domingo, 6 de maio de 2018

Origem e religiosidade de Fátima em Imperatriz

por Domingos Cezar

A história da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima começa no ano de 1952, quando a Rua Godofredo Viana avançava com seus casebres rumo à Avenida Getúlio Vargas. À época, Frei Epifânio solicitou à Prefeitura uma área a ser desmatada para a construção de uma praça, a atual Praça de Fátima.
O missionário italiano foi atendido e saiu pedindo aos fiéis, materiais como travessa, forquilha, caibros, palha, visando construir uma capela para as celebrações, uma vez que só existia a Igreja de Santa Teresa D´Ávila, frequentada pelas famílias mais abastadas da cidade. Assim a capela foi construída ao lado de um frondoso pé de caju.
No dia 15 de agosto de 1953, Frei Epifânio convidou a todos para a procissão de inauguração e entronização da imagem de Nossa Senhora de Fátima, que sairia da Igreja de Santa Teresa após celebração da santa missa, com destino à capelinha coberta de palha. Este evento foi o marco de fundação da nova comunidade de Fátima. Na mesma data, em 1964, foi colocada a pedra fundamental onde seria erguida a nova igreja de Nossa Senhora Fátima. Esse momento foi vivido com alegria pelos fiéis com uma procissão, seguida de missa solene celebrada por Dom Cesário Alexandre Minali, primeiro Bispo da Diocese de Carolina.
Enquanto os fiéis se reuniam na humilde capelinha de palha, Frei Epifânio colocava em prática seu sonho construindo de tijolos e telhas produzidas nas olarias locais, a nova igreja com fundos para a Avenida Getúlio Vargas e frente para a Rua BR-14, atual Avenida Dorgival Pinheiro de Sousa. No alto da igreja foi colocado um sino.
A imponente catedral de hoje se deve também ao esforço do Frei Marcelino Sérgio Bícego, Administrador Apostólico da Diocese de Carolina (1970-1971) e mais tarde Bispo, entre os anos de 1971 a 1980. Por essa razão, sua estátua foi erguida na Praça de Fátima, após sua morte. A participação da comunidade também foi de fundamental importância, com a doação dos vitrais para as janelas.
Em 29 de julho de 1087 foi criada a Diocese de Imperatriz, quando então a Paróquia de Fátima passou a ser a Catedral da Diocese adotando o nome de Catedral Nossa Senhora de Fátima. Seu primeiro Bispo, Dom Affonso Felippe Gregory, enquanto o Pároco Padre Felinto Elisio Correia Neto recebe a missão de Vigário Geral da Diocese de Imperatriz.
No dia 13 de novembro de 2005 tomou posse como segundo Bispo da Diocese, Dom Gilberto Pastana. Em 10 de junho de 2017, o Bispo Dom Vilsom Basso tomou posse na Diocese de Imperatriz, substituindo Dom Gilberto Pastana. A Paróquia de Fátima hoje tem como pároco, o Padre Francisco Lima Soares.
Sob a sua liderança começa neste sábado, 5, o 17º Festejo em Honra a Nossa Senhora de Fátima, com o tema: Maria Discípula Missionária. O festejo segue até 13 de maio, com celebração da santa missa e lazer na área da praça. Dia 10 de maio show do consagrado cantor/compositor Zé Vicente.

Imagens:

Nenhum comentário:

Postar um comentário