terça-feira, 20 de agosto de 2019

Hospital Municipal funciona com novas instalações elétricas

SAUDE

Com nova subestação, o município economiza com energia elétrica e evita acidentes

por João Rodrigues

Instalações elétrica antigas e riscos iminente de incêndios por curto-circuito em equipamentos como ar-condicionado e lavanderia, por exemplo, são coisas do passado no Hospital Municipal de Imperatriz, HMI. Entrou em operação no último sábado,17, a “nova” subestação de energia de 300 KWA, que abastece o maior hospital púbico de emergência do Sul do Estado.
Iniciada há seis meses, por orientação do prefeito Assis Ramos, a obra representa um grande avanço na área da saúde de Imperatriz, como a segurança contra incêndios, economia de energia elétrica e a possibilidade de ligação de novos equipamentos sem riscos de incidentes.
A diretora geral do HMI, Marilia Carvalho, explicou que as novas instalações elétricas vão garantir a realização de mais uma ação programada há um ano para o hospital, que será a climatização. “Após estas novas instalações e reforma de todas as enfermarias, que estão no Plano de Providência montado há um ano, daremos início ao processo de climatização desta instituição de saúde”, anunciou.
Marília Carvalho lembrou que a obra vem em boa hora porquê as instalações elétricas antigas do Hospital Municipal não eram substituídas há mais de dez anos, o que representava uma barreira para a climatização. “Como estas instalações eram antigas, se fosse feita a climatização, haveria sobrecarga que poderia causar curto-circuito ou até mesmo incêndios”, complementou.
O engenheiro civil, Dionatas Alves de Oliveira, destacou que a subestação vai alimentar todos os equipamentos de ar condicionado, lavanderia, cozinha na parte de exaustores entre outros, que têm grande demanda de energia. “Na época em que o prédio foi construído não foi projetado para suportar a quantidade de equipamentos que hoje se encontra lá. Então foi feito isso, e no sábado realizamos a ligação dessa subestação que vai alimentar todos os equipamentos”, ressaltou. 
Dionatas de Oliveira observou ainda que a obra foi solicitada pessoalmente pelo prefeito Assis Ramos às secretarias de Infraestrutura e de Saúde, que trabalharam em parceria para dar maior segurança aos usuários da unidade de saúde. “O primeiro ponto principal e o maior de todos é a segurança, o segundo é que passamos a ter uma rede nova, cabeamentos novos, e, consequentemente, vai gerar economia no consumo de energia. Assim, além de atender os equipamentos atuais atenderá também equipamentos que formos instalar no futuro”, pontuou. 
O Plano
O planejamento de providências contempla todas as metas na área de infraestrutura física do Hospital Municipal de Imperatriz. E, foi anunciada como integrante desse plano, a reforma e a climatização das enfermarias, iniciada pela Enfermaria da Vascular e Ortopedia, que fica no térreo do HMI.

Imagens:

Nenhum comentário:

Postar um comentário