quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Projeto de alunos da Facimp Wyden estuda a viabilidade da produção de celulose a partir da palha do milho



Alunos do curso de Engenharia Química da Facimp Wyden estão fazendo parte de um importante projeto de iniciação científica que busca estudar a viabilidade da produção de celulose a partir da palha de milho. O projeto está sendo feito por três alunas com o auxílio do professor doutor em Química e pesquisador, Marco Antônio Azevedo.
O professor explica que o projeto, que começou em maio de 2018 dentro da disciplina de química geral, iniciou distribuindo temas para os alunos pesquisarem e o resíduo da palha de milho chamou atenção por ser uma matéria prima de fácil acesso e que é comumente destinada para o lixo.
Sobre o desenvolvimento do projeto, o professor comenta: “a medida que vamos estudando, novas ideias vão surgindo. Com relação à produção de celulose, a ideia surgiu de alternativas para produção de celulose de materiais fibrosos que não sejam madeira.” Ele diz, ainda, que a biorefinaria já é uma realidade nas indústrias de celulose e papel, principalmente na Europa e também nos Estados Unidos.
Isabella Bastos Toledo, aluna do segundo período de Engenharia Química que participa do projeto, conta que a experiência é satisfatória desde o início porque a celulose é um polímero muito interessante para realizar estudos.
A aluna tem grandes expectativas no projeto, espera que ele se torne viável e que, caso a possibilidade de viabilidade se torne real, será possível fazer
um contínuo investimento na pesquisa, podendo expandir para um investimento em grande escala.

Nenhum comentário:

Postar um comentário