quinta-feira, 23 de agosto de 2018

SAMU Regional de Imperatriz tem qualificação aprovada


Grau máximo demonstra qualidade nos serviços de urgência e emergência

Por Maria Almeida

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, SAMU, regional de Imperatriz, recebeu esta semana aprovação do Ministério da Saúde para sua qualificação. Com isso, órgão passa a ter custeio diferenciado. Recurso foi garantido após cumprimento de uma série de medidas previstas na portaria N 1.010 de 21 de maio de 2012, bem como reformas e melhorias nas condições de trabalho dos servidores.
Para conseguir o reconhecimento, Prefeitura corrigiu irregularidades indicadas em notificações feitas em 2016. “Conseguimos qualificar o SAMU após um longo processo. Isso é resultado das melhorias implementadas na gestão Assis Ramos com obras, contratação de servidores, capacitações permanentes e etc” – ressaltou o secretário de Saúde do Município, Alair Firmiano. Segundo ele, qualificação é o grau máximo que o Ministério outorga aos serviços de urgência e emergência e atesta a qualidade no atendimento prestado.
O secretário acrescenta que dentre os principais problemas corrigidos estão a readequação no quadro de funcionários, com aumento no número de profissionais; reforma e ampliação da base central, com ampliação do espaço físico; construção de salas; aluguel de anexo para o atendimento administrativo; além de criada farmácia, Central de Materiais Esterilizados, CME, almoxarifado e abrigo de resíduos sólidos.
Segundo a assessora de Planejamento e Projetos Especiais da Semus, Isabel Macedo, a qualificação do SAMU mostra a seriedade e responsabilidade com que a gestão tem tratado a saúde municipal. “Desde que assumimos em 2017, montamos uma força-tarefa para resolver todas as recomendações feitas pelo MS. Ainda no início do ano já montamos um plano de providência, e desde então, tanto o prefeito, quanto o secretário, Alair Firmiano, e o coordenador do SAMU, Alexandro Freitas, acataram e começamos executar, tomando algumas medidas de imediato e outras a longo prazo” - detalhou.

Imagens:

Nenhum comentário:

Postar um comentário