaram da reunião.  Veja o vídeo.


Um grito retumbante!


Raimundo Primeiro

Plausível, sem dúvida, a ideia do vereador Esmerahdson de Pinho (PSDB) a de levar, para a Câmara Municipal, as discussões sobre a implantação de cursos de mestrados no Campus de Imperatriz da Universidade Estadual do Maranhão (Uema).
O encontro, conforme enfatizou, no final da audiência pública de quinta-feira (19), Esmerahdson de Pinho, conseguiu ecoar, ou seja, atingir os objetivos, tendo em vista reunir, na Casa de Leis, os principais atores que estarão envolvidos no processo que visa consolidar antigo sonho de professores e pesquisadores.
Além do público, representantes de instituições de ensino e classistas, estiveram presentes ao encontro, participando ativamente dos debates que aconteceram no Palácio Dorgival Pinheiro de Sousa, com vereadores e diretores da Uema em Imperatriz, falando sobre a importância de cursos de mestrados no Campus local.
Com a chegada dos cursos, Imperatriz poderá, de fato, ser denominada de Pólo Universitário, pois passará a ser um dos principais centros de referência no âmbito da pesquisa, despertando a atenção de pesquisadores, que, com os daqui, fortalecerão as pesquisas que estarão sendo desenvolvidas nas diversas áreas do conhecimento.
Mas importante frisar, também, que os debates não fiquem apenas no calor das discussões ocorridas durante a audiência pública. Quero dizer ser preponderante que o assunto saia do calor das emoções momentâneas e, de fato, possa vislumbrar a verdadeira meta: viabilizar os cursos de mestrados para o Campus de Imperatriz da Uema.
Não espero observar constatada a máxima do famoso jornalista norte-americano, asseverando que “jornalismo lembra muito a brincadeira de fazer desenho na areia, que o mar apaga em questão de segundos ou minutos”.
Ao contrário de Walter Lippmann, quero que o assunto, noticiado enfaticamente pela mídia regional, vire realidade. E sobreviva. A palavra escrita tem força, e fica impregnada nas páginas das revistas e jornais para a história, perpassando tempos e adversidades. Portanto, não será como o desenho na areia e, a partir da chegada dos cursos de mestrados na Uema Imperatriz, concretizado.    
“Como a abelha que colhe o mel de diversas flores, a pessoa sábia aceita a essência das diversas escrituras e vê somente o bem em todas as religiões”. Parafraseando Mahatma Gandhi, quero dizer que a junção de esforços, cada vez mais, deverá acontecer, pois, só por meio de uma efetiva corrente, que as aspirações serão transformadas em grandes realidades. 
Concluindo, com a frase do genial Paulo Freire, lembrando que “não é possível refazer este país, democratizá-lo, humanizá-lo, torná-lo sério, com adolescentes brincando de matar gente, ofendendo a vida, destruindo o sonho, inviabilizando o amor. Se a educação sozinha não transformar a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda”.
Que venham, pois, os cursos de mestrados para o Campus de Imperatriz!
A cidade, e, obviamente, todos, ganharão!
Até a próxima!
 rprimeiroitz@gmail.com

quinta-feira, 19 de março de 2015

Vereadores discutem implantação de Mestrado na Universidade Estadual


Raimundo Primeiro

Em atendimento a solicitação feita pelo vereador Esmeradhson de Pinho (PSDB), acontece, às 9h desta quinta-feira, 19, Audiência Pública, na Câmara Municipal, para discutir sobre a implantação de um Curso de Mestrado Gratuito, no Centro de Ensino Superior de Imperatriz (Cesi), da Universidade Estadual do Maranhão (Uem).
Para o evento, foram convidados diversos agentes envolvidos no processo de implantação do Curso de Mestrado na Uema em Imperatriz, entre eles, universidade, governo do Estado e instituições ligadas a pesquisa, caso da Fapema, por exemplo.
O curso é de suma importância, pois, a partir da sua implantação, Imperatriz vai passar a fazer parte do Circuito Nacional de Pesquisas. O Município, como o Ministério da Educação (Mec) preconiza, ainda não tem como promover a Educação Continuada, com as pessoas se deslocando para outros centros, como Belém (PA) e Fortaleza (CE). "E isso é caro, pois inviabiliza a pessoa ficar dois anos fora, principalmente tendo em vista que, muitas delas, possuem famílias, ficando mais difícil ainda a busca da qualificação em outras cidades", reforça.
O vereador Esmeradhson de Pinho informou, durante reportagem na manhã de ontem, que a Audiência Pública vinha sendo articulada desde o final do ano passado. Segundo ele, trata-se de um dos mecanismos oferecidos pela Câmara para a discussão de assuntos locais.
O vereador Esmeradhson de Pinho acredita na sensibilidade e no empenho do governador Flávio Dino (PCdoB), sobretudo, em razão de o chefe do Executivo maranhense "ser um professor". A propósito, lembrou Imperatriz ser reconhecida, pelo gestor, como a segunda capital do Estado.
Presença -- A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e a Associação Comercial e Industrial de Imperatriz (ACII) também foram convidadas para a Audiência de hoje, no Palácio Dorgival Pinheiro de Sousa. Os presidentes das entidades, Francisco da Silva Almeida e Jairo Almeida dos Santos, estarão engrossando as fileiras em prol da consolidação do projeto que visa a instalação de um Curso de Mestrado no Cesi/Uema, em Imperatriz.