quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

Marcone “Tok Bolsas” recebe moção de aplauso pela luta em prol da cobertura do Calçadão de Imperatriz


A ordem Demolay de Imperatriz e o Professor Luiz Santiago também foram homenageados
Sidney Rodrigues – ASSIMP

Moções de aplausos foram entregues nesta quarta (11) na Câmara Municipal de Imperatriz, como forma de homenagear as pessoas que como profissionais ou voluntários, contribuíram e contribuem para o crescimento intelectual, social, cultural e comercial na comunidade imperatrizense.
Desta forma foram homenageados:
- O Professor Luiz Pereira Santiago, pelos mais de 20 anos de pesquisa, catalogação e guarda do acervo arqueológico da história de Imperatriz. São fósseis, materiais e utensílios de pedra utilizados por antigos povos indígenas da região que remota ao período neolítico, de autoria do vereador Sargento Adelino (Solidariedade).
- A Ordem DeMolay - Capítulo "Wagner Benedito Ramalho Filho n°239" de Imperatriz, patrocinada pela Loja Maçônica União e Fraternidade n°10, pelos relevantes trabalhos prestados ao longo dos seus 25 anos com ações filantrópicas em nossa cidade, de autoria do vereador Hamilton Miranda (PP).
- Ao senhor Marcone Marques, pela incansável luta em prol da cobertura e revitalização do Calçadão de Imperatriz, de autoria também do vereador Hamilton Miranda.
Integrantes da direção da Associação Comercial e Industrial de Imperatriz (ACII) estiveram presentes, prestigiando a homenagem a Marcone que no uso da Tribuna se disse honrado em mais uma vez ser presenteado pela casa de leis.
“Um dia tive o privilégio de trabalhar aqui na Câmara Municipal, varrendo o chão e passando o pano e hoje pela segunda vez recebo uma moção de aplauso dos vereadores. Na vida o homem deve ter muita determinação e a história do calçadão se mistura com a da minha família, pois há 30 anos atrás dei o primeiro beijo em minha esposa naquele calçadão. Marcone e dona Ioneide, hoje tem duas filhas e três netos e sei que quando eu partir desta terra deixarei o meu legado, não de patrimônio pois não tenho dinheiro, mas a minha história de coragem e trabalho ficará. Imperatriz me adotou há quase 50 anos, vim passando fome do Ceará e essa moção não é minha, mas da Associação Comercial e de todos os diretores que sempre me apoiaram”, disse Marcone, que muito emocionado foi aplaudido e parabenizado pela direção da ACII.

Nenhum comentário:

Postar um comentário