Conheça a Câmara Municipal de Imperatriz

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Albergue Feminino será implantado em Imperatriz



O anúncio foi da secretária Fátima Avelino após verificar demanda que existe na cidade
Cumprindo a promessa de ampliar programas sociais existentes na cidade com a oferta de mais serviços, logo nesse início de gestão do prefeito Assis Ramos, a secretária de Desenvolvimento Social, Fátima Avelino já anunciou, ontem (06), a implantação de outro albergue em Imperatriz, agora, para atender o público feminino.
Essa decisão foi tomada após a percepção do aumento de demanda de mulheres que vivem em situação de rua. Geralmente, são mulheres de origem de outros Estados ou sem domicílio fixo na cidade.
“Nesse primeiro momento é urgente termos um albergue feminino, pois a demanda existe e não temos como acolher hoje uma mulher, no albergue aqui do Centro Pop”declarou a secretária Fátima Avelino.
Na cidade já existe um albergue masculino. Seu funcionamento é no mesmo espaço do Centro de Referência Especializado para população em Situação de Rua (Centro Pop), pois atende o mesmo públicos. O albergue funciona no período noturno, com 20 leitos e é mantido pela gestão municipal, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes).
Esse será um dos primeiros programas a ser ampliado nessa gestão, mesmo com a crise econômica que o país enfrenta. Tal ação é justificada pela demanda encontrada pela secretária Fátima Avelino, logo no início do seu trabalho à frente da Sedes. “Só temos quatro dias que assumimos a pasta e já houve a necessidade de acolhermos duas mulheres e nós tivemos que contar com parcerias para garantir o atendimento até enviarmos para suas cidades de origem”, esclareceu.
Segundo a secretária, o prefeito Assis Ramos, sensível a causa, autorizou a implantação do albergue feminino e aguarda somente a apresentação do projeto. “Estamos na fase de montar o projeto a ser apresentado ao prefeito, encontrar um local adequado e montar a estrutura, para o mais rápido possível inauguramos mais esse programa, o mais rápido possível”, disse.
A estrutura do albergue feminino será o mesmo do albergue masculino, com a oferta de leitos, alimentação e kit de higiene pessoal. Por ser um público menor, a ideia é montar uma estrutura bem aconchegante, confortável e que possa suprir todas as necessidades dessas mulheres.
Sara Ribeiro/ASCOM-PMI

Nenhum comentário:

Postar um comentário