terça-feira, 3 de outubro de 2017

Ao prever sua volta ao governo, Roseana Sarney diz que vai dar muito trabalho reorganizar novamente o Estado


A ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) teria manifestado numa reunião com correligionários do PMDB que se for eleita novamente para a chefia do Executivo Estadual vai ter muitas dificuldades para reorganizar  o Estado.

A opinião foi transmitida pelo senador João Alberto, nesta segunda-feira (02), ao participar de uma homenagem prestada a ele por funcionários do diretório estadual do partido pela passagem do seu aniversário transcorrido domingo (1º).

João Alberto fazia um balanço de sua carreira política, iniciada nos anos 1970, quando se elegeu deputado estadual. Depois, recordou, ter exercido três mandatos de deputado federal, prefeito de Bacabal, vice-governador em duas vezes, governador do estado e está no Senado pela segunda vez. Após esse relato, frisou que só irá definir seu futuro político no próximo ano, mas manifestou a convicção de que a partir de 2019 "nós estaremos de novo no governo", certo está de que Roseana será candidata e vai vencer a eleição do próximo ano.

Ao mencionar esta possibilidade, João Alberto disse que não tem a menor dúvida de que a ex-governadora irá para a disputa e que recentemente, em Brasília, ao falar de um eventual quinto mandato externou sua preocupação com a atual estrutura do Estado, que estaria desorganizado, e que isto vai lhe dar muito trabalho para novamente consertar o que seus antecessores fizeram de errado, numa referência ao período que ficou afastada, de 2003 a 2009 e agora, de 2015 a 2018.

Pelo relato de João Alberto, Roseana diz que o Maranhão só está bem avaliado pelas consultorias nacionais porque ela deixou tudo organizado e dinheiro em caixa para o sucessor dar continuidade às obras que iniciou e as que anunciou e deixou autorizado o início.

Nenhum comentário:

Postar um comentário