quarta-feira, 4 de setembro de 2019

Abuso financeiro é tema de palestra na Casa do Idoso

INFORMAÇÃO

Iniciativa tem objetivo de prevenir golpes

por Sara Batalha

Conhecer os direitos e acesso a benefícios, além de estar vigilante para evitar o abuso financeiro, é fundamental na terceira idade. E com o objetivo de levar essas informações aos usuários, a Secretaria de Desenvolvimento Social, Sedes, através da Casa do Idoso Feliz proporcionou, na manhã desta quarta-feira, 04, no auditório da entidade, uma palestra para esclarecer estas questões. A assistente social do INSS Dória Linhares, foi a palestrante e o titular da 4ª Promotoria de Justiça Especializada em Defesa do Idoso e da Pessoa com Deficiência, Joaquim Ribeiro Júnior também se fez presente, na atividade que deu início ao projeto de Educação Financeira.
De acordo com Janaína Ramos, secretária da Sedes. “Quando a coordenação da Casa me expôs a sugestão do projeto, que vem para alertar os nossos idosos acerca de abuso financeiro e direitos relacionados a benefícios, de pronto, eu aprovei e percebi o quão relevante ele é. Não podemos permitir que o idoso, que é acolhido na Casa do Idoso, seja ludibriado por ninguém. E é assim que a gente faz. A gestão Assis Ramos se preocupa com a pessoa idosa”, alertou. 
A iniciativa tem objetivo de prevenir enganação e golpes que são frequentemente aplicados em idosos, por pessoas próximas a eles e por instituições financeiras aproveitadoras.
Coordenadora da Casa, Alessandra Nobre, informa que “o grande objetivo do Projeto é realmente levar informação ao idoso, como forma de mecanismo de defesa para o uso consciente e organizado de suas finanças, em busca da liberdade financeira e bem viver”, ressaltou.
O titular da 4ª Promotoria de Justiça Especializada em Defesa do Idoso e da Pessoa com Deficiência, Joaquim Ribeiro Júnior, destacou que “é importante que os nossos idosos estejam espertos. Eles têm que saber em quem confiar e em quem não confiar. O idoso deve ter autonomia, saber gerir o próprio dinheiro e conhecer quais as práticas que os bancos devem ou não adotar”, lembra.
A senhora Isabel Pereira, 64, disse que assimilou as informações passadas na palestra. “Aprendi bastante sobre aposentadoria, pensão e meus direitos enquanto idosa. E aprendi também sobre os cuidados que devemos ter com pessoas que querem se aproveitar do benefício da gente, tomar conta dos nossos cartões e do nosso dinheiro”, revelou.

Imagens:

Nenhum comentário:

Postar um comentário