sexta-feira, 30 de agosto de 2019

Expectativas e transformações na economia regional marcam o tema da Fecoimp 2019


O evento, que acontece durante os dias 11 a 14 de setembro, busca evidenciar o potencial econômico da região tocantina e do estado.

A 19ª edição da Feira do Comércio e Industria de Imperatriz (Fecoimp) tem como tema: “Seja Você a Transformação”. O evento, que já se tornou referência no calendário maranhense, tem o objetivo de interligar todos os setores da economia de Imperatriz e todo o estado.
Para o presidente da ACII, Guilherme Maia, a temática deste ano reflete as estratégias que interligam tecnologia à inovação. “O cenário tecnológico possibilita que grande parte dos processos sejam intermediados pela rede, ou sistemas criados por ela. Amparados nisso, estamos buscando soluções transformadoras sobre como inovar, sempre pensando em responsabilidade social e econômica”, explica.
A Fecoimp, de acordo com Maia, é uma vitrine de negócios que possibilita o intercâmbio de produtos e serviços entre os expositores. “Durante a feira os expositores podem apresentar soluções que viabilizam e fomentam o comércio e indústria de Imperatriz e toda região, transformando o que nós temos para criar algo novo e efetivo”, conclui.

Expectativa – Nos últimos 18 anos, a Fecoimp atraiu mais de 500 mil visitantes, números que se somam à prospecção do alto volume de negócios, atendem às expectativas dos expositores e reafirmam a potencialidade da economia regional. Estima-se que, em 2019, o número de visitantes da feira possa superar os 32 mil da edição anterior. Neste ano, os visitantes contarão também com a climatização do Centro de Convenções, obra reivindicada pela ACII.
A 19ª edição da Fecoimp é realizada pela Associação Comercial e Industrial de Imperatriz (ACII) e seus conselhos Conjove (Conselho de Jovens Empresários) e CME (Conselho da Mulher Empresária). O evento acontece entre os dias 11 a 14 de setembro, no Centro de Convenções de Imperatriz, localizado
na Rua Marechal Hermes da Fonseca, nº 32, Centro. Este ano a feira conta com o patrocínio da Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), Secretaria do Turismo (Setur), Emap – Porto de Itaqui, Banco do Nordeste, Banco do Brasil, Banco da Amazônia, Governo Federal, Prospera Santander Microfianças, Banco Santander, Valor Logística Integrada (VLI), Suzano, Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão (Fecomércio), Serviço Social do Comércio (Sesc), Prefeitura de Imperatriz, Universidade Ceuma e Companhia Maranhense de Gás (Gasmar). Tem, ainda, o apoio do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Franchising Group, Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (Cacb), Federação das Associações Empresariais do Maranhão (Faem), e 50º Batalhão de Infantaria de Selva (50º Bis)

Conjunto Vitória recebe Mutirão de serviços da Prefeitura

A GENTE FAZ


Consultas médicas, exames de rotina, vacinação de animais, tratamentos de beleza e recreação estarão disponíveis para a população

por Islene Lima

Para a 19ª edição do “A Gente Faz Cidadania” no próximo sábado, 31, no bairro Conjunto Vitória, a Prefeitura trará novidades para a comunidade. Além dos serviços habituais já oferecidos no mutirão, como consultas, vacinação, exames, distribuição de mudas, atendimento veterinário, entrega de cestas com frutas e legumes, recreação, beleza e sorteio de prêmios.
Evento conta ainda com a entrega de uma Unidade Básica de Saúde, praças novas, ponte, mais asfalto, muita limpeza e internet aberta para toda comunidade, que é uma grande novidade dessa edição. A saúde recebe algumas inovações, como o acréscimo de mais especialidades disponíveis para a população. Além de clínico geral e ginecologista, serviços de pediatra, psicólogo, psiquiatra, fisioterapeuta e educador físico estarão disponíveis no local. As coordenações das saúdes da Mulher, Homem, Idoso e Criança também vão marcar presença no evento. 
Na ocasião, serão feitas as entregas de kits e certificados dos cursos de capacitação oferecidos previamente pela Prefeitura para a comunidade. Realizados durante toda a sexta-feira, 30, na Igreja São João Batista, a oficina de produção de Pirulito Gourmet ocorre pela manhã e a de Geladinho Gourmet acontece pela tarde. No “A Gente Faz Cidadania” deste sábado, as pessoas que fizeram o curso vão sair prontas para exercer a atividade comercial aprendida e assim obter renda efetiva com ela.
O prefeito Assis Ramos explica que este projeto começou com objetivo de alcançar todas as regiões da cidade. "Nosso empenho e esforços estão no sentido de garantir que todos os serviços de responsabilidade do Município alcancem os cidadãos de Imperatriz, e neste sábado o Conjunto Vitória fará parte dessa grande mobilização”.
Os Atendimentos iniciarão a partir das 8 horas, na praça ao lado da Unidade Básica de Saúde Osmarina Noleto Chaves. (Texto com colaboração de Ariel Rocha)


Imagens:

Prefeitura realiza desobstrução de galerias e bocas de lobo

LIMPEZA PÚBLICA

Ações ocorrem no bairro Vila Nova

por Rafael Pestana

A Prefeitura de Imperatriz, por intermédio da Secretaria de Limpeza Pública, SLP, intensifica o serviço de desobstrução de galerias de esgoto e bocas de lobo, durante esta semana. A ação é realizada no bairro Vila Nova. Além da ação de desentupimento das bocas de lobos e das manilhas, as frentes de serviços da SLP também realizam a reforma das que estão danificadas. Dependendo da situação em que se encontram, é realizado a substituição completa das manilhas.
O secretário de Limpeza Pública de Imperatriz, Alan Johnes, ressalta que a ação continuará em outros bairros e visa evitar de forma atencipada problemas que possam surgir durante o período de chuvas. "Estamos intensificando esse serviço para garantir que, quando iniciado o período de chuvas, a cidade não sofra tanto com os alagamentos", destaca o secretário.
Ainda nessa quarta-feira, as frentes de serviços da SLP também atuam em outros pontos da cidade. A BR-010, as avenidas JK e Pedro Neiva de Santana, o Parque das Mansões, Brasil Novo, Vila Ipiranga e as praias do Meio e do Cacau recebem os serviços do Arrastão da Limpeza.
O Cata Treco cumpre agenda nos bairros Nova Imperatriz, São José, Santa Rita e Vila Lobão. E as equipes de limpeza responsáveis pela poda e recolhimento de gralharias e resíduos verdes atuam no Centro, na Beira Rio e no Habitar Brasil.

Imagens:

Corrida do fogo simbólico abre Semana da Pátria

INDEPENDÊNCIA DO BRASIL

60 atletas se revezam na condução da tocha

por Sara Ribeiro

A tradicional corrida da fogo simbólico abre Semana da Pátria nesta sexta-feira, 30. A saída partirá da Escola Municipal Guilherme Dourado, Rua 17, Parque São José, a partir das 16h. Com percurso de 6 quilômetros, os atletas percorrerão as principais ruas, passando pelos bairros Santa Rita, Nova Imperatriz até a chegada ao Palácio Renato Cortez Moreira, sede da Prefeitura, para solenidade oficial.
Participam da condução da tocha olímpica 60 alunos/atletas das instituições da rede municipal de ensino. Os alunos medalhistas nos Jogos Escolares Maranhenses, JEMs, Kauã Batista Lopes e  Wilson Gabriel Moraes de Sousa ficarão responsáveis pela saída da tocha da Escola Guilherme Dourado e chegada para acendimento da pira olímpica. 
De acordo com secretário de Educação, Josenildo Ferreira, o evento contará com toda contribuição dos servidores da Secretaria Municipal de Educação, Semed. “Profissionais de Educação Física, coordenação de eventos e servidores de apoio ficarão responsáveis pelo suporte no acompanhamento da corrida”, revelou. 
Durante o percurso haverá distribuição de água, transporte para deslocamento e descanso dos atletas, apoio da Secretaria de Trânsito e os cuidados necessários para segurança dos participantes. 
Haverão pontos de parada nas 12 escolas que fazem parte dos bairros até o percurso final. "As pardas serão nas Escolas Guilherme Dourado, Darcy Ribeiro, Mariana Luz, João Silva, Sinopse, Eliza Nunes, Marechal Rondon, Sucesso da Criança, Presidente Costa e Silva, Luís de França Moreira, Wady Fiquene e Renato Cortez Moreira", informou o coordenador de eventos da Semed, Edvan Nobre.
Com tema “O que cabe no meu mundo?”, a Semana da Pátria de 2019  apresentará nos 8 polos de desfiles espetáculo de 30 fanfarras, 70 escolas mobilizadas e mais de 8 mil alunos, no maior evento realizado pela gestão municipal. 

Imagens:

Vem aí a 2ª edição da maior Vaquejada da Região Tocantina


De 19 a 22 de setembro Imperatriz recebe a segunda edição da Vaquejada Haras HotBel. Considerada a maior da Região Tocantina, atrai competidores do Maranhão, Pará, Tocantins e Ceará. Este ano, o evento chama a atenção para a sua premiação de R$ 106 mil. O evento movimenta o comércio local, gera empregos e buscar inserir o Maranhão nos grandes circuitos de vaquejadas do Nordeste.
Estima-se que um público de 10 mil pessoas passem pelo Haras durante os quatro dias de evento. Como toda tradicional festa de vaqueiro, na vaquejada não pode faltar o famoso show de forró, que anima a vaqueirama e a comunidade. Durante o dia serão feitas as competições, e na noite do dia 21 a animação fica por conta do cantor cearense Caninana, conhecido pelo seu repertório de vaquejada e da cantora local Náguia Brasil. 
De acordo com o proprietário do Haras e realizador do evento, José Bastos Mesquita, "nós queremos fortalecer a cultura da vaquejada como esporte em nossa região, por isso, além dos vaqueiros, convidamos a população a estar junto nesta festa, para que se aproximem e conheçam de fato como funciona uma vaquejada".
O evento é chancelado pela Associação Brasileira de Vaquejada (ABVAQ), que garante o zelo e cuidados com bois e cavalos. "Não aceitamos que animais sejam maltratados, por isso temos o juiz de bem-estar, posicionado à beira da pista de competição e profissionais de adestramento, que conduzem o boi da melhor forma. Temos ainda espaços para os cavalos beberem água e descansar", ressalta Mesquita.
Geralmente, todas as atenções de uma vaquejada são voltadas para a premiação, porém, a estrutura e logística do evento também costumam ser um diferencial. Marcelo de Souza, competidor e vencedor na edição de 2018, nas categorias amador e profissional, fala da expectativa em participar novamente da vaquejada: "mais uma vez será a melhor da região, por causa da organização geral que é muito bem feita. Os horários são definidos, boiada selecionada, instalações e ambiente proporcionado aos competidores, além do cuidado com os 

"Humaniza Saúde" chega ao fim com balanço positivo

CAPACITAÇÃO

Mais de 1.300 servidores da saúde participaram da capacitação promovida pela Prefeitura de Imperatriz.

por João Rodrigues

Após mais de 15 horas de palestras e rodas de conversa, com vários temas, chega ao fim nesta sexta-feira,30, a maior capacitação já promovida pela Prefeitura de Imperatriz para seus servidores com foco na humanização do atendimento na saúde. A 1ª Semana de Capacitação em Humanização em Saúde, popularmente chamada de “Humaniza Saúde”, encerra-se com a entrega de certificados no auditório da Secretaria Municipal de Saúde, Semus, programada para às 9h.
Desde a abertura, o evento vem reunindo centenas de servidores que abraçaram a capacitação e se comprometeram em fazer sua parte para o melhor atendimento dos usuários do Sistema único de Saúde, SUS.
Após doze palestras, duas rodas de conversa e algumas atividades a coordenação tem boa impressão de tudo que aconteceu, as reações do público e acima de tudo a troca de experiências dos profissionais e o que tudo isso representa para o objetivo final: a humanização.
“O balanço geral é de que estamos muito satisfeitos porque conseguimos atingir nosso objetivo, com salas lotadas e servidores satisfeitos com as palestras. Temos certeza que a partir de agora as pessoas capacitadas vão olhar com outro olhar para nossos usuários do SUS”, avaliou a secretária adjunta da Semus, Mariana Jales.
Mariana destacou que em treinamentos de pessoal os resultados costumam ser percebidos gradativamente com os participantes colocando em práticas seus novos conhecimentos.
A coordenadora da Rede de Saúde Mental, Kátia Carvalho ressaltou a grande participação de servidores, como das equipes coordenadas por ela.
“O melhor deste Hunaniza Saúde é a mudança e como a doutora Mariana falou que vai ser gradativamente, hoje já percebemos que as pessoas já estão mais humanizadas, falando diferente. Alguns pessoas se identificaram com o que os palestrantes falaram, então é gradativo, mas também, instantâneo”, avaliou Kátia Carvalho que lembrou “a humanização também é uma coisa que está dentro da gente”.
Coordenadora da área de saúde bucal, Amanda Tomich espera que a capacitação seja colocada em prática logo. Ela lembrou que na área de saúde praticamente todos as pessoas que buscam atendimento têm pressas, mas no caso da saúde bucal é necessário um esforço extra porquê, na maioria das vezes, quando o paciente procura o serviço está sentindo muita dor.
“Uma pessoa que procura atendimento com dor de dente chega agitado, mal humorado, então a gente precisa saber atender, precisar ser bem humano”, observou.
Como médico, coordenador do SAMU Regional de Imperatriz, Alexsandro Freitas teve oportunidade de falar um pouco de sua experiência profissional na saúde para servidores. Quando procurado sobre o que espera, a partir de agora, do “Humaniza Saúde” foi direto. "Esperamos que os servidores tenham entendido, compreendido e coloquem em pratica o que foi abordado nas palestras que não são nada mais do que ser educado, respeitoso, saber acolher e direcionar o usuário”.
Diretora do Hospital Municipal de Imperatriz, HMI, o maior hospital de emergência do Sul do Estado, Marília Carvalho aprovou a capacitação da qual participaram mais da metade dos 1.100 servidores.
“Essa capacitação foi para todos os servidores da saúde, no entanto dentro do hospital temos um grupo de humanização do hospital, onde estamos seguindo um cronograma de reuniões, treinamentos e capacitações para acabar essa cultura de que as pessoas têm de que os servidores do hospital não sabem atender”, concluiu Marília Carvalho.
Com seus conhecimentos e experiências, cada um dos palestrantes prenderam a atenção dos servidores. Não faltaram exemplos da vida profissional como aconteceu com a enfermeira Doralina Marques, uma veterana no Sistema Único de Saúde.
“A nossa experiência é de vida, de conhecimento técnico e também de saúde humanizada, porque não adianta você ser um excelente profissional se você não tem uma boa relação com seu paciente e seu colega de trabalho”, disse.
Para a servidora, que também é sanitarista e com especialização em administração hospitalar, nos dias atuais a humanização é fundamental. “Sou auditora, sei auditar e sei fazer muita coisa, mas não adianta eu saber de tudo isso se eu chego e não cumprimento minha equipe, não desenvolvo a questão do elogio, apenas cobro. Então me torno um elemento antipatizado e o paciente quer um atendimento individualizado e mesmo com seus problemas, você tem que sentir que aquele ser humano está precisando de você”.

Imagens:

Hildo Rocha diz que governadores também são responsáveis pelo aumento das queimadas



O deputado federal Hildo Rocha disse ontem, em pronunciamento na tribuna da câmara, que os governadores também são responsáveis pelo aumento das queimadas. Rocha destacou que o Código Florestal atribui aos Estados o dever de cuidar, fiscalizar e preservar as florestas, inclusive de fazer os licenciamentos ambientais.

“Eu ouço aqui vozes culpando apenas o presidente Jair Bolsonaro pelas queimadas. Entretanto, temos que dividir as responsabilidades. Se o Presidente da República tem culpa os governadores também têm culpa. Eu acho até que os governadores são os maiores culpados, eles têm mais culpa do que o Presidente da República, porque eles estão mais perto da população, eles estão mais perto dos problemas, mais perto dos locais onde ocorrem as queimadas. Inclusive a competência para fiscalizar e licenciar os plantios são dos governadores”, destacou o parlamentar.

Maranhão lidera o ranking de queimadas no nordeste
Hildo Rocha enfatizou que de acordo com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), houve um aumento de 43% no índice de queimadas no Maranhão.   O estado ocupa atualmente o primeiro lugar no ranking seguido pelos estados da Bahia e Piauí. No âmbito nacional o Maranhão é o sexto Estado brasileiro no quesito focos de incêndio.

“Para se fazer uma queimada é necessário autorização dos órgãos estaduais, ou seja, das Secretarias de Estado. Onde estavam os fiscais do meio ambiente do Maranhão que não viram isso? Onde estão os promotores de justiça que não fizeram a lei ser cumprida? Então, jogar a culpa apenas para o Presidente da República é mais fácil, mas não é o correto, não é justo”, argumentou o parlamentar.

Fatores agravantes
De acordo com o deputado, fazer queimadas ainda é uma prática muito usada por trabalhadores que não dispõe de meios adequados para fazer a limpeza dos terrenos, das roças que plantam. Segundo Hildo Rocha, a esse fator somam-se outras variáveis climáticas que ajudam a multiplicar os focos de queimadas.

“Este ano há, evidentemente, um aumento de incêndios em toda a região amazônica, em função da temperatura, da intensidade dos ventos e de outras variáveis climáticas que afetam tudo isso que está acontecendo, mas não podemos culpar apenas o Governo Federal. Eu pergunto: o que fizeram os governadores para evitar as queimadas? Então, eu vejo deputados aliados dos governadores, onde estão ocorrendo queimadas, subir na tribuna apenas para condenar o Presidente da República, pelo que está acontecendo no Brasil. E o governador deles, o que fizeram para evitar as queimadas? Isso não é correto, isso não vai resolver o problema. Temos que reconhecer as falhas e buscar soluções “afirmou o deputado.

Contribuição relevante para diminuir as queimadas
Rocha ressaltou que, na condição de deputado federal, tem contribuído para a diminuição da prática de queimadas no Maranhão.
“Só no ano passado entreguei, para associações e prefeituras maranhenses, 40 patrulhas mecanizadas que foram adquiridas com recursos federais provenientes de emendas parlamentares de minha autoria. Este ano já foram entregues outras 17 patrulhas. Dessa forma, centenas de trabalhadores rurais deixaram de fazer queimadas porque passaram a ter acesso a meios apropriados para evitar a roça no toco que só pode ser feita preferencialmente por meio de queimadas”, declarou o deputado.

Boas notícias
Hildo Rocha disse que apesar de algumas barreiras a economia brasileira está reagindo. O parlamentar se referiu aos índices divulgados ontem pelo IBGE. “A indústria brasileira voltou a crescer. Os investimentos voltaram a crescer, mas para que tenhamos melhor desempenho é necessário avançar mais com as reformas que precisamos fazer como é o caso da reforma tributária”, declarou o parlamentar.

Unidade móvel oncológica atende neste sábado no Conjunto Nova Vitória

ATENÇÃO BÁSICA

Atendimentos são rápidos e sem burocracia, não precisam de senha ou encaminhamento médico

por Kalyne Cunha

A Secretaria Municipal de saúde, Semus, por meio da Unidade Móvel Oncológica oferece à comunidade serviços voltados à saúde do homem e da mulher. São exames de prevenção do colo do útero (Papa Nicolau), PSA (exame de próstata), agendamento de mamografia e consultas dermatológicas. O ônibus estará localizado, neste sábado, 31, em frente a Unidade Básica de Saúde, UBS,  do Conjunto Nova Vitória, a partir das 8h da manhã, integrando a programação do 19º A gente faz Cidadania. 
A coordenadora do setor de oncologia do município, Vilenice Batista explica que, “os atendimentos são rápidos, não tem burocracia, não precisam de senha, tampouco de encaminhamento”. É importante ressaltar que os usuários devem ter um preparo antes dos exames. Para o de colo do útero é necessário estar a três dias sem relação sexual e os homens precisam fazer o exame de sangue em jejum.
O atendimento itinerante segue na segunda-feira, 2 de setembro, na zona rural da cidade, em frente a UBS do Olho D'água dos Martírios, das Das 8 às 17 h. Os documentos necessários para atendimento são: o cartão do Sistema Único de Saúde, SUS, documento de identidade e comprovante de endereço.

Imagens:

Confira quanto cada prefeitura do MA poderá receber do megaleilão do pré-sal

Apenas São Luís poderá receber R$ 58,4 milhões, maior fatia entre os municípios maranhenses

1.190.983.605,54 DOS RECURSOS DO MEGALEILÃO DO PRÉ-SAL DE PETRÓLEO QUE O GOVERNO FEDERAL, SOB JAIR BOLSONARO (PSL), FARÁ NA ÁREA DO PRÉ-SAL DE SANTOS (SP) PELO REGIME DE CESSÃO ONEROSA, MOSTRA LEVANTAMENTO DO ATUAL7 COM BASE NUMA PLATAFORMA SOBRE A PREVISÃO DE REPASSES LANÇADA PELO SENADOR CID GOMES (PDT-CE), RELATOR DA PROPOSTA NO SENADO.
De acordo com os dados, serão R$ 731.516.397,97 apenas para o governo estadual, sob a gestão de Flávio Dino (PCdoB); e o restante vai para os cofres das prefeituras maranhenses, exatos R$ 459.467.207,57.
Administrada pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), São Luís deverá levar a maior fatia, exatos R$ 58.487.332,44. São José de Ribamar, Paço do Lumiar, Caxias, Timon e Imperatriz poderão ganhar, cada um, R$ 10.492.368,40.
A ferramenta disponibilizada pelo senador pedetista não mostra, contudo, a previsão de repasse para as prefeituras de Bacabeira, Jatobá, Pindaré Mirim e Raposa.Se levado em conta as regiões, com 60 municípios, o Norte maranhense será o maior beneficiado com a cessão onerosa do pré-sal, o total de R$ 175.652.248,31.
A região Sul maranhense, com 19 municípios, será a que receberá o menor repasse, de R$ 25.395.876,83.  Abaixo, por ordem alfabética, a relação completa dos municípios da região com respectiva previsão de repasse:

1. Açailândia R$ 4.322.703,79
2. . Amarante do Maranhão R$ 2.431.521,12
03.  Balsas R$ 4.052.528,94
04 -. Bom Jesus das Selvas R$ 2.161.353,77
05- Buritirana R$ 1.350.844,23
06- Campestre do Maranhão R$ 1.350.844,23
07-. Carolina R$ 1.891.182,67
08- Cidelândia R$ 1.350.844,23
09- Davinópolis R$ 1.080.676,89
10- Estreito R$ 2.431.521,12
11- Grajaú R$ 3.242.026,90
12- Imperatriz R$ 10.492.368,40
13. Itaipava do Grajaú R$ 1.350.844,23
14- Itinga do Maranhão R$ 1.891.182,67
15- João Lisboa R$ 1.621.015,33
16 -Lajeado Novo R$ 810.505,79
17 - Montes Altos R$ 810.505,79
18- Porto Franco R$ 1.621.015,33
19- Ribamar Fiquene R$ 810.505,79
20- São Francisco do Brejão R$ 1.080.676,89
21- São João do Paraíso R$ 1.080.676,89
21- São Pedro da Água Branca R$ 1.080.676,89
22- Senador La Rocque R$ 1.350.844,23
23- Sítio Novo R$ 1.621.015,33
24-. Vila Nova dos Martírios R$ 1.080.676,89


quinta-feira, 29 de agosto de 2019

Comerciantes começam a ser remanejados e a construção do Shopping da Cidade inicia na próxima semana

OBRAS

A obra está prevista para ser concluída em seis meses e tem o orçamento de R$ 3 milhões

por Ariel Rocha

Na manhã desta quarta-feira, 28, comerciantes do antigo “Camelódromo” começaram a ser remanejados do local, para o início da construção do novo Shopping da Cidade. A previsão é que a ordem de serviço seja assinada pelo prefeito Assis Ramos, nos próximos dias. Por meio das secretarias de Planejamento Urbano, Seplu, e de Infraestrutura, Sinfra, o deslocamento adequado dos trabalhadores que ali atuam segue até 02 de setembro.
Provisoriamente, os ambulantes e empreendedores da aérea poderão exercer suas atividades comerciais na Rua Magalhães de Almeida, entre as Ruas Coriolano Milhomem e Tiradentes, no Centro. No local temporário, equipes técnicas da Secretaria de Trânsito, Setran, estão responsáveis por demarcar espaços e posicionar sinalizações. 
Cerca de 120 camelôs estão oficialmente cadastrados na Associação dos Comerciantes do Centro Comercial Popular de Imperatriz, ASCCCOPI. Os trabalhadores que atuam no local esperam há décadas por essa obra, que de fato trará uma nova vida ao setor comercial ali instalado. Porém, não apenas os vendedores antigos serão beneficiados, pois os 275 boxes previstos para construção vão atingir também ambulantes que ficam em outros setores da cidade. 
A obra está prevista para ser concluída em seis meses. De acordo com a presidente da ASCCCOPI, Maria de Jesus, a expectativa para o novo centro comercial da cidade está alta. "Estamos nos organizando para desocupar. Esperamos essa obra tem muitos anos, é uma promessa antiga, mas finalmente nesta gestão ela está sendo cumprida", explicou. 
Com o orçamento fechado em R$ 3 milhões, o novo Shopping da Cidade será construído em uma área de 4.525,64 mil, próximo ao Terminal de Integração e do Complexo Gastronômico da Culinária Popular de Imperatriz, "Panelódromo". “Precisamos retirar o pessoal daqui o mais rápido possível, para assim dar início a essa tão sonhada obra. O Shopping significa a retomada comercial deste ponto que há tanto tempo estava esquecido”, informou o titular da Sinfra, Zigomar Filho.

Imagens: