sexta-feira, 29 de março de 2019

Comissão sobre violência doméstica contra mulher fará visitas a cinco estados


São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Bahia e Mato Grosso do Sul foram escolhidos com base em levantamento da Comissão da Mulher da Câmara
Will Shutter/Câmara dos Deputados
Reunião ordinária. Dep. Flávia Arruda (PR - DF)
Flávia Arruda: objetivo é verificar os protocolos de atendimento e a rede de acolhimento às vítimas
A Comissão Externa da Violência Doméstica Contra a Mulher atuará inicialmente nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Bahia e Mato Grosso do Sul. Os cinco estão entre os que apresentam mais casos de violência, segundo o mapa do feminicídio publicado pela Comissão da Mulher da Câmara. A comissão apresentou, nesta terça-feira (26), seu plano de trabalho.
A coordenadora do colegiado, deputada Flávia Arruda (PR-DF), disse que a ida aos estados tem o objetivo de cobrar e fiscalizar o cumprimento da Lei Maria da Penha. “Verificar os protocolos de atendimento e a rede de acolhimento à mulher vítima de violência. ” Ela informou que o grupo também vai convidar especialistas para debates e promover a troca de dados sobre o tema.
A deputada Sâmia Bomfim (Psol-SP) avalia que a situação nesses estados ainda é precária. "São pouquíssimas delegacias 24h com profissionais bem treinados para atender essas vítimas de violência".
Dados
O relatório global de 2019 da ONG internacional Observatório dos Direitos Humanos, divulgado em janeiro, concluiu que há uma epidemia de violência doméstica no Brasil. Em 2016, 4.645 mulheres foram assassinadas no País. Em 10 anos, foram registrados 221.238 casos de violência doméstica, o que equivale a 606 casos por dia.

Sâmia Bonfim espera chamar atenção para o problema. "De certa forma nossa comissão também é para incomodar. Aquilo que tiver errado precisa ser mudado imediatamente”, defendeu. Concluídos os trabalhos nos cinco estados selecionados, a comissão pode estender as atividades para o restante do País.
Reportagem – Nicole Mattiello
Edição – Geórgia Moraes

Brasil está na lanterna do ranking de mulheres no poder

Pesquisa lançada este mês (março) sobre participação política das mulheres ao redor mundo coloca Brasil na lanterna do ranking de representatividade no Poder Executivo.

Com apenas uma ministra nomeada pelo governo Bolsonaro, o Brasil ocupa a centésima sexagésima sétima posição no ranking de 174 países quando o assunto é a participação de mulheres no Poder Executivo. É o que revela a pesquisa anual promovida pela ONU mulheres em parceria com a União Interparlamentar divulgada este mês. 
Da Redação – RL

Sedel reúne equipe de trabalho para alinhar Parajeis 2019


Apae e as demais escolas que formam pessoas com deficiência participarão da construção do regulamento

por Dema de Oliveira

Equipe da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, Sedel, realizou na manhã de terça-feira, 26, reunião sobre o 38° Jogos Escolares Imperatrizenses, JEI's e o Parajeis 2019. Responsáveis pela organização da maior competição esportiva da região tocantina alinharam como será a participação das instuições como Apae e as demais escolas da cidade que atendem pessoas com deficiência e incentiva o esporte como qualidade de vida.
Nesse primeiro momento, apenas o coordenador da Associação Pais e Amigos dos Excepcionais, Apae, professor Eliverton Silva, que também representa o estado no Parajeis e Parajems em Imperatriz, participou da reunião. Em um segundo encontro, participarão da reunião os demais coordenadores do Parajeis 2019, das escolas da rede municipal, estadual e particulares.
Além da equipe da Sedel, composta pelo diretor dos 38º  Jogos Escolares Imperatrizenses, JEI’s 2019, Patrick Medrado, coordenadora geral dos Jogos, Dinalva Benigno e o professor Hilton Luis Silva, a reunião contou também com a presença da presidente da Comissão de Direitos da Pessoa com Deficiência da OAB e membro do Conselho Municipal de  Criança com Deficiência, Regina Célia Nobre.
Patrick Medrado, informou que no Fórum ocorrido na semana passada, foi apresentado o regulamento geral, que contempla todas modalidades dentro dos Jeis e Parajeis. Ele ainda explicou os regulamentos específicos para pessoas com deficiência estão sendo construídos de forma democrática. Foi definido também que este ano ano os Parajeis terão mais duas modalidades esportivas, badminton e capoeira, somando-se agora seis modalidades esportivas, com as que já vinham sendo disputadas, atletismo, dama, tênis de mesa e xadrez. “O objetivo da Sedel é a inclusão desses alunos com deficiência”, concluiu Patrick Medrado.
O professor Eliverton Silva, representante da Apae, pontuou a importância dos Parajeis para a cidade. “É de fundamental importância a participação de pessoas com deficiência física nas práticas esportivas que a cidade oferece”, destacou.
A advogada Regina Célia Nobre, presidente da Comissão de Direitos da Pessoa com Deficiência da OAB e membro do Conselho Municipal de  Criança com Deficiência, reforçou a necessidade da Sedel caprichar na divulgação e incentivo a participação do evento. "Aconselho a fazer uma maior visibilidade dos Parajeis, e o mapeamento das escolas que atendem alunos com deficiência”, pontou.
O secretário Eudes Feitosa, ressaltou que as disputas do Parajeis, irão mais uma vez alavancar a edição dos Jogos. “O Município dará total apoio aos professores que estarão a frente desse projeto de inclusão, priorizamos e incentivamos total dedicação para que os Parajeis deste ano, superem o ano passado”, enfatizou Eudes Feitosa.

Comunidade pode escolher marca dos Jogos Escolares Imperatrizenses


Resultado da enquete será divulgado dia 15 de abril

por Kayla Pachêco

Pela primeira vez, em Imperatriz, a escolha da marca dos Jogos Escolares Imperatrizenses vai ser definida pelos próprios atletas e comunidade em geral. A Prefeitura de Imperatriz lança desta quarta-feira, 27, enquete para escolha da identidade visual dos JEI's 2019. Três modelos estão disponíveis para votação no portal da Prefeitura.
Proposta foi apresentada durante o Fórum dos XXXVIII JEI's, realizado pela Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, Sedel, com a presença de professores de cerca de cem instituições de ensino da cidade. Encontro debateu regulamento da maior competição esportiva da região que será realizada de 31 de maio a 17 de junho, e terá participação de mais de seis mil atletas nas categorias pré-mirim, mirim, infantil e infanto.
A proposta de definir coletivamente a cara dos Jogos Escolares atende à política de gestão participativa desenvolvida pelo Executivo. "A orientação do prefeito Assis Ramos é oportunizar a participação popular em todas as ações do Município. Então nada mais justo que receber a opinião dos atletas e da comunidade na organização de um evento que é preparado para eles, para crianças e jovens, proporcionar integração em todos os meios, inclusive o virtual", observa Eudes Feitosa, secretário municipal de Esporte.
Votação está aberta através do link www.imperatriz.ma.gov.br/enquetejeis. Resultado da enquete será divulgado dia 15, através do site e das redes sociais oficiais da Prefeitura.

Câmara aprova projeto que dá autonomia a partidos sobre mandato de dirigentes


Deputados ainda votarão destaques que podem alterar pontos da proposta
Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Ordem do dia para discussão e votação de diversos projetos
Plenário aprovou autonomia dos partidos para definir prazo de duração dos mandatos de dirigentes partidários
O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (27) o Projeto de Lei 1321/19, do deputado Elmar Nascimento (DEM-BA), que garante a autonomia dos partidos políticos para definir o prazo de duração dos mandatos dos membros dos seus órgãos partidários permanentes ou provisórios.
Na próxima semana, os deputados começarão a votar os destaquesapresentados ao substitutivo do deputado Paulo Pereira da Silva (SD-SP), que também trata de recursos do Fundo Partidário recebidos pelos partidos para serem aplicados na promoção da participação feminina na política.
O texto aprovado disciplina questões que vinham sendo tratadas em resoluções do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). No caso dos órgãos partidários provisórios, o TSE decidiu, por meio da Resolução 23.571/18, que esse tipo de órgão, a partir de 1º de janeiro de 2019, teria 180 dias para ser convertido em definitivo.
Com o substitutivo, o prazo de vigência dos órgãos provisórios será de até oito anos. Um dos destaques pendentes de votação propõe dois anos.
Entretanto, o texto aprovado prevê que, após o fim desses oito anos, não haverá a extinção automática e o cancelamento de seu CNPJ.
Prestação de contas
Quanto aos órgãos municipais que não tenham movimentado recursos ou arrecadado bens estimáveis em dinheiro, o substitutivo os dispensa de enviar declarações de isenção, de débitos e créditos tributários federais e demonstrativos contáveis à Receita Federal.
A comprovação da inexistência de movimentação financeira poderá ser por certidão de órgão superior ou do próprio órgão regional e municipal.
Para aqueles que já estejam com seu CNPJ inativado pela Receita, o texto permite o envio de declaração simplificada de que não houve movimentação financeira para requerer a reativação da inscrição sem taxas, multas ou demais encargos.
Outra mudança na Lei dos Partidos Políticos (9.096/95) permite à legenda participar de pleitos eleitorais se não enviar à Justiça eleitoral, anualmente, o balanço contábil do exercício anterior.
Em todas as decisões da Justiça eleitoral sobre prestações de contas, mesmo aquelas rejeitadas, os dirigentes partidários não poderão ser inscritos no Cadastro Informativo dos Créditos não Quitados de Órgãos e Entidades Federais (Cadin).
Responsabilidade civil e criminal
Em relação à responsabilidade civil e criminal dos dirigentes partidários, o texto as define como subjetivas e que somente deverão atingir o dirigente responsável pelo órgão à época do fato, não impedindo os atuais dirigentes de receber recursos do Fundo Partidário.
Atualmente, a lei prevê responsabilização apenas se for verificada irregularidade grave e insanável por meio de conduta dolosa que implique enriquecimento ilícito e lesão ao patrimônio do partido.
Participação feminina
O texto também trata de recursos que os partidos deveriam ter destinado, em anos anteriores, à promoção e difusão da participação feminina na política. Segundo o substitutivo, os partidos que, antes de decisão final do Supremo Tribunal Federal (STF) em ação direta de inconstitucionalidade (ADI), tinham acumulado recursos de repasses do Fundo Partidário a serem destinados ao estímulo da participação das mulheres na política, poderão usá-los para essa finalidade até o exercício de 2020, como forma de compensação.
A lei dos partidos determina a aplicação anual nessa finalidade de um mínimo de 5% do dinheiro recebido do Fundo Partidário. Em 2015, a Lei 13.165/15 permitia o acúmulo desse dinheiro, se não usado nessa finalidade em anos anteriores, para aplicação em campanhas eleitorais de candidatas, sem aplicação de penalidade de aumento dos gastos em 12,5% desse repasse.
Após o julgamento da ADI 5.617, considerando inconstitucional esse acúmulo, o Supremo demorou para regulamentar os efeitos passados desse trecho. Ao fazer isso, determinou que o passivo acumulado deveria ser transferido para as campanhas eleitorais das mulheres em 2018. Entretanto, essa decisão foi tomada às vésperas das eleições (3 de outubro).
Nesse sentido, o projeto permite aos partidos que ainda tenham recursos de anos anteriores em contas específicas para participação das mulheres na política usarem o dinheiro para essa finalidade até o ano de 2020.
Para aqueles que tenham usado os recursos nas campanhas eleitorais, conforme permitido pelo Supremo, o substitutivo concede uma anistia de penalidades como a rejeição das contas ou qualquer outra penalidade, como o aumento de 12,5% dos recursos não gastos. No entanto, esse trecho ainda está pendente de votação por causa de um destaque.
A anistia vale também para aqueles que não aplicaram no incentivo à participação feminina e não repassaram os recursos para campanhas eleitorais de mulheres.
Comissionados
Por fim, o projeto anistia as devoluções, cobranças e transferências ao Tesouro Nacional de doações feitas em anos anteriores por servidores públicos que exerçam função ou cargo público de livre nomeação e exoneração, desde que filiados a partido político.

ÍNTEGRA DA PROPOSTA:

Reportagem – Eduardo Piovesan
Edição – Pierre Triboli

Sinfra protocola junto ao DNIT projeto de esgotamento sanitário do PAC-2


O PAC-2 é um dos maiores investimentos em obras de saneamento e pavimentação asfáltica em Imperatriz. Serão 32 quilômetros de drenagem profunda e asfaltamento de vias que beneficiarão mais de 20 mil moradores dos bairros Vila Fiquene e Parque Airton Sena.

por Gil Carvalho

O secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Zigomar Filho, acompanhado por uma equipe de engenheiros da Sinfra, protocolou na manhã desta quinta-feira, 28, na unidade regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT de Imperatriz, o projeto de construção do emissário de esgotamento sanitário, do Programa de Aceleração do Crescimento, PAC-2, na travessia urbana da rodovia BR-010. 

Ele explicou a chefe da unidade local do DNIT, Marlice Magalhães, e sua equipe técnica, que o prefeito Assis Ramos conseguiu destravar em Brasília, a retomada das obras de construção do emissário de esgotamento sanitário do PAC-2, iniciada em setembro do ano passado no cruzamento das ruas Henrique Dias com a D. Pedro I, no bairro Bacuri. “Nós avançamos muito com o assentamento da tubulação de 200 milímetros, passando pelo Jardim São Luís até chegar a Estação Elevatória de Esgoto (EEE) na Rua João Palmeiras, Vila Nova”, ressalta.
Zigomar Filho disse ainda que “O Município depende da autorização do DNIT para fazer a transposição dos tubos de PVC (200 milímetros) do sistema de esgoto. A expectativa é que a superintendência do órgão no Maranhão emita o laudo para que a Sinfra possa avançar nas obras”, frisa o secretário.
CONJUNTO OBRAS
O PAC-2 é um dos maiores investimentos em obras de saneamento e pavimentação asfáltica nestes últimos anos em Imperatriz. Serão 32 quilômetros de drenagem profunda e asfaltamento de vias que beneficiarão mais de 20 mil moradores dos bairros Vila Fiquene e Parque Airton Sena.

Realizada 5ª Conferência Municipal da Pessoa Idosa


Organização e debates com mesas redondas e grupos de trabalhos marcaram o evento

por Maria Almeida

Com tema: “Desafios de envelhecer no século XXI e o papel das políticas públicas”, foi realizada nesta quinta-feira, 28, as discussões da 5ª Conferência Municipal da Pessoa Idosa. Evento aconteceu no auditório da OAB e contou com à presença da secretária de Desenvolvimento Social, Janaina Ramos, representantes do Ministério Público, da Câmara de Vereadores, da Comissão de Defesa dos Direitos do Idosos da OAB e comunidade em geral.
Programação teve apresentações da Cia de Arte da Casa do Idoso, debates, grupos de trabalhos, aprovação de propostas e eleição de delegados. “É um momento importante que marca o início das possíveis mudanças a serem implantadas na política de defesa dos direitos dos idosos, por isso a secretaria participa ativamente contribuindo com a organização e com proposições a serem votadas”, destacou Janaína. 
Ela destacou durante a solenidade de abertura da conferência informações sobre a garantia de como se dar o funcionamento das políticas vigentes, a Sedes desenvolve atividades diariamente em sete equipamentos públicos do município, onde os idosos contam com orientações e serviços; desde uma solicitação de carteira do idoso e auxílios diversos a atendimentos multiprofissionais com enfermeiros, educadores físicos, assistentes sociais, nutricionistas e psicólogos.
“O funcionamento dessa estrutura é reflexo das políticas públicas desenvolvidas por nós e, garante qualidade de vida a milhares de idosos da nossa cidade. Esse é o nosso papel enquanto gestores públicos, pois envelhecer é um processo natural e contínuo. Mas para envelhecer com dignidade e qualidade de vida é preciso a contribuição de todos nós”, afirmou a secretária. 
As propostas aprovadas ao final da plenária serão apresentadas na Conferência Estadual pelos delegados eleitos.

Frente dos Municípios quer priorizar projetos sobre ISS e ICMS


Gabinete Dep. Herculano Passos
Fotos do Dia - Reunião da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Municípios Brasileiros (27.03.19)
A frente reúne 337 parlamentares em defesa dos interesses dos municípios
Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Municípios Brasileiros definiu ontem parte da lista de propostas prioritárias em análise no Congresso.
De acordo com o presidente do colegiado, deputado Herculano Passos (MBD-SP), em encontro com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, na terça, ficou acertado que a frente indicará quatro projetos para serem votados na semana da 22ª Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, que acontece de 8 a 11 de abril.
Entras estão os projetos de lei complementar 461/17, que redistribui o Imposto Sobre Serviços (ISS), e o 511/18, que obriga a União a compensar estados e Distrito Federal por perdas com a desoneração do ICMS.
Segundo Herculano, a redivisão do ISS é urgente e “vai representar mais de R$ 4 bilhões nos cofres municipais”.
A frenteA Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Municípios Brasileiros tem 337 integrantes: 306 deputados e 31 senadores. É a maior do Congresso Nacional, superando frentes como a da Segurança Pública (302 integrantes) e da Agricultura (226).
O colegiado trabalha em conjunto com a Confederação Nacional dos Municípios e tem como objetivo defender os projetos de interesse municipalista, em tramitação no Congresso Nacional.

ÍNTEGRA DA PROPOSTA:

Da Redação – ND

Câmara aprova aumento para servidores efetivos


O projeto de iniciativa da mesa diretora teve votação unânime



Sidney Rodrigues - ASSIMP
Foto: Sidney Rodrigues
            Na ordem do dia de ontem (28) aconteceu discussão e votação única, do projeto de lei ordinária nº 07/2019 de autoria da mesa diretora, que reajusta o salário dos servidores efetivos da casa de leis. O aumento dado foi de 8%. Onde foi houve reposição de 4% relativa à inflação e foram dados mais 4% de ganho real aos servidores.
            Os vereadores disseram ser uma satisfação votar esse projeto, pois reconhece e valoriza os servidores da casa. O atual presidente, José Carlos Soares, tem inovado valorizando os funcionários, que se sentem contemplados com reajustes sempre acima da inflação.
            João Silva (PRB), Terezinha (PSDB), Ditola e Bebé Taxista (PEN), Sargento Adelino (SD), Ricardo Seidel (REDE) e Fábio Hernandez (PSC) se pronunciaram e disseram estar orgulhosos com as transformações que aconteceram após o início da atual presidência.
            “Jose Carlos é um orgulho para todos nós vereadores como presidente, desde que assumiu só trouxe crescimento, melhorias, organização, visibilidade para a Câmara e agora faz jus ao trabalho dos servidores, pois todos se desdobram e fazem um trabalho à altura do parlamento. É um grande reconhecimento. Seria bom que todos os funcionários do município fossem tratados assim. É um exemplo de administrador”, disse João Silva.
            “Um gesto do presidente para com os servidores que sempre trabalham com altivez, competência e responsabilidade. Do zelador ao mais alto cargo estão sempre à disposição dos vereadores e da população que se dirige a casa de leis. O país passa por uma crise que também atinge o serviço público. Em alguns lugares estão baixando salários e até demitindo, mas aqui graças a uma administração correta estamos dando quase 10% de aumento no salário de todos e que vai melhorar a qualidade de vida, aumentar o poder de compra dos trabalhadores, mostrando como se deve tratar servidores”, assegurou Fábio Hernandez.
            O presidente em sua fala informou que o aumento é para os servidores efetivos da casa. “Pessoas que fazem a limpeza, cantina, segurança, auxiliares, administrativos, do menor ao maior cargo. Parabéns. pois todos são dignos desse aumento e que possam continuar desempenhando seus papéis de forma brilhante”.
            José Carlos informou também que no mês que vem a Camara irá disponibilizar um curso a todos os servidores, sobre orçamento, licitação e prestação de contas para assessores e servidores em geral e servirá para melhorar a qualificação de todos. O curso está sendo preparado e o funcionário público que mostrar interesse poderá participar, ou os vereadores devem indicar um assessor. As aulas acontecerão na própria Câmara na parte da tarde.

Legenda: Projeto de lei ordinária de autoria da mesa diretora, reajusta o salário dos servidores efetivos da casa em 8%.

___________________________________________________________________________________________________________

Vereador Adhemar Freitas defende salário justo para classe de engenheiros, químicos, administradores e arquitetos concursados do município de Imperatriz
Joãozinho Cézar - Assessoria
Fotos: Sidney Rodrigues
            Na manhã desta quinta-feira (28), o vereador e advogado, Adhemar Freitas Jr. (PSC), usando a tribuna Freitas Filho para as suas colocações no grande expediente da Câmara Municipal de Imperatriz, defendeu a classe dos engenheiros, químicos, administradores e arquitetos funcionários concursados, da prefeitura municipal de Imperatriz.
            Desde o ano passado o vereador vem cobrando insistentemente, junto ao Poder Executivo Municipal, melhorias salariais justas para classe e uma remuneração digna aos profissionais, concursados da prefeitura de Imperatriz.
            Os vereadores, Zesiel Ribeiro (PSDB), Paulinho Lobão (PDT), Pedro Gomes (PSC), Alberto Sousa (PDT), Sargento Adelino (SD), Bebé Taxista e Ditola (PATRIOTA), Aurélio do PT e Fábio Hernandez (PSC), parabenizaram e pediram para subescreverem a proposição do vereador, quando esta vier ao plenário para votação.
            O vereador Alberto Sousa (PDT), parabenizou e disse que pretende fortalecer muito mais a fala e a indicação do vereador Adhemar Jr., em favor da classe.
            Fábio Hernandez (PSC), disse “que os profissionais em “questão”, são merecedores de uma boa remuneração,”.
            Para os vereadores Paulinho Lobão, Pedro Gomes, Ditola e o professor Ricardo Seidel, “pelo serviço e pela grande responsabilidade que a classe dos engenheiros, químicos, arquitetos e administradores executam para edificar o nosso município, é óbvio, que são dignos de um salário mais justo e humanitário”.
            Adhemar Freitas Jr., foi ovacionado pela classe que hoje esteve presente na galeria da Casa de Leis imperatrizense.
            Ao final da sua fala, o vereador Adhemar Freiras Jr., agradeceu a todos os seus pares pelo apoio e solicitou a colaboração dos demais vereadores para juntos assinarem a sua proposição que será encaminhada ao executivo municipal imperatrizense.

Legenda: Vereador Adhemar Freitas Jr. (PSC), reivindica melhores salários para as classes

Hildo Rocha solicita ao ministro da educação curso de medicina em Chapadinha e polo da Ufma em Barra do Corda


Durante audiência com o ministro da Educação, Ricardo Vélez, realizada ontem, em Brasília, o deputado federal Hildo Rocha solicitou oficialmente a implantação de Curso de Medicina na cidade de Chapadinha e a construção de um polo em Barra do Corda.

Curso de Medicina em Chapadinha
O deputado destacou que a cidade de Chapadinha é sede de um importante polo de desenvolvimento econômico. “O município tem toda a estrutura necessária para que seja instalado o curso de medicina. Tem várias unidades de saúde, inclusive hospital regional, além de vários profissionais da área. Por isso solicitei ao ministro Ricardo Vélez o seu apoio para viabilizar a instalação do curso de medicina naquela importante cidade maranhense”, alegou Hildo Rocha.

Implantação de Polo da Ufma em Barra do Corda
Na ocasião, o parlamentar solicitou a implantação de um Polo da Ufma para Barra do Corda. “Ministro Ricardo, estou lhe pedindo, na presença da reitora da Universidade Federal do Maranhão, Nair Portela, em nome da população de Barra do Corda, que você nos ajude a instalar um polo da Universidade Federal do Maranhão em Barra do Corda que também é sede de uma regional, tem excelente localização geográfica, fica bem no centro do Maranhão, é uma cidade pujante que merece e precisa de um polo da nossa Universidade Federal para se desenvolver mais ainda”, argumentou o deputado.

Biblioteca da Ufma
Hildo Rocha solicitou a liberação de recursos para a conclusão do prédio da biblioteca central do campus da UFMA em São Luís.  “A obra do prédio está paralisada. Os recursos financeiros para a conclusão daquele prédio foram viabilizados por meio de emenda em 2017. Entretanto  os recursos ainda estão bloqueados. O ministro se comprometeu em resolver esse entrave”, destacou.

Recursos para a Uema
Ainda de acordo com o parlamentar, existem recursos de sua autoria que foram destinados para a Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) que também entraram no contingenciamento do governo federal. “Só para a compra de material didático, destinei mais de um milhão de reais que deveriam ter sido aplicados na compra de equipamentos didáticos”, declarou Hildo Rocha.

Urbanização do Campus de Balsas
Outra demanda que foi apresentada pela reitora Nair, pelo pró-reitor, João de Deus Mendes e pelo deputado Fufuca, foi a complementação das instalações do prédio do Campus da Ufma de Balsas. O assunto já havia sido discutido durante reunião da qual participaram o professor João de Deus; o prefeito de Balsas, Erik Augusto Silva; o diretor do Campus de Balsas, Francisco de Assis, o deputado André Fufuca e o senador Wewerton Rocha. “Hoje eles participaram da audiência, explicando pessoalmente o problema ao ministro, que assegurou priorizar a liberação dos recursos necessários para a conclusão das obras”, esclareceu o parlamentar.

Participaram da audiência os deputados federais Hildo Rocha, André Fufuca, Edilázio Júnior, Eduardo Braide, Gildenemyr e Pedro Lucas; o deputado estadual Marco Aurélio e o senador Wewerton Rocha, a Reitora da Ufma, Nair Portela, o pró-reitor,  João de Deus Mendes, o Presidente da CAPES, Anderson Ribeiro Correia, e a professora Lúcia Brandão, representante da Uema em Brasília, também participaram do encontro.