terça-feira, 13 de novembro de 2018

Adaptação de lares de pessoas idosas pode evitar acidentes fatais


Crianças e idosos são as faixas etárias que mais sofrem com acidentes domésticos

Engana-se quem pensa que o perigo está nas ruas. Às vezes pode estar dentro de casa, em especial quando se trata de crianças e idosos: dois públicos que são as maiores vítimas dos acidentes domésticos, muitos dos quais fatais.

Dados do Sistema Único de Saúde (SUS) revelam que um terço dos atendimentos por lesões traumáticas acometem pessoas acima de 60 anos, sendo que 75% desses acidentes aconteceram no ambiente doméstico, com fraturas em 34% deles.

Para a terceira idade, até atividades mais simples como andar pela casa, ir ao banheiro ou levantar da cama podem causar graves quedas ou uma fratura fatal. Ao contrário das crianças, o processo de recuperação do idoso é mais lento, podendo deixá-lo de repouso por meses. Portanto, adaptar o lar é preciso.

Com a adoção de algumas medidas e a instalações de equipamentos de segurança em locais como banheiros, quartos e salas, muitos problemas podem ser evitados e a qualidade de vida preservada na chamada melhor idade.

Segundo os arquitetos do Grupo Potiguar, evitar escadas e rebaixar a altura de itens como armários, bancadas e gavetas facilita a vida dos idosos no seu dia a dia. Para evitar escorregões, uma boa medida é trocar pisos lisos por modelos antiderrapantes; principalmente nos banheiros, onde o risco de queda é maior, por causa da água e do sabão dentro do box; mas não apenas dentro dele e sim em todo o ambiente. Outros locais como lavanderia e cozinha, onde há uso de água com mais frequência, também pedem pisos antiderrapantes.

Outra dica valiosa é investir na instalação de barras de segurança, que são encontradas em vários tamanhos e em diversos materiais, do plástico ao inox, e que devem ser usadas nos banheiros (tanto ao lado do vaso sanitário quanto no boxe), nas portas de entrada, ao lado da cama, e nos demais locais onde os idosos se locomovem com frequência e precisam contar com um apoio extra. 

Os especialistas lembram ainda que é importante não descuidar da iluminação da casa. A dica é instalar interruptores próximos da cama, das portas e sofás. Assim, fica mais fácil para um idoso quando precisar levantar no meio da noite, por exemplo, para ir ao banheiro. Usar um abajur de cabeceira próximo à cama também facilita nessas situações. E quem puder, pode investir ainda na instalação de sensores de movimento no caminho entre o quarto e o banheiro e entre o quarto e a cozinha, por exemplo.

Vale lembrar que os móveis também devem estar adequadamente instalados e de preferência bem afixados. Para evitar acidentes com estantes, armários e móveis que possam balançar caso o idoso se apoie neles, sugere-se a utilização de nichos fixados nas paredes e em alturas mais, assim como rebaixar as bancadas de banheiros e cozinhas, para que os idosos não precisem ficar na ponta dos pés ou se abaixarem muito.

Em Imperatriz, muitos desses itens podem ser encontrados na loja Potiguar localizada na da entrada da Vila Cafeteira (BR 010, Km 252 - Coco Grande) e aberta de segunda à sexta das 08H às 20H; sábados das 08H às 18H e domingos das 08H às 13H. Até o dia 20 de novembro, alguns itens mencionados estarão com descontos especiais pelo Festival de Banheiro & Cozinha da Potiguar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário