terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Guarda Municipal e Secretaria de Trânsito realizam visita técnica à GM-Rio


Equipamentos não letais também serão adquiridos pelos Órgãos de Segurança de Imperatriz.

por Luana Barros

Após realizar o curso de Instrutor de Tecnologias Não Letais, a Prefeitura de Imperatriz, por meio dos membros da Guarda Municipal e da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes, Setran, realizou visita técnica à Guarda Municipal do Rio de Janeiro (GM-Rio), na última quinta-feira , 07. Objetivo da iniciativa é fortalecer segurança no município, com a busca de informações sobre utilização dos instrumentos de menor potencial ofensivo (IMPO), em especial a pistola de eletrochoque.
O grupo foi recebido por gestores da instituição, o Sub-inspetor Cláudio Figueiredo, o Diretor da Diretoria de Operações: Inspetor Regional Alex Pinheiro da Silva, e pelos comandantes dos grupamentos de Operações Especiais (GOE) e Tático Móvel (GTM), subinspetor Alex Abrantes e inspetor André Luiz Pires.
O Comandante da Guarda Municipal de Imperatriz, José Ribeiro, destacou que “foram apresentados aos representantes os equipamentos usados pelos guardas municipais, como a pistola de eletrochoque e os lançadores de gases e de borracha e granadas, bem como, a atuação de todos os setores e estrutura da GM-Rio, que apresentam elevado nível de conhecimentos e práticas” .
Em dezembro de 2018, a Guarda Municipal do Rio voltou a utilizar as pistolas de eletrochoque. No total, foram adquiridos pela Prefeitura do Rio, mil equipamentos do modelo Spark Z 2.0, que dispara dois dardos capazes de neutralizar a pessoa, sem causar lesão permanente ou morte. Atualmente, a GM-RIO utiliza também lançadores de balas de borracha e de emissão de gás lacrimogêneo, e granadas de efeito moral. Equipamentos que também serão adquiridos pelos Órgãos de Segurança de Imperatriz para os guardas municipais e agentes de trânsito.
O uso do Instrumento de Menor Potencial Ofensivo (IMPO) segue um protocolo de atuação conhecido como Manual de Uso Diferenciado da Força criado pela instituição. “O modelo atende ao perfil de e está de acordo com as práticas adotadas em todo o mundo. O manual é um passo a passo que orienta a atuação dos agentes de segurança pública, que deverá ser seguido em Imperatriz” afima, Victor Amorim, Coordenador de Planejamento e Administração da Guarda Municipal de Imperatriz.
Durante a estadia da comitiva no Rio, dois grandes incidentes aconteceram. Primeiro, a prefeitura do Rio, pela primeira vez, decretou estágio de crise na cidade, por causa das fortes chuvas que que provocaram deslizamento, com a morte de mais de 10 pessoas. Em seguida, o incêndio ao CT do Flamengo. Em ambos incidentes a GM-RIO atuou para promover a segurança.  Tendo sido oportunizado o conhecimento da atuação e dos protocolos utilizados.
“O Diretor da Diretoria de Operações, Inspetor Regional Alex Pinheiro da Silva,  apresentou toda dinâmica de intervenção em grandes eventos e em situações de crises, principalmente, no que se refere ao trânsito, medidas que devemos implementar no âmbito da Setran”, assegurou Ráder Leão, Diretor-Executivo da Setran.
Intercâmbio e Capacitações
A Academia de Ensino da instituição realiza regularmente cursos e treinamentos de capacitação e atualização com foco em patrulhamento de proximidade e também na correta utilização do IMPO, tendo inclusive ministrado cursos de capacitação. A Inspetora-Geral sinalizou as possibilidades para trocas de experiências e disponibilização de vagas em cursos junto à Academia da GM-Rio, para as equipes de Imperatriz. 

Imagens:

Nenhum comentário:

Postar um comentário