sábado, 19 de outubro de 2019

1ª audiência pública para discutir o Zoneamento Ecológico e Econômico no Maranhão ocorre em Imperatriz


Pesquisadores, autoridades e representantes comunitários estiveram presentes para discutir as propostas do relatório
Ocorreu nessa quarta-feira (16), no Auditório da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão, a 1ª Audiência Pública para discutir as propostas do Relatório de Zoneamento Ecológico e Econômico do Maranhão (ZEE-MA). O relatório desenvolvido por uma parceria Governo do Estado, a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), a Federação de Agricultura e Pecuária do Maranhão (Faema), o Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc) e a Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), tem por objetivo discutir e promover o fortalecimento da produção agropecuária, aliada à preservação ambiental no Maranhão.
Durante a audiência, autoridades e especialistas apresentaram os resultados da primeira etapa do relatório que corresponde ao Bioma Amazônico para que a população tome conhecimento e ajude na elaboração do ZEE – MA, como explica o pesquisador sênior do ZEE – MA, Luís Jorge Dias. “Há três meses foi apresentado durante a Expoimp o diagnostico de todos os temas integrados do bioma amazônico maranhense, que envolve 108 municípios e 110 quilômetros quadrados dentro do território estadual, e hoje foi iniciada a etapa com as audiências publicas. Vamos apresentar um conjunto de estudos para toda a população e ouvir de todos que estão aqui representados, para que juntos possamos amadurecer as ideias de políticas públicas integradas para a próxima década”.
O presidente do Sindicato Rural de Imperatriz (Sinrural), Armelindo Ferrari, esteve presente e destacou a importância do ZEE para o desenvolvimento do setor rural do estado. “O ZEE é para a cadeia produtiva de modo geral do Maranhão. Nós temos o privilégio de estar falando de um novo código florestal e do novo ZEE para o estado e isso é muito importante para o desenvolvimento de todo o estado. Sentimos que estamos no caminho certo, porque o Maranhão é um estado agrícola e pecuarista e, é para isso que estamos trabalhando”, ressalta Ferrari.
Diversos representantes comunitários estiveram presentes para questionar e opinar sobre a metodologia e resultados apresentados durante a audiência. Além de Imperatriz, as cidades de Santa Inês, Grajaú, Pinheiro e Governador Nunes Freire também promoveram, ainda nessa semana, audiências públicas para discutir o ZEE – MA.
Mais sobre o ZEE – Para saber mais informações sobre o ZEE – MA, basta acessa o site oficial do programa: http://www.zee.ma.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário