quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Empresas realizam parceria e estimulam o voluntariado em Imperatriz


A 55 Atende e Cemar vem desenvolvendo várias ações sociais, com o objetivo de disseminar a cultura solidária entre os colaboradores

Abraços, uma partida de dominó, um momento para cuidar da vaidade. São ações como essas que quebram o cotidiano do Lar São Francisco, em Imperatriz. É a presença do voluntariado, que faz da rotina dos idosos um dia diferente.  Na tarde da última terça-feira (02), colaboradores da 55 Atende e da Companhia Energética do Maranhão, ambas do grupo Equatorial Energia, puderam proporcionar esse clima diferente na casa.

A campanha, realizada internamente pela empresa, resultou em um momento regado de solidariedade e cuidado.  Na ocasião, foram mais de 4 mil itens de higiene pessoal arrecadados por parte das equipes, e entregues às instituições beneficiadas, que funcionam a partir da ajuda de parcerias e de doações em geral da comunidade. 

"Essa ajuda é muito bem vinda, pois é apenas dessa forma que mantemos o lar. Não temos empresas fixas aqui para doar. Gostamos muito disso, pois eles trazem o afeto que é muito mais importante. Só em eles terem esse contato, conversar com as pessoas, é muito gratificante", enfatizou Francisco Lima, presidente do Lar São Francisco.

A equipe passou a tarde interagindo, conversando, ouvindo histórias e aprendendo um pouco mais com quem já tem bastante experiência para contar. Os idosos do Lar São Francisco recebem atendimento médico, são monitorados por enfermeiros e cuidadores, porém a presença dos colaboradores é sempre importante. Para a equipe da 55 Atende, a visita foi emocionante, pelo fato de ser a primeira vez dos colaboradores na instituição.

"Esse mês escolhemos o lar para a entrega das doações, e aqui conhecemos a história de vários idosos. É emocionante estar aqui ao lado deles, arrecadamos mais de 4 mil itens de produtos", disse Géssica Costa, analista de qualidade da 55 Atende.

Vila João XXIII - Ainda durante a tarde, a equipe também se descolocou para a Vila João XXIII, no bairro Ouro Verde, que cuida 28 internos entre homens e mulheres com hanseníase. O objetivo maior é integrar o sentimento do voluntariado e tornar os colaboradores mais sensíveis a causa do próximo. Para quem recebe a ação, é sempre um momento gratificante e emocionante. 

"Precisamos muito dessas doações. Todos que estão aqui fizeram tratamento contra a doença e ficaram com alguma sequela. A maioria não tem família e essas visitas são muito importantes," disse irmã Vilany, coordenadora da casa.

Durante o ano passado, as empresas 55 Atende e Cemar desenvolveram várias campanhas voluntárias em escolas, comunidades e abrigos. O intuito é continuar realizando ações sociais para também colaborar com o bem-estar de quem precisa.

Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário