quarta-feira, 30 de maio de 2018

Projeto de Lei do deputado Léo Cunha vai tornar o Corpus Christi de Imperatriz em Patrimônio Imaterial do Maranhão




O Projeto de Lei que considera a celebração de Corpus Christi em Imperatriz como Patrimônio Cultural Imaterial do Maranhão, de autoria do deputado estadual Léo Cunha (PSC) será levado para votação, nesta quarta-feira (30) no Plenário da Assembleia Legislativa do Maranhão.
A proposição de nº 305/17 publicada no dia 13 de novembro de 2017 recebeu parecer favorável da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia e agora será encaminhada para apreciação dos demais parlamentares. 
De acordo com o deputado Léo Cunha, a honraria é mais do que justa pois a celebração de Corpus Christi em Imperatriz é considerada uma das maiores do país. “A cada ano, o evento reúne no estádio Frei Epifânio da Badia um número maior de participantes, em uma festa de fé cristã, solidariedade, esperança e crença no Espírito Santo”, ressaltou o deputado Léo Cunha.
Ele acrescenta que com o advento do novo Corpus Christi de Imperatriz, a cidade passou a receber visitantes de várias regiões do país, sobretudo, de estados vizinhos como Tocantins e Pará. A cada ano, um tema diferente é abordado. A festa católica também entrou no calendário dos grandes eventos religiosos brasileiros, no ano de 2012, a celebração foi transmitida ao vivo para todo o Brasil através da Rede Vida.
“Em face da riqueza histórica, social, cultural e pelo incentivo à economia da região, nada mais acertado do que esta casa condecorar a celebração de Corpus Christi em imperatriz, com o título de Patrimônio Cultural Imaterial do Maranhão, de modo a também auxiliar na perpetuação de sua tradição”, declarou o parlamentar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário