sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Tempo seco e baixa umidade do ar causam danos à saúde


O tempo seco, baixa umidade do ar, poluição e poeira oferecem infecções

por Islene Lima

A Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Saúde, Semus, trabalha para evitar que mais pessoas sejam prejudicadas por causa do clima quente, explicando para população os cuidados necessários que podem ser utilizados para melhorar a qualidade de vida nesse período.
A baixa umidade do ar é um dos fatores climáticos que mais desencadeiam complicações respiratórias, além de agravar doenças já existentes. Muito comum nessa época do ano em Imperatriz, que o número de pessoas que apresentam cansaço, fadiga, complicações alérgicas, irritação nos olhos, entre outros, aumente. 
De acordo com a Organização Mundial de Saúde, OMS, a umidade do ar ideal compreende a faixa entre 50 e 80%. Entretanto, nessa época do ano, ela tende a cair 30% o que acarreta em vários problemas a saúde, principalmente para crianças e idosos.
Para o médico, Rodrigo Teles, do Hospital Municipal de Imperatriz, HMI, a população tem que ficar ciente a esse fator tempo seco. “Existem diversos dispositivos para combater esse tempo seco, onde a umidade relativa do ar cai bastante. O principal foco da população deve ser na hidratação, especialmente entre crianças e idosos, que devem ter um cuidado maior".
O médico ressalta que a hidratação em oral, através de sucos naturais e muita água ajuda muito, e que nesse período é aconselhável evitar refrigerantes. “Além de buscar hidratação através de alimentos saudáveis, a hidratação da pele também é muito importante, hoje já existem protetores solares com fator de proteção muito bom e os hidratantes no geral, então o cuidado é esse, hidratar-se, até porque acompanhado da desidratação aparecem infecções respiratórias, danos à pele, então a população deve ter consciência do quão importante é manter-se hidratado”, afirma.  
Dicas:
  • Ingerir bastante Líquido
  • Lavar o nariz e olhos com soro fisiológico algumas vezes ao dia
  • Usar creme hidratante na pele
  • Trocar comidas com muito sal por alimentos mais saudáveis
  • Evitar exercícios físicos entre as 10 da manhã e 5 da tarde
  • Manter a casa higienizada, arejada e ensolarada;
  • Não provocar queimadas
Queimadas
Além de prejuízo material, as queimadas causam danos também à saúde pública, relacionadas a doenças respiratórias, além dos graves impactos ambientais à fauna, flora e diminuição do habitat natural. Vale lembrar que queimadas urbanas ou rurais é crime, previsto em lei, e que denúncias de incêndios criminosos podem ser feitas ao Corpo de Bombeiros, a Secretaria do Meio Ambiente e ao Ibama.

Imagens:

Nenhum comentário:

Postar um comentário