Conheça a Câmara Municipal de Imperatriz

segunda-feira, 27 de março de 2017

Integra Senar aprova ATeG desenvolvida por regional do Maranhão



Em passagem pelo Senar/MA, a coordenadora de Capacitação em Assistência Técnica e Gerencial (ATeG), do Senar Brasil, Janete de Almeida, reuniu com o presidente da Federação de Agricultura e Pecuária do Estado do Maranhão (Faema), Raimundo Coelho  e com o superintendente estadual do Senar, Luiz Figueiredo,   e ainda com  toda a equipe técnica responsável pela ATeG no estado para avaliar o andamento do trabalho da Regional, voltado para esse fim.
O motivo de sua passagem pela administração regional foi o alinhamento de atividades e  ações  voltadas ao setor produtivo rural por meio da ATeG, ponto alto da discussão na sede em São Luís. A iniciativa faz parte do programa Integra Senar, cuja finalidade é integrar as regionais, às diretorias da Administração Central,  quanto à assistência ao produtor rural brasileiro.
Na primeira visita de 2017 ao Maranhão,  Janete destacou  o trabalho ora em desenvolvimento pelo Senar/MA, por intermédio dos programas ABC Cerrado, Mais Produção e Abacaxicultura. Disse que o Senar/MA, é hoje uma  referência em assistência técnica voltada para auxiliar, principalmente, os produtores rurais das classes C, D e E que, até então não tinham  acesso à ações de apoio com assistência técnica.

Rancho Ranoro

Ainda na oportunidade, ela esteve  acompanhada por uma equipe formada pelo gerente de ATeG, Epitácio Rocha, o supervisor Rozalino Júnior  e o técnico de campo Alexandro Bruzaca, na propriedade Rancho Ranoro, localizada em São José de Ribamar -  dos produtores rurais: Raimundo Nonato Rocha, Orlando dos Santos Gomes e Jorge William Lopes Gomes, assistidos  pelo  Senar, com o trabalho da ATeG, via  programa Mais Produção (Governo do Estado/Sagrima).
“A proposta de visitar as regionais é ouvir a equipe e ver quais são as ações que estão sendo executadas, bem como  alinhar o trabalho junto á  administração Central. Viemos  direcionados para a ATeG dessa vez,  onde conversamos com os gestores e por fim, visitamos um produtor rural assistido pelo Senar,  que revelou sua  satisfação em ser acompanhado pela instituição”,   afirmou a coordenadora do Senar Brasil.
O  produtor rural, Raimundo Rocha, garantiu sua satisfação com o trabalho do Senar apresentando toda a sua área cultivada por milho e macaxeira,  destacando a sustentabilidade  com a manutenção de  árvores nativas preservando os pés de frutíferas de buriti, juçara, manga, cajá e  animais que encontrou no local em 1986, e atraindo outros, para  preservação da floresta. 
Além de integrar o  programa Mais Produção, Rocha garante que já participou de diversos cursos  do Senar a fim de adquirir maior conhecimento para a aplicação nas suas atividades do dia a dia. Ele  disse que além de vender o milho verde, ele  comercializa também  os derivados do milho,  produzidos no local,  tais como: canjica, pudim (10 variedades), pamonha, bolo, sorvete, brigadeiro, dentre outros, todos eles comercializados nas feiras livres da região.
“A metodologia do Senar é interessante, pois agrega  diretrizes econômicas e financeiras que refletem a preocupação  com o resultado. Era o que faltava pra gente”, revelou Rocha,  ressaltando a sua preocupação com  o meio ambiente.
O superintendente Luiz Figueiredo ressaltou que a presença da coordenadora de ATeG do Senar Brasil  no acompanhamento das ações em realização, serve para mostrar o bom trabalho que o Senar/MA vem desenvolvendo.
“Esse medida oportuniza e consolida a ATeG como um produto diferenciado, à disposição do nosso produtor rural”, assegurou ele.


--
Leocândida Rocha
Assessora de Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário