Conheça a Câmara Municipal de Imperatriz

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Parceria leva programa de empoderamento de meninas para todo o Maranhão




Durante esta semana foi lançada a segunda etapa do programa que vai atingir não só a capital mas meninas de todo o estado. Gestoras de 20 municípios foram capacitadas para a implantação do programa em suas cidades.

O Maranhão foi o primeiro estado no Brasil a criar uma agenda para as meninas. “Desde que iniciamos os trabalhos a frente dessa secretaria sob a direção do governador Flávio Dino, realizamos trabalhos de empoderamento das meninas como espaço importante no processo de formação e o domínio do que sejam os direitos às políticas para as mulheres. Incentivamos que elas fizessem sua própria agenda”, disse a secretária da Mulher, Laurinda Pinto.

Em 2015, a Semu realizou, pela primeira vez no país, a Conferência Livre das Meninas. Durante o evento, a fala e as reivindicações de meninas de mais de 13 municípios maranhenses foram levadas para a Conferência Nacional de Política paras as Mulheres em Brasília. O Plano Estadual de Políticas para as Mulheres no Maranhão tem como objetivo viabilizar a garantia de direitos e a organização das mulheres, considerando a sua geração. A parceria com a Plan se dá por sua expertise no trato com o empoderamento feminino, especialmente junto às meninas. Essa parceria começou em outubro do ano passado com o projeto Meninas Ocupam, onde uma menina assumiu por um dia o cargo de secretária da Mulher, secretária da Educação, secretária da Juventude e presidente da Fundação da Criança e do Adolescente (Funac) no Maranhão.

Assumir o protagonismo é importante segundo a presidente da Funac, Elisângela Cardoso. “Todas as meninas devem ter seu direito a participação e esse projeto é uma grande inovação. A nossa responsabilidade, portanto, é contribuir de forma mais efetiva para que a política pública para as mulheres possa ser consolidada e chegar a todas, inclusive às nossas meninas, por meio do incentivo constante e com a parceria entre sociedade civil e poder público estadual e municipal. Nós acreditamos no protagonismo delas”.

A secretária de Estado da Mulher, Laurinda Pinto, destacou as expectativas com o trabalho que está sendo desenvolvido. “Esse nosso trabalho tem a expectativa de formar novas mentalidades, mas principalmente formar novos quadros de lideranças entre as meninas com a perspectiva de termos mulheres atuando em todos os espaços de poder. Queremos essas meninas conscientes do seu papel, dos seus direitos, das suas reivindicações e do espaço que ocupam na sociedade, com certeza nós haveremos de ter mulheres adultas cumprindo cada vez mais um papel mais importante nas decisões dos caminhos da sociedade maranhense. É nessa perspectiva que nós da Secretaria de Estado da Mulher cumprimos a nossa missão que é de empoderamento e organização das mulheres maranhenses a partir das meninas”, declarou Laurinda Pinto.

A Plan faz uma parceria com o Governo do Estado através das Secretarias da Mulher, da Educação e de Direitos Humanos, onde será desenvolvido o projeto Escola de Liderança para as Meninas em 20 municípios maranhenses. Secretárias e coordenadoras municipais estiveram nos dias 11 e 12 deste mês na capacitação do programa promovida em parceria com a Semu. As gestoras estão sendo orientadas a formar coletivos de escolas de liderança para meninas. Outro passo da Semu é levar o programa a mais 30 municípios de menor IDH no estado, uma parceria com a Secretaria de Educação e com a Coordenação do Programa Mais IDH.

Nenhum comentário:

Postar um comentário