segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Madeira: “Nunca medi esforços para atrair investimentos para Imperatriz”



O prefeito afirma que  a grandiosidade das exposições da Fecoimp são reflexos do quanto a cidade tem se destacado economicamente
Durantes as exposições da maior Feira do Comércio e Indústria de Imperatriz a (Fecoimp) é possível perceber o evolução comercial da cidade nos últimos anos. O prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira destaca que os incentivos gerados pelo Município foram e ainda são cruciais para o crescimento e desenvolvimento comercial de Imperatriz.
Conforme Madeira, desde que assumiu a Prefeitura, trabalhou incansavelmente para conseguir atrair grandes empresas para Imperatriz e paralelo a isso promover também o micro empreendedorismo local. “Nunca medi esforços para atrair investimentos para Imperatriz. Exemplo disso, são as empresas Zuzano, Valmet, Shopping Imperial, Ceuma entre outros”.
Madeira ressalta que a grandiosidade das exposições da Fecoimp são reflexos do quanto a cidade tem se destacado economicamente. E, sobretudo, tem mudado a vida de milhares de pessoas com a geração de emprego e renda. E assinala que todos os incentivos necessários para que grandes empresas de instalassem na cidade foram proporcionados pelo Município. Além disso, o constante trabalho voltado para o empreendedorismo individual também tem sido, ao longo da gestão, outro fator importante para a economia local.
Reforça que para promover o empreendedorismo individual, a prefeitura criou a “Sala do Empreendedor” – espaço exclusivo para apoiar os cidadãos tanto com orientações que vão da administração à criação do próprio negócio – madeira avalia que o trabalho realizado na Sala ajudou a impulsionar o mercado local. “Nesses quase oitos anos de gestão, todo o meu esforço foi para atrair investimento. E nesse objetivo também busquei fortalecer por intermédio da Sala do Empreendedor Individual o empreendedorismo individual. Oferecendo todo o suporte necessário para formalização e prestação de serviços”.
CONHEÇA – A Sala do Empreendedor funciona na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico de Imperatriz (SEDEC), na Rua Coriolano Milhomem, próximo ao Estádio Municipal. Para formalizar o próprio negócio basta o interessado apresentar as documentações: CPF, RG, Título de eleitor e comprovante de residência.

Eva Fernandes [ASCOM]



Prefeitura transformou Imperatriz em um dos principais pólos agrícolas da região Tocantina
O chamado “cinturão verde” se instalou em diversos
 bairros e povoados do município

Os investimentos realizados nestes últimos oito anos pelo município consolidam Imperatriz como um dos principais polos agrícolas do Maranhão, principalmente na área de produção de hortaliças com o fortalecimento do projeto “Cinturão Verde”, bem como de outras culturas implementadas pelo programa de Agricultura Familiar.
O secretário municipal de Agricultura, Abastecimento e Produção (Seaap), José Fernandes Dantas, garantiu ontem que o município produz a maioria de hortaliças que abastecem supermercados, mercearias, sacolões e feiras livres de Imperatriz. “Nós dependemos apenas 20% do sudoeste do país devido a questões climáticas, mas esse aumento dos campos agrícolas de hortaliças desponta em Imperatriz”, afirma.
Ele assinala que atualmente “o município é o maior produtor de hortaliças do interior do estado, chegando a exportar grande parte de sua produção para abastecer grandes redes de supermercados nos estados do Pará e Tocantins”.
A expansão do projeto “Cinturão Verde”, iniciado na área da Infraero, no aeroporto da cidade, chega a ser desenvolvido em diversos bairros e povoados, como é o caso do Camaçari, o Bom Jesus, Sumaré, Planalto e Ouro Verde. “De fato, a maioria do povo não conhece o que a cidade produz nos campos agrícolas situados em vários pontos do município de Imperatriz”, completa.
José Fernandes reconhece que é preciso avançar mais na produção, porém destaca o grande potencial do município que dispõe do rio Tocantins e seus afluentes e energia elétrica de qualidade que contribuem a agricultura em Imperatriz.
Experiência – O secretário de Agricultura assinala a pesquisa na produção do repolho, alvo de reclamações dos comerciantes que importavam verduras do sul do país devido ao peso, inviabilizando o transporte de outras mercadorias. “Nós começamos a produzir repolho depois das orientações técnicas de uma equipe de Salto (SP), cuja experiência tem sido exitosa”, conclui.


Saúde Municipal: Campanha para atualização da caderneta de vacinação começa nesta segunda feira (19) em Imperatriz
Durante a campanha serão ofertadas todas as vacinas do calendário básico de vacinação da criança
Com o objetivo de atualizar o esquema vacinal de acordo com o calendário básico de vacinação na caderneta de saúde das crianças menores de 5 anos de idade (0 a 4 anos 11meses e 29 dias), será realizada a campanha "multivacinação" no período de 19 a 30   de setembro  tendo como dia D de mobilização, o próximo sábado (24).                  
Todas as crianças menores de 5 anos de idade devem ser levadas a uma das Unidades Básicas de Saúde do município, para que a caderneta seja avaliada e o esquema vacinal atualizado de acordo com a situação encontrada. O dia “D” será no dia 24 em todas as unidades de vacinação.
Durante a campanha serão ofertadas todas as vacinas do calendário básico de vacinação da criança. Como por exemplo, BCG, hepatite B, poliomielite, rotavírus, tríplice viral (sarampo, rubéola e caxumba), entre outras. O objetivo é diminuir o risco de transmissão de enfermidades imunopreveníveis, assim como reduzir as taxas de abandono do esquema vacinal.
“Vale ressaltar ainda que a campanha de "multivacinação" incluirá, pela primeira vez, todas as vacinas disponíveis pelo SUS para crianças de até 5 anos e para crianças e adolescentes entre 9 e 15 anos incompletos, incluindo a imunização contra HPV para meninas”, explica a coordenadora do Programa Municipal de Imunização, Socorro Ribeiro, ao falar da mobilização.
Ela ressalta ainda que as doses já estão disponíveis, nas Unidades Básicas de Saúde do município. O objetivo principal da campanha é estimular que os pais levem os filhos para por em dia a carteira de vacinação.
Informações adicionais - A vacinação contra pólio ocorre normalmente no mês de agosto. Este ano, porém, ela foi adiada, segundo o Ministério da Saúde, devido à Olimpíada no Rio, que poderia diminuir a adesão. Contra pólio, devem ser vacinadas crianças entre 6 meses e 5 anos de idade que ainda não tenham completado o esquema vacinal, que consiste em três doses da vacina injetável e mais duas doses de reforço em versão oral, a gotinha. Este ano, o calendário de vacinações teve mudanças no esquema vacinal contra HPV, pólio, meningite e pneumonia,contudo, as alterações foram anunciadas em janeiro.
Maria Almeida  [ASCOM]

Nenhum comentário:

Postar um comentário