quarta-feira, 19 de setembro de 2018

TRAJETÓRIA


Mercado do Peixe, sonho de 40 anos

por Domingos Cezar

Nos meses de setembro e outubro de 1978, os pescadores de Imperatriz, sob a liderança de Pedro Martins Pereira, começavam o sonho de criar uma entidade visando fugir da exploração dos denominados “marreteiros”, que estabeleciam por conta própria o preço do pescado.
Uma aposentadoria justa, bem como, a implantação de um mercado para comercializar sua produção, completava o sonho daqueles homens fortes pelas águas dos rios Tocantins e Araguaia, em busca dos grandes cardumes de pacus, piaus, curimatãs, entre outras espécies.
Nos citados meses, as reuniões aconteciam constantemente no salão de reunião e festa da União Artística Operária e Agrícola de Imperatriz, na Rua Benedito Leite, onde atualmente é a Praça da União. A cada encontro, aumentava o número de pescadores interessados.
Finalmente, em 30 de outubro, no auditório do INSS, com a presença do engenheiro de pesca Mário Bezerril, presidente da Federação das Colônias de Pescadores do Maranhão, foi fundada a Colônia de Pesca Z-29 de Imperatriz “Pedro Martins Pereira”. Foi eleita, então, a primeira diretoria, tendo como presidente Pedro Martins Pereira e o vice, Pedro Nunes; 1º secretário José Paiva, 2º secretário Domingos Cezar Ribeiro, tesoureiro Urbano Amorim, e como presidente do Conselho Fiscal, Raimundo Lopes Barra (Cametá).
Hoje a menos de dois meses de completar 40 anos de sua fundação, a Colônia de Pesca Z-29 de Imperatriz, presidida por Salomão Santana, recebeu na noite do último sábado, do prefeito Assis Ramos, o majestoso prédio devidamente preparado para receber peixeiros e consumidores.

Imagens:

Nenhum comentário:

Postar um comentário