quinta-feira, 26 de setembro de 2019

Obras no Pronto Atendimento do Hospital Municipal de Imperatriz avançam

ELHORIAS

A unidade de saúde passa por reformas e reestruturações

por Ariel Rocha

As obras de reforma no Pronto Atendimento do Hospital Municipal de Imperatriz, HMI, estão em andamento acelerado. A casa de saúde tem passado por uma série de investimentos, melhorias e adequações nas suas instalações. Cumprindo o cronograma estabelecido, o hospital possui diversas frentes de serviços atuando na renovação da estrutura do prédio. Até o segundo semestre de 2019, já foram concluídas com êxito 50% das melhorias e reestruturações propostas para o HMI.
Há também a instauração de um plano de providências que inclui diversas melhorias operacionais, como a aquisição de novos aparelhos, regulamentação do fluxo de acesso interno, compra de mobília, uniformes e enxoval hospitalar. Servidores do hospital receberam novos uniformes padronizados após uma espera de 19 anos. A fechada, que também passa por modificações durante a reforma, não recebia melhorias há mais de sete anos.
Enfermarias, salas cirúrgicas, salas de repouso, consultórios, recepção e outras acomodações já foram revitalizadas. Pintura, substituição da parte elétrica e manutenção da climatização também já foram realizadas. Outro ponto aperfeiçoado foi o controle do acesso de pacientes, acompanhantes e visitantes no interior do hospital, no intuito de aprimorar a segurança dos indivíduos que ali transitam.
A diretora geral do HMI, Marília Carvalho, explica que atua há cerca de oito anos na unidade de saúde e é a primeira vez que vê mudanças essenciais acontecerem. "Vivemos hoje uma renovação e ampliação dos serviços de saúde na cidade. Tudo graças a determinação do prefeito Assis Ramos, que não mede esforços na busca de recursos para o município, e do nosso secretário de saúde Alair Firmiano, que é sensível para atender às necessidades do hospital", informou.
O fluxo de pessoas dentro do HMI é grande, o hospital não atende pessoas apenas de seu município sede, recebe pacientes de mais de 40 municípios da região. São feitas no hospital 650 cirurgias por mês, média mensal de procedimentos cirúrgicos é acima da média nacional. “Nossa equipe é treinada e de várias especialidades médicas, mas também há toda uma equipe de auxílio, que vai do enfermeiro ao nutricionista. Então, existe uma movimentação conjunta para oferecer uma assistência de qualidade e com eficiência”, finalizou Marília.
Todo o trabalho é acompanhado de perto por equipes da diretoria geral e coordenação do hospital. A Secretaria Municipal de Saúde, Semus, em parceria com a Prefeitura, também realiza vistorias constantes nas dependências da unidade. Toda atenção e vigilância é responsável pelo sucesso das obras, logo a cidade de Imperatriz contará com um HMI totalmente reformulado e pronto para atender cada vez melhor os pacientes que procuram o maior hospital de porta aberta da Região Tocantina.
 

Imagens:

Nenhum comentário:

Postar um comentário