domingo, 13 de março de 2016

Enquanto Dino persegue adversários o Maranhão afunda, afirma Hildo Rocha


Em pronunciamento na tribuna da Câmara, o deputado federal Hildo Rocha (PMDB) disse que o governador Flávio Dino foi incapaz de atrair investimentos para o Maranhão. “Nunca os trabalhadores do Maranhão sofreram tanto quanto estão sofrendo no governo de Flávio Dino”, afirmou.

Mas, segundo o parlamentar, a crise não atinge os filiados ao PCdoB do Maranhão. “Os camaradas estão todos empregados. E não é só os dirigentes do partido, os familiares da atual esposa do governador estão todos empregados”, destacou Rocha. O deputado ressaltou que o governador está importando comunistas. “Eles estão ocupando cargos que poderiam ser exercidos por maranhenses”, destacou.

Professores desestimulados
Rocha disse que os professores da rede pública estão desestimulados porque o governador não concedeu o reajuste previsto na lei. O parlamentar ressaltou que o sindicato abandonou os professores porque toda a diretoria da entidade é composta por filiados ao PCdoB. “Em vez de estar do lado dos professores estão do lado do governador”, criticou.

Infraestrutura precária
O deputado lembrou que as estradas maranhenses estão acabadas. “Bilhões de reais aparecem entre os gastos com manutenção das estradas que na prática pratica a gente não vê”, declarou.
Exército de perseguidores
Hildo Rocha destacou que por mostrar ao país a realidade do governo Flavio Dino tem sido vítima de perseguições e calúnias. “Como sempre faz, Dino colocou o seu exército de perseguidores para me atacar. Como fui Secretário de Estado das Cidades, ele resolveu fazer auditorias nas contas de gestão da época e que fui secretário. Ocorre que as contas já haviam sido auditadas, até porque a legislação determina que no final de gestão seja realizada uma auditoria. A auditoria já havia comprovado que não houve nenhuma irregularidade, nenhum ilícito. Já na segunda auditoria eles se basearam em leis inexistentes à época em que fui secretário com o objetivo de me incriminar. Isso tudo para me prejudicar por eu criticar a atual administração”, afirmou.

https://www.youtube.com/watch?v=2_tOVCfqjls

Nenhum comentário:

Postar um comentário