quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

ECONOMIA



Quanto custa sua decoração de natal na próxima conta de luz?
Companhia Energética faz os cálculos para orientar o consumidor

Ao escolher a forma como enfeitar sua casa ou o seu local de trabalho para o Natal, as pessoas geralmente optam por comprar o que sai mais em conta para o bolso naquele momento. Mas, nem sempre isto é garantia de que se está comprando o que de fato sairá mais barato, quando se trata de consumo de energia.

Você já pensou quanto custa por noite cada pisca-pisca ou cordão de luz ligados? Parou pra pensar se leva o enfeite de LED ou de lâmpada amarela só pela beleza ou efeito que vai ter na decoração?

É muito importante saber a diferença das potências das lâmpadas e pisca-piscas na hora da compra. Grande parte das pessoas ainda usa aqueles tradicionais pisca-piscas incandescentes sem calcular que a diferença de consumo de um para o outro, pode pesar quando a conta de dezembro chegar em janeiro de 2016.


1h
6h
1h
6h

Watt
R$
R$
R$ em 30 dias
R$ em 30 dias
1 Pisca LED 100 lâmpadas
7
0,003
0,020
0,10
0,59
1 Pisca incandescente 100 lâmpadas
55
0,026
0,153
0,77
4,60
*Estes cálculos são aproximados, incidindo sobre eles, ainda os valores da Bandeira Tarifária, impostos, taxas e contribuições.

Segundo dados da Cemar (Companhia Energética do Maranhão), uma residência que utilize, então, 5 piscas-piscas incandescentes em sua decoração (árvore, fachada...) por seis horas/noite em um mês, pode ter um acréscimo superior a R$ 138,00 na conta de luz, incidindo sobre este valor impostos, taxas, contribuições, além da Bandeira Tarifária, que ainda é vermelha no mês de dezembro. Caso utilize a mesma quantidade e tempo com piscas-piscas LED o acréscimo será de apenas R$ 17,70.

Depois de três natais, o consumo de energia elétrica com o uso de lâmpadas incandescentes, terá produzido o equivalente a uma emissão de cem quilos de CO2. Seria necessário plantar uma árvore para neutralizar esse consumo, segundo cálculos do site Iniciativa Verde (http://www.iniciativaverde.org.br/calculadora/index.php).

Outra dica é que as microlâmpadas que piscam podem consumir menos que aquelas que ficam só acesas, entretanto, a diferença é ínfima. A redução do tempo é que pode causar queda considerável no consumo.
Além dos pisca-piscas e outros acessórios usados na decoração do natal, o consumidor pode fazer uso de enfeites natalinos que não precisam de energia elétrica. Desta forma, além de usar a criatividade, você terá sua casa bonita e bem decorada sem precisar consumir tanta energia. 

Assessoria de Imprensa da Cemar

Nenhum comentário:

Postar um comentário