segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Concluída a sexta turma do curso EDPOP SUS para Agentes de Saúde e de Endemias

CAPACITAÇÃO

Curso foi encerrado com mostra na Praça da Cultura, Centro.

por João Rodrigues

Após três meses de estudos, que mesclaram sala de aula e atividades de campo, 130 Agentes Comunitários de Saúde(ACS), e Agentes de Endemias (AE) de Imperatriz concluíram nesta sexta-feira,11, o Curso de Aperfeiçoamento do Programa de Qualificação em Educação Popular em Saúde, EDPOPOSUS. Promovido pela Prefeitura de Imperatriz, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, Semus, em parceria com Governo do Estado e Fundação Osvaldo Cruz, Fiocruz, curso pretende despertar nos profissionais o conhecimento e o respeito aos diferentes saberes e olhares existentes em seus territórios de atuação.
“É com muita alegria que trazemos para a praça da Cultura esta Mostra que serve para que sejam apresentados tudo o que os profissionais de saúde vivenciaram durante os três meses”, comemorou o coordenador do Núcleo de Educação Permanente em Saúde, NEP's, Manoel Alves.
Com a turma encerrada, chega ao total de 230 profissionais de saúde certificados pela Fiocruz por participação no curso. Durante evento, o secretário municipal de saúde, Alair Firmiano agradeceu e parabenizou os parceiros e servidores pelo compromisso com a capacitação. Desde a primeira turma, segundo ele, a empolgação e entusiasmo dos agentes vem crescendo, uma prova de que os servidores abraçaram o projeto que beneficia a saúde pública de Imperatriz.
“Tenho certeza de que todos que fizeram este curso estão se sentindo profissionais e pessoas melhores e quem tem a ganhar com isso é a população de Imperatriz que vai ser muito melhor assistida do que já era”, disse.
Alair Firmiano adiantou que o curso será estendido aos novos Agentes Comunitários de Saúde que deverão ser convocados, ainda este mês, pela gestão. As aulas da próxima turma do estão previstas para fevereiro de 2020.
A Mostra
A Praça da Cultura ganhou cores e muita alegria com a mostra. Os profissionais de saúde expuseram cartazes, banners, roda de Capoeira, além de objetos da cultura maranhense, realizaram apresentações teatrais e musicais entre outras. Numa das barracas foram expostos bolos e sucos de vários sabores produzidos pelos profissionais de saúde.
“O EDPOP SUS trouxe um resgate de cultura que estava adormecido e a maioria da população não dava importância para isso e neste curso tivemos a oportunidade de resgatar, dar valor à cultura e os costumes populares’”, disse a Agente de Saúde Raimunda Palhano, do Distrito da Grande Cafeteira.

Imagens:

Nenhum comentário:

Postar um comentário