quarta-feira, 9 de maio de 2018

Eleitoreiro


Será que estou errado em pensar que há algo de estranho no anuncio do governador do estado Flávio Dino de que irá construir um novo hospital em Imperatriz.
Nada contra até porque e necessário, mas soa como campanha politica do prometer para conquistar votos pois estamos em ano de eleição e um hospital demanda tempo, planejamento e dinheiro, além de outros detalhes burocratico.
E veio no momento em que está circulando nas redes sociais que as cirurgias no hospital macro regional que nunca funcionou como deveria estão suspensas por falta de pagamento dos médicos.
Quando também o governo suspende o atendimento em 20 UTIs e deixa a cidade e a região na mão.
E mais, Flávio Dino não conseguiu manter em funcionamento os hospitais que foram deixados em funcionamento pelo governo anterior nas cidades de Ribamar Fiquene, São João do Paraiso, Davinopolis e Buritirana e que desafogavam o Socorrão de Imperatriz.
Basta lembrar que o governo anterior liberava todos os meses ajuda financeira no valor de cem mil reais para que os municípios mantivessem os hospitais funcionando e que foram cortados pelo governo comunista.
E agora vem com esta promessa faltando seis meses para uma nova eleição.
Sei não...

Nenhum comentário:

Postar um comentário