sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Omissão das autoridades continua provocando mortes no Maranhão


Um novo caso de morte por omissão e irresponsabilidade das autoridades estaduais voltou a ser registrado na semana passada. Novamente a voz do deputado federal Hildo Rocha ecoou em defesa da população humilde do Maranhão.

A tragédia teve início quando José Orlando, morador da cidade de Governador Luis Rocha, sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Por falta de médicos e pela precariedade das condições de atendimento no hospital local a vitima teve que ser transferida para o município de Presidente Dutra.

Tão grave quanto a falta de condições de atendimento na unidade de saúde do município, a ambulância também está em péssimas condições de funcionamento. Para completar o cenário caótico, não havia enfermeiros ou técnicos para acompanhar o paciente durante o transporte até o hospital mais próximo. O jeito foi apelar para o improviso. José Orlando foi acompanhado pelo irmão Zé Nilson.

Mas, o que poderia ter sido a solução mais viável para aquela situação terminou se tornando em outra tragédia. Durante o deslocamento, a porta traseira da ambulância se abriu e o acompanhante, Zé Nilson, caiu na BR-226. O motorista só se deu conta do caso quando chegou ao hospital de presidente Dutra. 

Prontamente retornou e se deparou com Zé Nilson estendido no chão em estado grave. Na queda sofreu traumatismo craniano.

Irresponsabilidade e Omissão
O caso foi denunciado por Hildo Rocha em pronunciamento na tribuna da Câmara. O parlamentar enfatizou que a morte de Zé Nilson, neste fim de semana, se deu em consequência de irresponsabilidade do prefeito e omissão dos gestores da Polícia Rodoviária Federal.

Rocha disse que o prefeito sabia que a ambulância não tinha condições. Mas autorizou o uso do veículo. “Há muito tempo a ambulância trafega sem cinto de segurança, sem travas nas portas. Se tivesse fiscalização isso não teria acontecido. Zé Nilson deixou filhos, menores de idade, e a esposa desamparada”, lamentou.

Voz em defesa do Maranhão
O deputado afirmou que continuará denunciando gestores e agentes públicos que, por algum motivo, deixem de cumprir corretamente com os seus deveres. Rocha lembrou que a ambulância envolvida no caso, é objeto de grave denúncia formulada pelos vereadores Antonio José, Fico, Geraldinho Almeida e Valmir Costa.

O deputado disse que é uma S10 que está alugada por R$ 24 mil reais, mas, o valor normal não deveria ser superior a seis mil reais. “A denúncia foi apresentada ao promotor mais o Ministério Público ainda não tomou nenhuma providência”, denunciou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário