sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

Reforma do Bloco Cirúrgico do HMI está em fase de conclusão


Espaço não recebia ações de melhorias há dez anos

por Maria Almeida

Em continuidade ao protejo de melhora da estrutura física do Hospital Municipal de Imperatriz, HMI, a Prefeitura está em fase de conclusão da reforma do Bloco Cirúrgico. Já foram renovadas 6 das sete salas cirúrgicas. Entre os principais reparos estão: renovação das instalações elétricas, hidráulicas, pintura e substituição de bancadas, aparelhos e materiais utilizados.
Além disso, foram adquiridos novos equipamentos – uma autoclave (máquina de esterilização), cadeiras mocho de inox,  mesas auxiliares e mesas cirúrgicas. Segundo informação Secretaria Municipal de Saúde, Semus, mesmo sendo o local mais delicado do hospital, o bloco não recebia reforma há dez anos.
Para a coordenadora do Bloco Cirúrgico, Myrla Luz, os benefícios dessa revitalização são visíveis, pois além de melhorar a estética, vai deixar as salas de acordo com as normatizações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, ANVISA.
Sala 3 já reformada
“As condições de trabalho também melhoram consideravelmente, pois teremos ambiente mais confortável para desenvolver nossas atividades. Com isso, ganha a população que terá um atendimento mais especializado, com aparelhos mais modernos e profissionais mais satisfeitos”, disse Myrla.
Em média, 20 cirurgias são realizadas diariamente no HMI. Só nesta quinta-feira, 16, por exemplo, foram realizadas 19 – 14 da ortopédicas, 02 bucomaxilofacial e 03 geral.
O HMI passa por uma reforma de toda a estrutura predial com um planejamento para garantir a modernização do prédio. Ao todo, 14 enfermarias já foram revitalizadas, salas de repouso dos funcionários foram implantadas e reformadas, reforma das enfermarias do pronto socorro e do ambulatório da ortopedia, substituição total da instalação elétrica para climatização de algumas enfermarias. Além disso também foi revitalizada a fachada e recepções.
Semus também adquiriu equipamentos essenciais para o pleno funcionamento do hospital, que foram entregues no mês de maio, na primeira Unidade Coronariana e Semi Intensiva Cardiológica em Hospital Público da Região Sul do Maranhão, dentro do HMI. 




Imagens:

Nenhum comentário:

Postar um comentário