quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

Casa do Idoso Feliz lança projeto "É preciso saber viver"

ATENDIMENTO

Ação é voltada para manutenção da boa saúde na terceira idade

por Dema de Oliveira

Nesta quarta-feira, 23, a Casa do Idoso Feliz, mantida pela Prefeitura de Imperatriz, iniciou mais um projeto para manutenção da qualidade de vida da terceira idade. Intitulada "É preciso saber viver", iniciativa é voltada para a saúde mental com foco em 20 passos. Mensalmente serão realizadas palestras, oficinas, dinâmicas e rodas de conversa toda última quarta-feira do mês.
“Realizaremos todas as ações em parceria com a rede de Saúde Mental do Município. Hoje, na abertura, a equipe do Caps já esteve conosco fazendo orientações sobre o que devemos fazer para manter a sanidade mental e trazendo reflexões sobre o Janeiro Branco, que nos desafia a termos um projeto de vida que busque o equilíbrio e escolhas mais felizes no dia a dia”, informou a coordenadora da Casa, Alessandra Nobre.
Segundo ela, projeto inclui ainda atendimento semanal com psicólogo e terapeuta ocupacional cedidos pela Atenção Básica de Saúde e oficinas sobre uso racional de medicamentos de controle especial com equipe da Central de Assistência Farmacêutica do Município.
Coordenadora da Rede de Saúde Mental de Imperatriz, Maria Aparecida Alves, disse estar bastante entusiasmada com a parceria firmada entre a Casa do Idoso e Programa Saúde do Idoso. “Estamos ampliando as ações voltadas a Saúde Mental dos nossos idosos e da população imperatrizense, construindo assim um novo olhar para os cuidados na cidade”, destacou.
Gardênia Noleto Viana, coordenadora do Programa Saúde do Idoso, informou que a saúde física dos idosos está bem assistida, uma vez que o programa ‘Casa do Idoso Feliz’, tem uma equipe com médicos, urologistas, ginecologistas e enfermeiro.

Imagens:

Nenhum comentário:

Postar um comentário