quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Câmara Municipal aprecia contas da Secretaria de Saúde de Imperatriz



O secretário, Dr Alair Firmiano fez apresentação dos relatórios do 2º Quadrimestre de 2018
            Na manhã de ontem (10), em audiência pública, a Câmara Municipal de Imperatriz presidida pela Vereadora Terezinha Soares (PSDB), auxiliada pelos seus pares, Irmã Telma (PROS), Maura Barroso (PROS) e Ricardo Seidel (REDE), receberam o secretário de Saúde, Alair Firmiano, que apresentou relatório de gastos e investimentos do segundo quadrimestre de 2018 do município. Na tribuna, ele detalhou os números que mostram as aplicação dos recursos utilizados para manutenção dos serviços ligados à atenção básica, urgência e emergência.e outras ações vinculados à sua pasta.

NÚMEROS
Foram apresentados o total de:
R$ 186.990.848,77 em gastos;
R$ 35.726.984.88 destinados à Atenção Básica;
R$ 131.282.603,66 à Assistência Hospitalar e Ambulatorial;
R$ 2.525.525,74 ao suporte profilático e terapêutico;
R$ 862.130,0 à Vigilância Sanitária;
R$ 9.014.212,91 à Vigilância Epidemiológica;
R$ 10.000,00 à alimentação e nutrição
R$ 7.579.391,28 a outras subfunções.

QUESTIONAMENTOS
            Para alguns vereadores, apesar da apresentação das entradas e saídas, esses foram apenas números ligados ao orçamento, mas que não detalham os gastos, nem refletem a realidade do que se vê na saúde de Imperatriz, com problemas e muitas pendências principalmente relativas aos atendimentos. Os edis indagaram também porque alguns reparos são mais caros do que equipamentos novos.
            Alair disse que em relação aos números concorda e segundo ele, a sugestão será acatada para já ser alterada na próxima apresentação. Agradeceu pela ideia e achou muito interessante a sugestão que ira dirimir qualquer dúvida, pois para ele o que importa é a transparência.
            No tocante à denuncias , segundo ele estão quase que em sua totalidade baseadas em notícias de páginas virtuais que sequer vão atrás da realidade dos fatos e fazem com que algumas autoridades incorram em erro. “Hoje são mais de 400 leitos e quase 1300 servidores só no HMI, o que nos faz gerir praticamente uma pequena cidade, onde são servidas mais de 4000 refeições diárias e uma lavanderia que funciona 24h por dia. Mantemos um controle absoluto sobre tudo, para que nada saia do planejado. Estamos de portas abertas para a qualquer instante receber tanto os vereadores como o Ministério Público”, disse.

            No final o secretário classificou como de suma importância essa apresentação do relatório de todas as receitas e despesas do município, respondendo aos questionamentos dos vereadores e tirando todas as dúvidas. “Tudo foi respondido a contento, então eu considero que a audiência foi muito proveitosa, tanto para o município quanto para a câmara de vereadores e a população de Imperatriz. Apresentamos todos os dados e já na próxima prestação de contas iremos atender ao pedido dos vereadores, de detalhar minuciosamente todos os gastos”, finalizou.
Sidney Rodrigues - ASSIMP

Foto: Sidney Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário