quinta-feira, 27 de setembro de 2018

Boletim mostra queda no nível do rio Tocantins


Mesmo com a baixa, áreas não estão seguras para banho

por Francisco Lima

Boletim de monitoramento da Superintendência Municipal de Proteção e Defesa Civil registrou um índice de -2.26 metros cúbicos abaixo de zero, nesta quinta-feira, 27. Com vazão de 891,88 m³/s, o rio encontra-se baixo, porém, órgão não descarta possibilidade de o nível das águas voltar a subir na primeira quinzena de outubro.
De acordo com a Defesa Civil, após cheia do último dia 4 de setembro, que culminou com o encerramento oficial da temporada de praias em Imperatriz, as áreas de banhos apresentaram sucção que podem prender o banhista, profundidades em algumas localidades, entre outros fatores que torna o banho arriscado e inseguro.
Josiano Galvão, superintendente Municipal da Defesa Civil, ressalta que a baixa é devida ao estado de oscilação que o rio apresenta. “Não é pelo fato do rio ter baixado, que seu nível irá permanecer dessa forma por longo tempo, assim como o rio baixou repentinamente, poderá subir novamente”, frisou.
Segundo ele, banco de areias à mostra atrai banhistas desavisados, e que a prática é perigosa e não recomendável. “Diante dessa instabilidade, esse reforço serve para prevenir alguns banhistas que procuram as áreas de banhos do rio Tocantins, vez que as praias da cidade não estão seguras para banho”, destacou.
De acordo com o monitoramento da Defesa Civil, às previsões de vazão do rio Tocantins para as próximas horas são de: 939,32 m³/s para 24h; 940,12 m³/s para 48h; e 926,93 m³/s para 72h.

Imagens:

Nenhum comentário:

Postar um comentário