domingo, 26 de agosto de 2018

Tarifa Social Baixa Renda: Famílias podem ter até 65% de desconto na conta de luz



Criado pelo Governo Federal para beneficiar as unidades residenciais de famílias com baixa renda, o Programa Tarifa Social Baixa Renda, consiste na redução da tarifa de consumo de energia elétrica em até 65%, para famílias com renda mensal de até meio salário mínimo e, para Indígenas e Quilombolas, que possuem o consumo de até 50kwh, o desconto chega a 100%.

Os dados levantados pela Cemar, até julho de 2018, apontam que mais de 220 mil famílias que já possuem cadastros nos programas do Governo Federal e atendem a todos os critérios exigidos pelo programa, ainda não recebem o benefício, por não ter realizado cadastro junto a Cemar, ou mesmo, apenas por não atualizá-los. As cidades de São Luís, Imperatriz e São José de Ribamar, lideram o ranking de municípios com o maior número de famílias com direito ao benefício, porém sem ganhar o desconto por conta do cadastro desatualizado.

Realizar o cadastro, ou até mesmo renová-lo é bem simples, basta ir a qualquer agência de atendimento da Cemar, com a última conta de energia, levando o cartão do benefício com o Número de Inscrição Social – NIS, (caso não possua o NIS é necessário procurar a Secretaria de Assistência Social da Prefeitura, CRAS da cidade em que você reside) RG e CPF. No caso das famílias indígenas, a Carteira de Identidade pode ser substituída pelo Registro Administrativo de Nascimento do Indígena (RANI).

Saiba os 10 municípios com o maior número de famílias que podem ter a conta mais barata:

Municípios
POTENCIAIS NIS - FONTE BASE MDSA/ANEEL ABRIL 2018






SAO LUIS
18.153
IMPERATRIZ
5.214
SAO JOSE DE RIBAMAR
4.942
CODO
4.810
BACABAL
3.427
CAXIAS
3.226
TIMON
3.148
ACAILANDIA
2.869
PACO DO LUMIAR
2.528
BARRA DO CORDA
2.249



Os descontos podem ser de 10% a 65% na tarifa de energia elétrica, calculados e fixados pela ANEEL, o que faz muita diferença no orçamento de uma família. É importante destacar que os descontos variam de acordo com o consumo de energia elétrica da residência, sendo que as residências com menor consumo têm descontos maiores. Um consumo mais elevado pode tirar o cliente da faixa de descontos do programa.
Por se tratar de um desconto na fatura, a tarifa social é um incentivo ao cidadão para manter as faturas em dia, além de ter boas práticas de economia para nãodesperdiçar energia elétrica.

Assessoria de Imprensa Cemar

Nenhum comentário:

Postar um comentário