quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Pimentel pede paz entre os vereadores


O membro mais antigo da Câmara Municipal levantou uma bandeira branca durante seu discurso na tribuna
Vereador Pimentel levantou a bandeira branca e pediu paz entre os parlamentares

Texto: Sidney Rodrigues
Fotos: Fábio Barbosa
            O vereador Pimentel (PDT) fez o seu primeiro discurso este ano na tribuna Freitas Filho, e com um ato inusitado levantou aplausos durante a sessão desta terça-feira (19). Na fala pediu paz com uma pequena bandeira branca de papel, simbolizando a união entre todos os edis.
            Pimentel falou sobre política, cobrou uma autocrítica por parte de todos e lembrou que afobamento e entusiasmo demais podem causar frustração e decepção para muitos no futuro, pois fatos parecidos já aconteceram, tanto na Câmara Municipal como no executivo, de os favoritos, nem se elegerem.
            O decano usando sua sapiência de seis mandatos disse que é necessário que todos tenham paciência e não se iludam com pesquisas ou enquetes baseadas em dados que não representam a verdade. “Falta ainda um ano e sete meses para a próxima eleição. É a hora de todos começarem a se preparar para uma campanha dura que vem por aí. Passei por vários mandatos e desde sempre ajudei os prefeitos dentro das minhas possibilidades e responsabilidades de vereador. Ajudo desde a campanha da Zenira em 92. Ela perdeu para Renato Moreira e de lá para cá ajudei a todos: Renato, Salvador, Ildon e Dorian como interventores, Ildon como prefeito, Jomar, Madeira e agora Assis que para mim é um dos melhores que já passou por essa cidade, principalmente no que se refere à limpeza e a malha asfáltica. Não aconteceram greves nessa gestão e nunca deixaram de pagar benefícios aos servidores. Não há como todos estarem ao seu lado, mas eu acho que ele está fazendo um ótimo trabalho. Enquanto ele estiver como prefeito e eu como vereador, irei apoiá-lo. Serei candidato novamente e quem quiser vencer tem que trabalhar muito, como eu faço”, disse.
            Para ele agressões e falácia não devem ultrapassar o respeito pelas pessoas e pelas instituições, para que não se perca o rumo no meio do caminho, ou no meio do mandato.
            O vereador ainda questionou a legitimidade de algumas pesquisas que para ele não passam de brincadeira, e que a manipulação por parte de alguns grupos merece um pouco de moderação. “Aqui não somos adversários, temos é que nos unir e cada um correr para trabalhar pela cidade, não tentar derrubar os outros, por isso trouxe essa bandeira para pedir união. Brigas não resolvem nada, oposição e situação devem lutar por Imperatriz de acordo com suas convicções, mas sem brigas ou desavenças”, finalizou.


Nenhum comentário:

Postar um comentário