segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Maranhão está entre os estados que mais empregou em 2017

Maranhão foi um dos estados em que menos empregou de janeiro a novembro do ano passado de acordo com dados publicados hoje no Jornal Correio Braziliense. O estudo feito pelo portal Trabalho Hoje a pedido do correio, mostra que no topo da lista de quem mais empregou está São Paulo, seguido de Minas Gerais e Santa Catarina.
Já entre os estados que tiveram postos de empregos fechados, estão Rio de Janeiro, Alagoas, Pernambuco, Pará, Paraiba e Maranhão, este com 1.838 postos fechados. Os analistas acreditam que os numeros serão melhores este ano.
Mas para isso é necessário que haja uma política de geração de emprego e renda por parte do Governo do Estado.
Entre as ocupações que mais geraram emprego, a pesquisa aponta alimentadores de linhas de produção e na lista estão ainda vendedores e demonstradores em lojas e mercados, agentes administradores, escriturário, agentes, assistentes auxiliares administrativos, trabalhadores nos serviços de manutenção em edificações e trabalhadores agrícolas na fruticultura.
Na outra ponta, as demissões atingiram principalmente trabalhadores da construção civil, supervisores de serviços administrativos, gerentes administrativos, financeiros e de riscos, vigilantes e guardas de segurança, gerente de marketing, comercialização e vendas.
Responsável pelo levantamento, o especialista em mercado de trabalho Rodolfo Peres Torelly, detalha que a geraçãoo de postos de trabalho se concentrou em ocupações de menor nível de qualificação, com salários menores. "As contratações se concentraram no chão de fábrica. Cargo gerenciais foram extintos diante da necessidade de ajuste das empresas ao nível de demandas", avalia.
A tendencia é de que em 2018 seja melhor para a geração de emprego formal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário