quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Maranhão poderá ser sede do call center do INSS com 1,3 mil postos de atendimento



A bancada do Maranhão no Congresso Nacional garantiu a inclusão de municípios maranhenses na licitação realizada pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para contratação de empresa que deverá prestar o serviço de call center (central telefônica). Segundo explicou o deputado federal e coordenador da bancada, Rubens Júnior (PCdoB), o edital divulgado não incluía nenhuma cidade do estado. “O novo certame contemplará São Luís e Imperatriz. Esta foi mais uma articulação da bancada, que marchou junta para garantir mais oportunidades para o Maranhão”, anunciou o parlamentar.
Um encontro com o presidente do INSS, Leonardo Gadelha, com os deputados federais Rubens Junior, José Reinaldo (PSB) e Pedro Fernandes (PTB) aconteceu nesta quarta-feira (23), na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF), para que os parlamentares maranhenses apontassem as mudanças necessárias no edital de licitação lançado pelo Instituto.
O presidente do INSS, Leonardo Gadelha, destacou que o apontamento da bancada foi bastante correto. “O nosso contrato está vencendo e com a nova licitação, todas as cidades que possuem gerência executiva têm condição legal para instalar a central telefônica. Por um equivoco as cidades maranhenses foram excluídas dessa lista. Graças ao trabalho dos parlamentares, a correção poderá ser feita em tempo hábil”, disse.
Ainda de acordo com Gadelha, a central telefônica permite que todo o cidadão brasileiro possa fazer agendamentos junto ao INSS, seja de marcação de perícias, ou confirmar os dados cadastrais, por exemplo. “Com a nova licitação, a empresa vencedora, que poderá ser de São Luís, deverá oferecer 1,3 mil postos de atendimento, ainda no final de 2017”, finalizou o presidente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário