sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Flávio Dino na mira da CFFC: Imperatriz, Chapadinha e São Luis estão no roteiro da fiscalização que acontece nesta sexta


Os deputados Hildo Rocha (PMDB/MA); Alberto Filho (PMDB/MA) e Valtenir Pereira (PMDB/MT), que integram a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle (CFFC), estão fiscalizando nesta sexta (2) obras financiadas com recursos do BNDES nas cidades de Imperatriz, Chapadinha e São Luis. Os deputados estaduais Adriano Sarney (PV); Andréa Murad (PMDB/MA) e Léo Cunha (PSC) também participam da vistoria.
Rocha explicou que a visita busca explicações para o descumprimento dos cronogramas de execução das obras e outras questões referentes à aplicação dos recursos provenientes de empréstimo contraído junto ao BNDES.
O pedido de fiscalização decorre da falta de transparência que tem caracterizado o governo Flávio Dino. Em dois anos, as obras não avançam quase nada e existem fortes evidências de irregularidades na aplicação dos recursos. São desconfianças que precisam ser esclarecidas”, explicou Rocha.
O parlamentar ressaltou que caso as visitas in loco não sejam suficientes para responder as dúvidas a comissão pode solicitar auditorias por meio das quais todos os órgãos de fiscalização do governo federal fazem, em ação conjunta, rigorosa investigação.
Roteiro
A inspeção foi iniciada na cidade de Imperatriz onde os parlamentares vistoriaram a Rodovia do Arroz (MA-386) trecho entre Imperatriz e Cidelândia; a Unidade de Segurança Comunitária; o Centro Socioeducativo; a Maternidade e o Batalhão da Polícia Militar.
Em seguida deputados e demais integrantes da comitiva embarcaram para São Luis de onde seguirão para Chapadinha onde farão visita técnica ao Hospital Regional e Centro de Hemodiálise.
De volta à capital do Estado, os integrantes da Comissão irão inspecionar as obras do Farol da Educação Gonçalves Dias, no bairro Felipinho; a implantação e ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário do Vinhais; o Centro de Ensino Paulo Freire; a Duplicação do trecho da Avenida do Holandeses e o lote 1 do CRAS, no Bequimão.
Histórico
Em junho deste ano, a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle (CFFC), vistoriou as obras de implantação da nova adutora do Sistema Italuis. Na ocasião, os integrantes do colegiado consideraram satisfatórios os argumentos apresentados pela diretoria da Caema e aceitaram o pedido de novo prazo, para a conclusão da obra. Mas a empresa não conseguiu cumprir o acordo.
“As conclusões das vistorias deste fim de semana e o descumprimento do novo cronograma firmado com a Caema, há mais de 180 dias, serão objeto de debates nas próximas reuniões da Comissão”, explicou Hildo Rocha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário