quarta-feira, 18 de dezembro de 2019

Guarda Municipal inicia aulas da 2ª fase de formação

PREPARAÇÃO

Disciplinas tem foco nas práticas para o preparo na proteção do patrimônio e do cidadão

 por Ariel Rocha

A segunda fase da formação continuada da Guarda Municipal de Imperatriz, GMI, foi iniciada nesta segunda-feira, 16. Os 84 aprovados no concurso público fazem essa etapa prática, com carga horária de 400 horas/aulas, nas instalações do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Maranhão, IFMA. O curso segue durante toda a semana, nos turnos matutino e vespertino, com exposições ministradas por professores especialistas em cada área.
Na aula de defesa pessoal, que abriu a formação, o instrutor Nelson Antônio Araújo Filho explica que os alunos aprendem defesa contra chutes, socos, armas de fogo e brancas, assim como imobilizações, uso de algemas e cassetetes. “Existe um diferencial nesse treinamento, pois como eles vão atuar nas ruas, portando arma de fogo e outros equipamentos, isso exige que os comportamentos e as formas de responder agressões sejam diferentes”, declarou.
Os alunos também passam por disciplinas de prática de tiro, gerenciamento de crise, uso proporcional da força, filosofia dos direitos humanos aplicados à atuação policial, violência e segurança pública. Além disso, foram apresentadas atividades sócio-pedagógicas de caráter preventivo, habilitação em dispositivo eletrônico de controle (armas não letais) e capacitação teórica e prática no uso de equipamentos letais.
Para a aluna Laires de Siqueira Silva, o treinamento tem suma importância pois é uma simulação daquilo que os guardas irão passar nas ruas de Imperatriz. Como a GMI tem o papel fundamental de auxiliar as demais forças de segurança pública, deve existir um diferencial na atuação. “Vamos unir esforços, trabalhar integradamente para suprir as necessidades da população e combater a violência de forma preventiva”, comentou.
Não será realizado apenas o preparo físico adequado daqueles que irão atuar na proteção do cidadão e da cidade. Os futuros guardas, divididos em duas turmas de 42 alunos cada, também passam por um preparo intenso das partes mental e emocional. O intuito é que eles possam realizar atividades de segurança pública da melhor forma possível, sem que haja danos para a comunidade.
O curso apresenta conteúdos da matriz curricular da Secretária Nacional de Segurança Pública, SENASP, e tem o acompanhamento de especialistas da Polícia Federal. A formação segue até março de 2020, com os guardas prontos para atuar nas ruas. A infraestrutura de sede, viaturas e equipamentos também estarão disponíveis no mesmo período.

Imagens:

Nenhum comentário:

Postar um comentário