quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

FOI TEMER, E NÃO SARNEY, QUEM VETOU ESCOLHIDO PARA MINISTRO DO TRABALHO

publicado em   04/jan/2018
SARNEY NADA TEVE COM O ‘DESCONVITE’ AO DEPUTADO DO MARANHÃO
O ex-presidente José Sarney nada teve com o desconvite ao deputado Pedro Fernandes (PTB-MA) para assumir o Ministério do Trabalho. Ao contrário: ao ser informado, até exclamou: “Que bom, Pedro é nosso amigo”. A reação à escolha partiu de outros políticos do Estado, como o senador Edison Lobão (PMDB), que lembraram ao presidente Michel Temer da aliança entre Pedro Fernandes e o governador, Flávio Dino (PCdoB), crítico feroz do governo federal. Temer desistiu do convite. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.
Fernandes tratou de se “queimar” fazendo declarações hostis a Sarney, após sua indicação para o cargo de ministro, irritando o Planalto.
Pedro Fernandes foi secretário de Educação e de Cidades da ex-governadora Roseana Sarney, a quem é acusado de trair.
Lobão nem sequer tratou sobre Pedro Fernandes com Temer. Conversou com ministros como Eliseu Padilha (Casa Civil).

Nenhum comentário:

Postar um comentário