segunda-feira, 7 de outubro de 2019

Saúde inicia campanha nacional de vacinação contra sarampo

PREVENÇÃO


A primeira etapa é para crianças de seis meses a menores de cinco anos.

por João Rodrigues

A Secretaria Municipal de Saúde, Semus, deu início nesta segunda-feira,7, à campanha nacional de vacinação contra sarampo 2019 e atualização de carteira vacinal. A vacinação para grupos prioritários está dividida em duas etapas, uma para crianças e outra para adultos, com dois “Dias D” de vacinação.
A primeira etapa tem como público-alvo crianças de seis meses a menores de cinco anos, que receberão a vacina no período do dia 7 ao dia 25 de outubro com destaque para o “Dia D”, que será no dia 19. 
A segunda etapa, voltada exclusivamente para adultos jovens de 20 a 29 anos, será executada entre os dias 18 e 30 de novembro. Em ambas, as vacinas estarão disponíveis em todas as Unidades Básicas de Saúde, UBS's do Município de Imperatriz.
“Esta campanha segue um calendário nacional, porquê em anos anteriores nós vacinávamos sempre em agosto ou setembro, mas este ano a campanha pulou para o mês de outubro”, ressalta a coordenadora do departamento de Vigilância em Saúde, Giselly Vieira.
Apesar da mudança, Gislely Vieira observa que não há registro de casos de sarampo em Imperatriz neste período, apenas há um cumprimento de calendário do Ministério da Saúde após a notificação de casos em vários locais do país.
“Os casos de sarampo que já foram notificados em Imperatriz foram no passado, foram tradados, mas nessa onda que apareceu no país, Imperatriz não teve nenhum caso. Teve uma notificação em Lago da Pedra e Vitorino Freire onde os pacientes já, inclusive, foram tratados”, destaca.
Outra novidade é que todos os profissionais de saúde que participam da campanha de vacinação passaram por um treinamento especial de uma semana promovido pela Secretaria de Estado da Saúde, SES, na Unidade Regional de Saúde, que abordou informações estratégicas como vacinação seletiva e estratégias de vacinação. Essa estratégia corresponde à divisão da imunização por públicos e em duas partes.
Para crianças de seis meses a menos de cinco anos a meta é vacinar todos os grupos que estiveram sem doses de vacinas do sarampo, cerca de 3.968. 

Imagens:

Nenhum comentário:

Postar um comentário