sábado, 19 de outubro de 2019

CAPS Infanto Juvenil promove ação em homenagem ao Dia das Crianças

COMEMORAÇÃO

Atividade realiza socialização entre os usuários

por Regilson Borges

Uma manhã diferente para os usuários do Centro de Atenção Psicossocial, CAPS Infanto Juvenil de Imperatriz. Nesta sexta-feira, 18, crianças e adolescentes participaram de ação para comemorar o Dia das Crianças, como uma palestra baseada no filme Divertidamente, brincadeiras, lanches e entrega de brinquedos. Ao todo, mais de 60 crianças estiveram no CAPS IJ e aproveitaram para mudar a rotina de atendimento.
Os pais das crianças também estavam presentes, como é o caso da Sara Rocha. O filho dela faz terapia com a psicóloga e fonoaudióloga desde janeiro no CAPS IJ. Ela conta que descobriu o autismo do filho quando ele tinha dois anos de idade. “Fiquei sabendo por meio de uma amiga que já fazia a terapia, aí ela me indicou. Falou que era muito bom, que era da Prefeitura, aí nós viemos, fizemos a triagem, e agora ele faz terapia uma vez por semana”, diz.
Sara também fala sobre o atendimento dos profissionais e como isso contribuiu para a saúde do seu filho. “Tô vendo aqui todo o empenho dos profissionais, são todos carinhosos com as crianças e o tratamento é excelente. Esse momento aqui é muito importante, principalmente por serem crianças, principalmente para quem é autista, pois o aprendizado vem por meio da brincadeira, importantíssimo para o desenvolvimento dele”.
“As crianças atendidas sempre apresentam melhora a cada dia, isso é algo visível nelas. Eles participam dos atendimentos e de todas as atividades oferecida pelo Caps infanto-juvenil, tem sua rotina normal e convivem com outras crianças. Comemorar o Dia das Crianças para nós é um momento de união e respeito com nossos pacientes, e também um processo terapêutico, pois envolve todos os profissionais e familiares, não apenas as crianças, mas é um momento de interação para todos nós”, relata Kátia Carvalho, coordenadora da Saúde Mental do município.
Segundo ela, quase todos os dias chegam adolescentes com tentativa de suicídio nas unidades. “Deixamos um alerta aos papais e mamães que procurem ajuda caso notem algo diferente no comportamento do seu filho, que conversem com eles, o diálogo é fundamental. Procure uma unidade básica mais próxima, ou o CAPS de Imperatriz. Nós fazemos um atendimento de porta aberta. Não deixe passar porque a depressão é justamente o momento em que não se pode deixar que aconteça algo pior”, alerta.
Coordenadora do CAPS IJ, Dandara Torres, comenta sobre o atendimento no local. “Nós atendemos crianças de zero a dezoito anos, com queixas e direcionamentos sobre agravos em saúde mental, no que diz respeito a transtornos mentais graves e persistentes. Recebemos todos os casos, mesmo os que não são do CAPS. Também fazemos a triagem por meio da equipe multiprofissional com psicólogo, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional, pedagogo, psicopedagogo, oficineira, enfermeiro, assistente social, cuidado, técnico de enfermagem, além dos demais serviços administrativos, segurança, limpeza e nutrição”, garante.
O CAPS Infantojuvenil é uma unidade de saúde localizada na Rua Itamar Guará, n. 2223, no bairro Três Poderes.

Imagens:

Nenhum comentário:

Postar um comentário