quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020

Câmara Municipal aprova definitivamente o orçamento 2020 e inicia as sessões do novo período legislativo


Sidney Rodrigues – ASSIMP

Na manhã desta terça, 04, Após o início da sessão solene do retorno de um recesso que não aconteceu - pois houveram reuniões durante todo o mês de janeiro - os vereadores de Imperatriz iniciaram os trabalhos discutindo a matéria do projeto da lei ordinária Nº 020/2019 de autoria do poder executivo que estima receitas e fixa despesas do município para o exercício financeiro de 2020.
A votação foi feita em duas vezes, através de quebra de interstício, juntamente com todas as emendas aprovadas nas diversas comissões da casa legislativa, após o retorno da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) e do PPA (Plano Plurianual) sancionados pelo prefeito sem vetos.  Todos os vereadores votaram sim e a proposta de R$ 820 milhões para o orçamento deste ano foi aprovada por unanimidade.
O presidente José Carlos (Patriota) em seu voto deixou claro que não confia nem acredita nesta gestão que para ele está contratando empresas do Piauí e do Pará em detrimento às de Imperatriz; desviando recursos do FUNDEF de forma vergonhosa; fazendo gastos astronômicos com o dinheiro público; deixando faltar remédios nos postos de saúde; fazendo publicidade pessoal; humilhando professores, crianças e mulheres.
“Por ser ditador, perseguidor, medíocre e não ter mais a confiança da cidade, mesmo assim votarei sim. Não temos medo das mulas pagas, nem daqueles que vieram em ônibus para esta casa vaiar vereadores, nem daqueles que mentiram dizendo que se o orçamento não fosse votado ninguém receberia salários e a cidade iria parar. Tudo de ruim que está acontecendo é em razão da má administração que há 6 meses não paga laboratórios, médicos, prestadores de serviço, credores e prestigiando somente as empresas de fora. Não conhece nada da cidade e deixa as firmas daqui fora das licitações. Mesmo com tudo isso, em nome da sociedade imperatrizense, digo sim ao orçamento, para ser (ou não) sancionado”, disse.
Para a maioria dos vereadores a Câmara impediu o executivo de endividar a cidade por décadas, pois haviam pedidos de empréstimos sem origem e sem destinação em ano eleitoral, o que foi retirado pelos legisladores.
E assim foi encerrado oficialmente o 6º período da 18º legislatura, acontecendo em seguida 0 7º e penúltimo período desta vereança, que seria com a fala do prefeito ou de algum representante, e devido à ausência foi dada continuidade pelo cerimonialista  Francisco Brandão com a execução do Hino Nacional Brasileiro, momento ecumênico devocional com Cláudia Batista e Fátima Avelino. Em seguida a Tribuna Freitas Filho foi aberta aos vereadores que fizeram uso da fala, onde cada um colocou suas expectativas para o período iniciado.


Hamilton Miranda destaca aniversário da Associação Comercial de Imperatriz
Sidney Rodrigues – ASSIMP

O vereador Hamilton Mirando (PP) usou a tribuna na manha desta terça, 04 , para parabenizar a Associação Comercial e Industrial de Imperatriz (ACII) pelos seus 60 anos , que estão sendo comemorados esta semana.
A associação de acordo com o legislador durante esse período tem participado ativamente das causas da cidade, lutando em todos os momentos que foi chamada pra defender o município.
Lembrou de algumas lutas como a que culminou na cassação do ex-prefeito Salvador Rodrigues que foi encabeçada pela associação, o Centro de Convenções e uma das últimas que foi a cobertura do Calçadão de Imperatriz
“Em nome do primeiro presidente da ACII, o senhor Manoel Ribeiro eu quero parabenizar todos os ex-presidentes que passaram, e deram suas contribuições. Pedimos que os próximos também tenham esse compromisso com o povo, de lutar pelos benefícios para a cidade, pois muitas vezes os políticos se omitem, mas classe empresarial nunca se furta de sua responsabilidade e está sempre pronta a contribuir para com Imperatriz, afirmou.
Antes de finalizar, pediu também que todos mantenha a calma e os nervos no lugar para não usarem de tanta maldade com os pares, ou por um simples escorregão quererem jogar pedras nos companheiros de parlamento já que este é um ano eleitoral e talvez o último de alguns vereadores, o que pode acirrar as disputas.


João Silva defende o executivo e fala do penúltimo período da atual legislatura
Sidney Rodrigues – ASSIMP

O líder do governo municipal, vereador João Silva falou no uso da Tribuna nesta terça (04), do penúltimo período dessa legislatura. Dos seus seis mandatos e atentou para a realidade de que muitos dos parlamentares deixarão de ser vereadores.
Pediu para que façam campanhas sem baixar o nível, sem denegrir e deixar sequelas, pois vários vão ficar e vários vão sair, sendo que é muito ruim permanecerem mágoas por confrontos e atitudes desnecessárias. Para ele é uma grande felicidade encontrar ex-vereadores e poder abraçar, conversar e manter amizades fora do ambiente da casa de leis.
Em seguida falou da oposição ao atual prefeito, e relatou que para ele, se montou um Quartel General onde todos estão contra Assis Ramos, como se ele não tivesse nada de bom.
“Quem não o conhece com a imagem vendida, a pessoa já cria antipatia. Todos os que são contra ele tem um candidato, um interesse, mas com a mesma forma que jogam pedra podem virar vidraça. Os canhões virados para o prefeito atual, amanhã podem estar voltados para quem os aponta. Nunca vi tamanha dificuldade em aprovarem um orçamento. Queriam que o prefeito não pagasse o salário, que foi honrado. Logo após disseram que ele não iria dar o piso nacional dos professores, mas foram 12, 84% e vemos um silêncio dos opositores. Acharam que não ia pagar, pagou. Acharam que não ia ter reajuste, houve. Agora querem evitar que ele trabalhe para que não se reeleja”, afirmou.
Silva disse estar sendo justo com as realidades que vê, pois de acordo com ele nunca houve prefeito algum que pagasse antes do dia 30. Nunca viu gratificações da saúde sendo pagas. O único que se preocupou com segurança pública através da guarda municipal e do videomonitoramento. Deu posse a 500 servidores que estavam quase perdendo o concurso e construiu pontes de concreto em vários bairros. Colocou equipes de limpeza varrendo ruas nos bairros, capinando, limpando riachos e deixando a cidade tão limpa, além de reformar praças e colocar internet liberada publica, grátis.
            “Mas não se pode dizer essas coisas senão o prefeito irá crescer. O socorrão que sempre teve problemas, nunca vi tão bom como agora. A ordem é: falem mal, quebrem as pernas. Não querem bem a cidade pois torcem contra ela que precisa ser ter boa saúde, boa educação, boa infraestrutura. É a política do pior melhor. Vamos fazer política sem queimar pontes, sem fechar portas, pois depois iremos nos encontrar e as amizades devem continuar”, finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário