segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Evento social é marcado por conhecimento, solidariedade e partilha



Foram ofertadas mais de 40 ações gratuitas a população de Imperatriz.

FEST - Um dia diferenciado, marcado por muito conhecimento, partilha e solidariedade ao próximo. Essa foi à proposta da VIII Mostra de Responsabilidade Social da Faculdade de Educação Santa Terezinha (FEST) realizada neste sábado (19). O evento que teve como tema: ‘
Conhecimento, solidariedade e partilha’, ao todo, mais de 300 pessoas, entre discentes, docentes, colaboradores, parceiros, escolas e a comunidade em geral, estiveram envolvidos nas ações gratuitas no decorrer do dia.
A comunidade foi beneficiada com atividades recreativas como: atendimentos à saúde, na área da beleza, mostras, oficinas, de teatro, dança, orientação jurídica, assistência financeira, palestras, atividades esportivas, entre outras ações, todas gratuitas.

Segundo o coordenador do Núcleo de Iniciação Científica de Ensino (NEIC), Francisco Lima, o evento tem como objetivo ressaltar a importância de ações socialmente responsáveis, e também, reforçar o compromisso da instituição com o bem-estar da comunidade.

“É uma ação de grande relevância, uma ideia nova proposta pela Associação Brasileira de Mantenedoras do Ensino Superior. É o mínimo que uma instituição pode fazer para a comunidade, por isso, convidados profissionais, que chamamos de parceiros, para dar essa contribuição, prestar um serviço gratuito para sociedade”, frisou.

A diretora geral da Fest, Rosa Maria da Silva, ressaltou durante discurso na abertura do PROFEST, que a instituição já realiza diversas atividades no decorrer do ano, com a proposta de estabelecer uma ponte entre o setor acadêmico e a sociedade, por meio de ações voluntárias.

“A responsabilidade da FEST não é somente hoje, e sim todos os dias. O nosso muito obrigado a todos (as), pela presença e participação no PROFEST”.

O acadêmico do curso de Direito, Paulo Henrique Araújo, representou os discentes na abertura do PROFEST, e falou da importância da ação social realizada pelos estudantes com o ‘Trote Solidário’. Iniciativa que visa arrecadar brinquedos e alimentos para serem doados a entidades da cidade. E, também, conscientizar sobre a importância da doação de sangue e conseguir doadores aptos a doarem no Hemonúcleo de Imperatriz.

“Por meio do ‘Trote Solidário’ damos, sem receber nada em troca. Com um simples ato, responsabilidade social. É um gesto de carinho e amor ao próximo”, expressou o acadêmico.

Os índios além de participar das ações, colocaram em exposição no PROFEST, sua cultura e arte. O representante do Conselho dos índios da aldeia São José, no município de Montes Altos, José C. Krikatis, disse que os indígenas já se sentem de casa, pelas inúmeras ações realizadas pela FEST.

“Já nos sentimos de casa, aqui ficamos à vontade, e sempre participamos das atividades. Quando eles não vão à aldeia, os índios vêm. Os professores, alunos levam orientação, conhecimento, e gostamos muito de tudo, agradecemos a todos”, ressaltou.
 
Campanha

A ação faz parte da 11ª Campanha Nacional de Responsabilidade Social das IES Particulares. Criada em 2005, a Campanha é promovida pela Associação Brasileira de Mantenedoras do Ensino Superior (ABMES), em que Instituições de Ensino Superior (IES) de todo o país realizam atividades em diversas áreas e atendimentos oferecidos à população.

A iniciativa tem o propósito de estabelecer uma ponte entre o setor acadêmico e a sociedade por meio de ações voluntárias realizadas pelas IES nas áreas de educação, saúde, cultura, esportivas, dentre outras.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário