sexta-feira, 24 de março de 2017

Biblioteca da FEST recebe doação de livros de docente da UFMA


FEST - O docente Marcos Fábio Belo Matos, do curso de Jornalismo da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), entregou para a bibliotecária da Faculdade de Educação Santa Terezinha (FEST), Raimunda Cortez Dourado, exemplares da obra do seu doutorado. ‘Ecos da Modernidade: uma análise do discurso sobre o cinema ambulante em São Luís’. Os livros foram doados à biblioteca da FEST, “Roza Maria Soares da Silva” nesta quinta-feira (30).
“A proposta é fazer circular o conhecimento científico, como a obra teve o financiamento da Fapema, eu tenho o compromisso de fazer com que o livro chegue ao máximo de bibliotecas. Em Imperatriz, eu já distribuir a todas as bibliotecas públicas e privadas”, explica o professor.
Estiveram presentes no ato da entrega dos livros a diretora-geral da IES, Roza Maria Soares e o vice-diretor da FEST, Kleber Alberto de Sousa.
A obra é o resultado da tese do docente pesquisador, defendida no doutorado em Linguística e Língua Portuguesa da Unesp-Araraquara, em 2010, e faz uma análise das estratégias discursivas utilizadas pela imprensa para apresentar o cinema ambulante como moderna, no século XX. Para o professor do curso de Jornalismo da UFMA, Marcos Fábio, a ideia é distribuir também, para instituições que ofertam o curso de Jornalismo.
“Estou enviando agora para bibliotecas que tenha o curso de Comunicação no Brasil. O livro é um estudo da área de Comunicação, linguagem, discurso e cinema. No Brasil, se produz muita ciência, mas infelizmente é pouca divulgada, sobretudo, quando impresso, circula pouco”, afirmou Marcos Fábio.
Obra
O livro é um mapeamento, aborda um estudo sobre o ciclo do cinema ambulante em São Luís-MA, ocorrido entre 1898 e 1909 e que se configurou numa sucessão de espetáculos de aparelhos cinematográficos que se efetivava, quase sempre, no Teatro São Luiz, hoje Teatro Arthur Azevedo. O objetivo é estabelecer, a partir da AD francesa, de que maneira os aparelhos cinematográficos foram apresentados, discursivamente, como artefatos da modernidade.
Sobre o autor
É bacharel em Comunicação Social/Jornalismo pela UFMA; Licenciado em Língua Portuguesa pelo CEFET-MA; especialista em Língua Portuguesa pela FAMA; mestre em Comunicação e Cultura pela UFRJ e doutor em Linguística e língua portuguesa pela UNESP/Araraquara e membro da Academia Imperatrizense de Letras (AIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário