terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

TRANSPORTE Estudantes do povoado Imbiral são beneficiados com transporte escolar terrestre Mais de 40 alunos são usuários do serviço


por Sara Ribeiro

Sensível as solicitações da população, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação, Semed, garantiu mais um benefício às crianças do município. Agora, a comunidade do povoado Imbiral, na zona rural, dispõe de ônibus escolar para deslocamento de 42 alunos que residem longe da Escola Enock Alves Bezerra.
Desde o início do ano letivo, o transporte escolar realiza rota diária, de segunda a sexta-feira, pela manhã e tarde, com paradas na porta de cada passageiro. Medida se deu após reunião com os pais dos estudantes realizada ainda no mês de janeiro. Além disso, houve o término do contrato de locação do transporte fluvial, mais indicado à época, para atendimento em áreas ribeirinhas.
“O próprio Ministério da Educação recomenda o transporte fluvial, porém diante das reclamações do povoado e do encerramento do contrato do barco foi recomendando pelo prefeito Assis Ramos, um transporte mais seguro e confortável para os alunos”, informou o coordenador de transportes da Semed, Marcos André Alves de Carvalho.
Com seis filhos pequenos em idade escolar, Josimar Marcos de Sousa foi um dos moradores que mais clamou pelo benefício. “Meus filhos são como ‘piabas’, mas ainda assim nos preocupávamos com esse transporte. A maioria dos alunos não andavam no barco, preferiam ir a pé ou de bicicleta”, revelou.
Os pedidos pela troca do transporte escolar se basearam também nas dificuldades durante o período de chuvas. As cheias do Rio Tocantins dificultavam o embarque e desembarque das crianças. “Lá em casa meus filhos não usavam o barco, sem falar que a distância para a beira do rio são 200 metros. No inverno a embarcação não tinha lugar para encostar, por conta das árvores e de não ter local apropriado. Então, era um sacrifício para os alunos irem a escola. Agora tudo melhorou”, alegou Dona Tereza D’Ávila Fontenele, mãe de dois filhos.
Já para seu Josafá de Sousa Rocha, que reside a seis quilômetros da unidade de ensino, com duas crianças usuárias do transporte fluvial, o grande problema era a segurança e a higiene dos filhos. “Nem usavam mais o sapato adequado para o uniforme escolar, porque sempre sujava e molhava nas subidas e decidas do barco.  O primeiro dia do ônibus parece que nem foi para a escola, porque meu filho chegou limpo”, desabafou.
Na garantia do deslocamento dos estudantes da zona rural, a Semed administra frota com 11 ônibus e 8 vans, na oferta de rotas diurnas. Além do motorista, disponibiliza cuidadores para acompanhamento dos alunos.  

Imagens:

Nenhum comentário:

Postar um comentário